Quem é Carl Icahn, como ficou rico, onde investe e qual sua estratégia de investimento? Descubra e saiba como investir na bolsa de valores da forma como os investidores de sucesso fazem!

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Uma das formas para ganhar dinheiro com os investimentos é modelar a mentalidade dos grandes investidores de sucesso da bolsa e replicar os seus acertos.

A maioria deles se tornaram bilionários, mesmo começando a investir na bolsa de valores com pouco dinheiro.

Se você deseja alcançar a sua independência financeira, a melhor forma é saber como investir na bolsa de valores com sucesso.

“Em investimentos, o que é confortável raramente é rentável.”
Robert Arnott, CEO da Research Affiliates.

Então, você está pronto para saber quem é Carl Icahn e conhecer suas estratégias de investimentos?

Leia até o final e descubra agora como investir melhor o seu dinheiro.

Quem é Carl Icahn?

Carl Icahn é especialista em aquisições de controle acionário. À frente da Icahn Enterprises, ficou conhecido por sua postura atuante junto às empresas que possui participação.

Considerado um dos maiores mestres do hostile takeover do mundo, não teme em adquirir diversas ações de uma mesma empresa que enxerga potencial. Faz isso até tornar-se membro do conselho.

Foi assim que se tornou como uma das vozes mais ativas e fez mudanças em gigantes como a Apple, Hertz e Time Warner.

Sua trajetória, marcada por operações de fusão e aquisição, é responsável pela sua fama como investidor e também por sua não tão boa reputação no mundo dos negócios.

Seu destaque como “especulador corporativo” teve início na década de 80 após das aquisições de ações da companhia aérea estadunidense, Trans World Airlines – TWA.

A figura de Carl Icahn ganhou destaque mundial na eleição presidencial de 2016 dos Estados Unidos, onde fez parte da chapa do presidente eleito Donald Trump. 

Sua trajetória no governo como assessor de Trump durou pouco tempo. Em 2017 ele deixou o cargo por desavenças e conflitos de interesses.

O empresário está entre as pessoas mais ricas do mundo segundo a revista Forbes. Com uma fortuna estimada de US$ 19,5 bilhões.

Vida e carreira

Carl Celian Icahn nasceu em 16 de fevereiro de 1936 na cidade de Nova Iorque. Cresceu como uma criança de classe média no bairro Queens. 

Em 1957, se formou em filosofia pela Universidade de Princeton. Chegou também a cursar dois anos de medicina pela Universidade de Nova York, porém desistiu ingressar no exército.

A carreira de Carl Icahn em Wall Street começou em 1961, aos 25 anos, como corretor na bolsa de valores.

Querendo mais, em 1968, com seus US$ 150 mil mais US$ 400 mil emprestados de seu tio, comprou uma cadeira de investidor na Bolsa de Valores de New York. 

Com a Icahn & Co., empresa de valores mobiliários dedicada a estratégias de opções e arbitragem, começou a assumir posições de controle em empresas individuais.

Carl Icahn ganhou a reputação de "investidor corporativo” depois de lucrar com a aquisição hostil da TWA e posterior remoção dos ativos da companhia.

Em 1987, Carl lançou o fundo de investimentos Icahn Enterprises.

Durante toda sua carreira como investidor, Icahn seguiu a mesma linha agressiva e ganhou renome no mercado. 

Carl Icahn é um investidor polêmico. Por seu estilo impositivo, sua trajetória é marcada por longas de disputas judiciais.

Um dos casos mais famosos é sua briga na justiça com o investidor Bill Ackman, pela Hallwood Realty.

No início de 2018, Carl Icahn ganhou novamente destaque na mídia após afirmar que Bitcoin e outras criptomoedas são “ridículas”.

Embora sua reputação como um homem de negócios “cruel”, Icahn também é um renomado filantropo.

Realizou contribuições substanciais para os campos da educação e da medicina.

Além de financiar um laboratório de genômica na Universidade de Princeton, também doou cerca de US$ 200 milhões à Escola de Mount Sinai de Medicina.

Além disso, construiu a Icahn House que abriga famílias sem teto na cidade de Nova York.

Nome Completo: Carl Celian Icahn

Data de nascimento: 16 de fevereiro de 1936

Nacionalidade: norte-americano

Fortuna: US$ 17,5 bilhões

Ocupações: Empresário, investidor e filantropo.

Como Carl Icahn Ficou Rico?

Carl Icahn fez boa parte de sua fortuna como investidor corporativo ao adquirir participações nas empresas e influenciar nas decisões a fim de aumentar seu valor para os acionistas.

