A CSU (CARD3) registrou o seu maior lucro líquido para um segundo trimestre com seus resultados de 2021 (2t21), ao apresentar valor positivo de R$ 14,9 milhões no período.

A companhia é líder no mercado brasileiro em soluções tecnológicas para meios de pagamento, customer experience, fidelização e incentivo de clientes.

Os resultados divulgados pela CSU também registraram recorde nos principais indicadores:

  • Receita líquida de R$ 130,5 milhões;
  • EBITDA de R$ 39,2 milhões, com margem EBITDA consolidada de 30,0%.

Esses valores tiveram alta de 16% a 34%, frente aos mesmos resultados do trimestre de 2020.

Segundo Ricardo Leite, diretor de relações com investidores da empresa, “iniciativas voltadas para inovação, tecnologia e transformação digital implementadas pela CSU foram importantes para a construção do ciclo crescente de resultados nos últimos 2 anos”.

Unidades de Negócio da CSU

Já as unidades de negócio da companhia se destacaram com crescimento de 32,5% no EBITDA, no caso da CSU.CardSystem, que dispõe de soluções tecnológicas de última geração para meios de pagamento.

Já na unidade CSU.Contact, que oferece soluções completas de customer experience, houve expansão de 3,6% no EBITDA sobre o mesmo trimestre de 2020.

Neste período, a CSU recebeu a certificação para atuar como BIN Sponsor da bandeira Mastercard, com primeiro cliente em fase de implantação.

A companhia ainda ressaltou o contrato assinado com uma fintech como o primeiro cliente da Plataforma Híbrida de Processamento de cartões em ambiente cloud.

Além disso, o executivo ainda ressaltou a implantação do Banco Mercantil como o 1º emissor de cartões da bandeira Elo e da operacionalização de todo o ciclo de pagamentos em contas digitais no negócio de Banking as a Service (BaaS), pela Blue C Technology.

A nova unidade foi lançada em junho e ,segundo Leite, tem objetivo de prover soluções financeiras 100% digitais para empresas dos mais diversos segmentos.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

O bom desempenho do trimestre possibilitou o anúncio da distribuição de R$ 3,0 milhões aos investidores via juros sobre capital próprio (JCP), totalizando R$ 5,8 milhões referentes ao 1º semestre de 2021.

De acordo com a CSU, esse nível de dividendos reafirma a entrega de parcela do lucro associada à evolução dos resultados da companhia.

“Conseguimos dar continuidade ao ciclo crescente de receitas e expansão da lucratividade iniciado em 2019, renovando os recordes e investindo em soluções inovadoras para auxiliar nossos clientes em suas demandas por transformação digital”, finalizou Leite.