A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição da corretora digital Ideal pelo Itaú Unibanco (ITUB4).

O despacho com a decisão está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 31.

Quando do anúncio do negócio, em janeiro deste ano, o Itaú Unibanco informou que o contrato de compra da Ideal Holding Financeira S.A. e suas subsidiárias por até 100% do capital social ocorre em duas etapas, sendo a primeira por 50,1% do controle, com um aporte primário e aquisição secundária de ações no total de R$ 650 milhões.

A segunda etapa virá após cinco anos, quando o Itaú poderá exercer o direito de compra da fatia restante (49,9%).

Conforme os termos da negociação, a gestão e a condução dos negócios da Ideal seguirão autônomas.

"A Ideal continuará atendendo seus clientes e o Itaú Unibanco não terá exclusividade na prestação de serviços", segundo o fato relevante divulgado em janeiro.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"A aquisição reforça o ecossistema de investimentos do Itaú Unibanco e permitirá contar com o talento e expertise dos profissionais da Ideal, reconhecidos pela alta capacidade de inovar nesse setor, a oferta de produtos e serviços financeiros ("broker as a service") em modelo B2B2C por meio da plataforma white Label, a possível aceleração da entrada no mercado de agentes autônomos de investimentos e o aperfeiçoamento na distribuição de produtos de investimentos para clientes pessoas físicas", disse o banco na ocasião.

Criada em 2019, a Ideal é 100% digital e oferece soluções de trading eletrônico e Direct Market Access (DMA), com plataforma flexível e baseada na nuvem.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Atualmente, é uma das corretoras líderes em volumes negociados nos mercados da B3, ainda segundo o comunicado.

Resultado da Itaú Unibanco no Primeiro Trimestre de 2022 

resultado do Itaú Unibanco (ITUB4) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 09 de maio, registrou um lucro líquido recorrente de R$ 7,4 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 15% na comparação com o 1t21. 

O resultado do produto bancário do Banco Itaú totalizou R$ 33,0 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 11,7% na comparação com o 1T21. 

O custo do crédito do Banco Itaú totalizou R$ 7,0 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 69,5% na comparação com o 1T21. 

O Índice de Basiléia do Banco Itaú em março de 2022, totalizou 13,9%, apresentando retração de -0,8 ponto percentual na comparação com dezembro de 2021.

As ações do Itaú (ITUB4) acumulam alta de 1,98% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 9,31% nos últimos 12 meses. 

Fonte: Estadão Conteúdo.