Se autointitulando como um investidor em valor, Icahn iniciou operando opções e fazendo arbitragens.

Porém, no fim da década de 70, mudou sua estratégia de investimentos e passou a comprar várias ações de uma mesma empresa até tomar o controle.

Impactou ativamente a liderança e o gerenciamento de muitas de suas aquisições. Essa atitude não trouxe uma boa reputação.

Na maioria das vezes comprava brigas com executivos, levou algumas empresas às dívidas e ajudou a reconstruir outras.

Várias vezes recebeu recompensas para parar com as investidas agressivas.

Devido a essas atividades, passou a ser reconhecido como um dos maiores "investidores corporativos" e obteve lucros significativos.

O principal meio de investimento de Carl Icahn é a Icahn Enterprises.

De capital aberto, a holding integra empresas de todos os setores da economia dos Estados Unidos. Desde que lançou suas ações na bolsa, em janeiro de 2013, valorizou-se 113%.

Ele também administra um fundo de investimento composto de seu dinheiro pessoal e dinheiro pertencente à Icahn Enterprises.

Dos cerca de US$ 24 bilhões da carteira, quase US$ 20 bilhões é de Carl Icahn.

Onde Carl Icahn Investe

Carl Icahn investe em fusões e aquisições. Em 1978 começou a assumir posições de controle em empresas individuais. 

Adquiriu grandes quantidades de ações da Tappan, empresa familiar de Ohio especializada em fogões e outros eletrodomésticos.

Depois de se tornar acionista majoritário, e após uma disputa judicial, vendeu a empresa para a fabricante sueca de eletrodomésticos AB Electrolux.

Com isso, dobrou o preço das ações e faturou aproximadamente US$ 2,7 milhões.

Em 1979, assumiu a Bayswater Realty & Capital Corporation, assim como as indústrias da AFC e vendeu suas ações para a Phillips Petroleum, em 1985, ganhando US$ 50 milhões.

Em meados da década de 80 e 90 já havia acumulado posições de controle em várias empresas de destaque como Nabisco, Texaco, Blockbuster, USX, Revlon, Fairmont Hotels e Time Warner.

Cada vez mais, Carl Icahn procurava adquirir, dividir ou vender partes das empresas-alvo. Essa medida nem sempre era amigável.

Muitas aquisições foram parar na justiça e acabaram se tornando lendárias no mundo dos investimentos.

Uma das primeiras foi a aquisição hostil da Trans World Airlines (TWA), uma das maiores companhias aéreas dos Estados Unidos na época.

Em 1985, após tomar o controle da TWA, Icahn iniciou uma empreitada de compras, fechou o capital da empresa, criando um programa de recompra de ações.

Com isso, obteve um lucro pessoal de cerca de US$ 500 milhões, mas deixou a TWA com uma dívida de US$ 540 milhões.

Com a falência da Trans World Airlines, vendeu as rotas para a American Airlines.

Nos anos 90, investiu na U.S Steel e Nabisco. Embora nenhum destes investimentos possa ser considerado bem sucedido, o investidor teve lucros extraordinários e criou valor para os demais acionistas.

Nos anos 2000, investiu na XO Communications, na Federal-Mogul, na Kodak e na empresa farmacêutica Mylan Laboratories

Outras participações incluem Im-Clone, Take-Two Interactive, Telik, WCI Communities, Motorola e Talisman Energy.

Em 2012, adquiriu uma participação importante na empresa de entretenimento Netflix e também assumiu posições na Family Dollar, que vendeu por um lucro de US$ 200 milhões.

O nome de Carl Icahn também tem sido associado a outras empresas conhecidas como Apple, eBay, Biogen, Dynegy, Forest Laboratories, MGM Studios, Revlon, Lions Gate, Marvel, Nuance Technology e Transocean.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Estratégia de Investimentos de Carl Icahn

A estratégia de investimentos de Carl Icahn pode ser definida como uma mistura de Value Investing com Contrarian Investing

O próprio Icahn se define assim. Porém, sua maneira de atuar é mais agressiva, comprando grande quantidade de ações para obter participação no controle da empresa.

Fazia isso justamente quando todos estavam vendendo. Portanto, não é errado dizer que o método de Carl Icahn é semelhante aos de muito grandes nomes do investimento em valor. 

Assim como grandes investidores da Bolsa, Icahn é um caçador de oportunidades e construiu sua fortuna investindo em empresas com potencial, mas estavam sendo comercializadas abaixo do seu valor intrínseco.

A grande diferença de Icahn é que ele é um investidor proativo. Ao identificar as oportunidades, não se contentava em apenas esperar os resultados. Ele queria ser ouvido.

