A agenda econômica desta semana trará indicadores econômicos importantes. Na sexta-feira (24), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga a prévia da inflação.

No exterior, o mercado aguarda o discurso de Jerome Powell, presidente do banco central dos Estados Unidos.

Todo domingo, o TheCap analisa o Calendário Econômico brasileiro e mundial, junto com a Agenda do Mercado Financeiro, destacando os principais eventos que afetarão o mercado financeiro da semana.

Esses comentários são sobre os destaques do mercado financeiro da semana de 19/06 a 25/06.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Ata do Copom

Na terça-feira (21), os investidores aguardam a divulgação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) pelo Banco Central (BC).

A ata do Comitê de Política Monetária (Copom) trará a análise da conjuntura econômica do país, bem como os principais fatores que interferiram na decisão de política monetária.

Na última quarta-feira (15), o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu elevar a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 13,25% ao ano.

Monitor do PIB

Na terça-feira (21), será divulgado o Monitor do PIB-FGV pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre).

O Monitor do PIB-FGV apontou um crescimento de 1,5% para a atividade econômica brasileira no 1º trimestre de 2022.

De acordo com Claudio Considera, coordenador do Núcleo de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre), a recuperação da atividade econômica foi motivada pela reabertura da economia.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Prévia da Inflação

Na sexta-feira (24), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga a prévia da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15).

No mês de maio, a prévia da inflação desacelerou para 0,59%, uma redução de -1,14 ponto em relação à taxa registrada em abril, que foi de 1,73%.

De acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a desaceleração do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) foi motivada principalmente pela queda no preço da energia elétrica.

Para o mês de junho, é esperado que a prévia da inflação acelere para 0,61%, e acumule um crescimento de 11,98% nos últimos 12 meses.

Confiança do Consumidor

O mercado aguarda na sexta-feira (24), a divulgação do Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de junho, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre).

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) que mede a confiança dos consumidores, recuou 3,1 pontos em maio, alcançando 75,5 pontos.

De acordo com Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das sondagens, o cenário para os próximos meses não sinalizam uma tendência clara de recuperação devido à alta inflação e eleições presidenciais.

Discurso de Powell

Na quinta-feira (23), o mercado aguarda o discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell.

Os investidores estão tentando adivinhar em qual velocidade o Federal Reserve (Fed) aumentará a taxa de juros no próximo mês.

De acordo com Jerome Powell, o principal objetivo do Federal Reserve (Fed) é conter a inflação, que se encontra no seu nível mais alto em 40 anos.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.