Cade Aprova Compra de Térmicas da Petrobras (PETR4) pela SFE
| , ,

Cade Aprova Compra de Térmicas da Petrobras (PETR4) pela SFE

A operação abrange ativos que compõem as térmicas Arembepe, Bahia 1 e Muricy, situadas no município de Camaçari, no Estado da Bahia.

Por
Atualizado em 10/06/2021

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a venda de três usinas termelétricas da Petrobras (PETR4) localizadas no Polo Camaçari para a São Francisco Energia (SFE), subsidiária da Global Participações em Energia.

A decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 10. A operação abrange ativos, direitos e licenças que compõem as térmicas Arembepe, Bahia 1 e Muricy, situadas no município de Camaçari, no Estado da Bahia.

O contrato, no valor de R$ 95 milhões, foi anunciado em maio pelas empresas. Juntas, as usinas do Polo Camaçari têm potência total instalada de 329 MW.

Banner will be placed here

Elas operam com óleo combustível e têm contratos de comercialização de energia no ambiente regulado com vigência até dezembro de 2023, no caso das UTEs Arembepe e Muricy, e até dezembro de 2025 para a UTE Bahia 1.

Conforme disseram as empresas ao Cade, para a SFE, “a operação representa uma boa oportunidade de expandir a sua atuação no setor de geração de energia elétrica, especialmente na modalidade termelétrica.

“Para a Petrobras, a operação está alinhada à estratégia de otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor para os seus acionistas”.

Além do Cade, a transação também está sujeita à aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

Resultado da Petrobras no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da Petrobras (PETR4) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 14 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no 1T21, uma alta de 102,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Petrobras atingiu R$ 49,5 bilhões no 1T21, versus um prejuízo de R$ 29,6 bilhões na comparação com o 1T20.

A Margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 57,5% no 1T21, apresentando crescimento de 96,8 pontos percentuais na comparação com o 1T20. 

A Margem Líquida da Petrobras atingiu 1,3% no 1T21, apresentando crescimento de 65,6 pontos percentuais na comparação com o 1T20.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 2,21% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 36,47% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Estadão Conteúdo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE