O que é Caderneta de Poupança

Caderneta de Poupança é uma modalidade de investimento em renda fixa de baixíssimo risco, portanto bastante conservadora, regulada pelo Banco Central e utilizada por um alto percentual de brasileiros.

Dito de outra forma, a Caderneta de Poupança, conhecida popularmente como poupança, é um investimento de pequeno risco, extremamente tradicional no Brasil, realizado por meio dos bancos.

De acordo com algumas pesquisas, a Caderneta de Poupança é a forma preferida de aplicação de quase 90% da população brasileira. Isso se deve a sua facilidade, bem como seu rápido resgate.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

História Caderneta de Poupança

As Cadernetas de Poupança foram concebidas ainda no período imperial, em 1861, por Dom Pedro II, conjuntamente com o decreto que instituiu a Caixa Econômica Federal. Portanto, trata-se de um investimento antigo.

Na época, o objetivo era simples: atender pessoas de baixa renda e remunerar depósitos com juros de 6% ao ano sob a garantia do governo imperial.

Foi no ano de 2012 que a legislação sobre a Caderneta de Poupança sofreu sua maior alteração, dividindo poupanças antigas e novas.

Sendo assim, a partir de 3 de maio de 2012, as poupanças antigas continuaram recebendo remuneração adicional de 0,5% ao mês. Já as poupanças novas passaram a ser atreladas à Taxa Selic.

Como funciona Caderneta de Poupança

O órgão responsável pela regulação da Caderneta de Poupança é o Banco Central do Brasil. Trata-se de uma legislação simples, o que favorece o uso para investidores iniciantes.

A Poupança tem como características principais de funcionamento:

  • Ausência de taxas - tanto para abrir quanto para manter a conta não há nenhuma cobrança ou taxa por parte dos bancos
  • Fácil resgate - o dinheiro aplicado na conta poupança pode ser resgatado a qualquer momento
  • Isenção de impostos - a caderneta é isenta de qualquer taxa sobre os rendimentos, como seria o Imposto de Renda ou IOF
  • Rendimento mensal - as aplicações rendem em uma data mensal
  • Praticidade e segurança - para investir na poupança basta abrir uma conta poupança e colocar seu dinheiro

Apesar de algumas vantagens, a Caderneta de Poupança não costuma ser um investimento muito recomendado, pois seu rendimento é muito baixo, mesmo se comparado com outras modalidades de renda fixa.

Além disso, ainda que a poupança tenha liquidez diária, seus rendimentos não tem. Sendo assim, o rendimento tem como prazo específico o dia do aniversário da poupança.

Seu rendimento consiste de um percentual influenciado por dois fatores: Taxa Selic e Taxa Referencial, sendo a Selic o impacto mais significativo sobre os rendimentos.

Isso se deve ao fato de que, quando a Selic é superior à 8,5% ao ano, os rendimentos da poupança são de 0,5% ao mês mais a taxa referencial.

Quando a Selic é inferior a 8,5%, o cálculo dos rendimentos da poupança são feitos de forma a fixar 70% da Selic ao mês mais a taxa referencial.

Tendo isso em vista, é possível qualificar a poupança como um investimento bastante conservador, pois apresenta pequenos riscos, mas ao mesmo tempo pequenos rendimentos.

Como calcular rentabilidade da Caderneta de Poupança 

Conforme dito acima, a rentabilidade da poupança é baseada na Taxa Selic. Dessa forma, calcular esse valor mensalmente ou anualmente é simples.

Basta separar o valor a ser corrigido, o mês ou ano, fixar a regra mensal e multiplicar.

Contudo, esse cálculo pode se tornar mais complexo em períodos mais longos, haja vista que a Taxa Selic tem suas variações.

Para isso, o procedimento mais indicado é utilizar a Calculadora do Cidadão, disponibilizada pelo Banco Central.

Essa ferramenta online oferece gratuitamente a possibilidade de calcular diversos valores, como depósitos mensais, financiamentos com prestações fixas, valores com correção monetária e rendimento da poupança.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Caderneta de Poupança, consulte o artigo completo sobre Caderneta de Poupança.