A BYD anunciou nesta segunda-feira (25) que vai expandir produção de baterias para veículos pesados na Zona Franca de Manaus a partir da definição de um Processo Produtivo Básico (PPB) assinado com o governo.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

O PPB estabelece etapas fabris mínimas que as empresas devem cumprir para fabricar determinado produto e ter assim direito a benefícios fiscais do polo industrial.

O acordo envolve os ministérios do Desenvolvimento e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

O pedido de definição do PPB para produção dessas baterias partiu da montadora, que tem investido no Brasil e iniciou no ano passado a construção de uma fábrica de carros eletrificados em Camaçari, na Bahia.

O conselheiro especial da BYD, Alexandre Baldy, disse em nota que o PPB vai ajudar a acelerar o processo “irreversível” de eletrificação da frota de ônibus.

Durante a fase de consulta pública do PPB, houve contribuições da WEG e da Moura, que já fabricam as baterias no Brasil, afirmou o governo.

A fábrica de baterias de fosfato de ferro-lítio da BYD foi inaugurada em 2020, com investimento inicial de 15 milhões de reais em uma área de 5 mil metros quadrados.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

A capacidade de produção atual é de 1 Gwz de baterias por ano, destinadas ao abastecimento de ônibus elétricos da empresa montados em Campinas (SP).

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Infomoney.