Sua estratégia de investimentos tem dois pontos principais: remar contra a maré e ser um investidor ativista.

Com isso, Icahn foca no que todo investidor busca: o lucro.

Por seu estilo, Carl Icahn foi altamente criticado pelo os administradores das empresas. 

Já outros investidores seguem Icahn na esperança que ele faça os ajustes necessários na empresa para que ela possa retomar a lucratividade.

Investimento contrário

Icahn geralmente vai contra os movimentos populares do mercado e procura por oportunidades naquelas ações que ninguém quer.

Ele identifica as companhias cujos ativos estão subvalorizados, mas que vê potencial.

Então, compra parcelas significativas da empresa até alcançar o conselho. Depois começa a fazer as mudanças que julga necessárias na administração.

Investidor ativista

Sua estratégia “do contra” está interligada com a sua estratégia ativista.

O primeiro passo de Icahn é identificar empresas com grande potencial de crescimento e lucratividade. 

Depois comprar ações suficientes para obter participação no controle da companhia e impor as suas próprias vontades e estratégias.

Ou seja, ela já compra as empresas justamente para fazer mudanças nelas, com o propósito de aumentar os lucros, seja fazendo fusões, demitindo diretores, mudando drasticamente a estrutura das organizações.

Por exemplo, ao avistar uma empresa que está tendo prejuízo por conta de altos custos. Icahn compra, enxuga os custos e faz a empresa voltar a lucrar.

Ele e os demais acionistas ganham com a valorização das ações.

A lista de empresas que Carl Icahn já atuou ativamente inclui empresas famosas como Nabisco, Texaco, Western Union, Viacom, Motorola, Blockbusters e Time Warner.

Livros de Carl Icahn

Carl Icahn não escreveu nenhum livro sobre investimentos, mas sua trajetória em Wall Street, com estratégias agressivas e controversas, inspirou alguns autores.

É o caso do livro “Carl Icahn : Earn Your First Billion Dollars Using The Proven Methods of The World's Greatest Investors”.

Em português: “Carl Icahn: Ganhe seu primeiro bilhão de dólares usando os métodos comprovados dos maiores investidores do mundo”, de Peter Parish.

E “King Icahn: The Biography of a Renegade Capitalist”, em português “Rei Icahn: a biografia de um capitalista renegado”, de Mark Stevens. 

Frases de Carl Icahn

Não só de estratégias agressivas vive Icahn. Sua mente também é afiada.

Veja algumas das frases de Carl Icahn:

Vou ser direto: estou aqui para ganhar dinheiro. É o que gosto de fazer.

Alguns ficam ricos estudando inteligência artificial. Eu faço dinheiro estudando a burrice humana.

A minha opinião é que, filosoficamente falando, eu estou fazendo a coisa certa em tentar sacudir essas administrações. O problema da América hoje em dia é que nós não estamos nem perto de sermos produtivos como deveríamos ser. Este é o motivo de termos problemas na balança comercial. É como a queda do Império Romano, quando metade da população estava desempregada.

Nesse negócio de tomar controles, se você quiser um amigo, compre um cachorro.

Eu vejo empresas como negócios, enquanto os analistas de Wall Street buscam desempenho nos resultados trimestrais. Eu compro ativos e potencial de produtividade. Wall Street compra lucros, então eles não percebem muitas coisas que eu percebo em certas situações.

Eu tenho que olhar os interesses dos acionistas, e eu sou o maior acionista.

Muita pouca gente teve a tenacidade que eu tive... Eu sou muito competitivo, passional ou obcecado, o que quiser chamar. E está na natureza que qualquer coisa que eu faço, eu tento ser o melhor.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Conclusão

O bilionário Carl Icahn é conhecido como um dos mais célebres "investidores-ativistas" do mundo.

Esta reputação tem a ver com a maneira como se envolve com aquilo que investe.

Com seu estilo agressivo e até impiedoso na compra hostil de várias empresas, consolidou sua carreira.

Inclusive, inspirou o célebre personagem do filme Wall Street, Gordon Gekko.

Voltando à vida real, Carl Icahn utiliza magistralmente os meios que tem para se fazer ouvir dentro das empresas.

Faz isso, segundo ele, pelo interesse geral dos acionistas e dele próprio, é claro.

Figura polêmica, não passa uma semana sem que seu nome seja mencionado por causa de alguma aquisição ou batalhas intensas que ele trava com executivos das empresas.

Atualmente, é acionista majoritário da Icahn Enterprises, uma holding empresarial com um portfólio diversificado.

Conheça mais da trajetória dos Grandes Investidores de Sucesso e Suas Estratégias Vencedoras.