O que é Bull Market

Bull Market é uma expressão utilizada no mercado financeiro para designar um contexto de otimismo no mercado, com uma tendência de alta e os preços das ações subindo consideravelmente.

Dito de outra forma, esse termo em inglês evidencia um mercado financeiro otimista em razão de expansão vertiginosa, o que denota que os preços das ações devem subir e que os investimentos irão render.

Vale notar que essa expressão, a depender do contexto, pode se referir a um ativo, a uma ação, a um setor ou mesmo ao mercado financeiro como um todo.

Banner will be placed here

Origem Bull Market 

Como qualquer expressão mais antiga, não existe uma origem historicamente aceita para o termo Bull Market, que em português poderia ser traduzido para Mercado do Touro.

No entanto, há uma explicação em especial, defendida por Richard S. Tedlow, professor de Administração de Empresas em Harvard, que figura como a mais confiável.

De acordo com esse autor, essa expressão reflete a forma como esse animal ataca sua presa. O touro, em geral, ataca suas vítimas com seus chifres e jogando para o alto, o que remete aos preços em alta.

Além disso, há diversas outras referências ao touro no mercado financeiro, como por exemplo o Touro de Wall Street, ou Charging Bull, como é conhecido.

Como funciona Bull Market 

Um Bull Market representa um mercado de alta, com uma onda de otimismo e crescimento do preço das ações, designando um ótimo momento da renda variável. Nesse sentido, essa expressão se refere ao humor do mercado.

Na prática, é considerado um Bull Market quando a valorização tem crescimento de, no mínimo, 20% nos principais índices do mercado ou em alguma ação específica.

Com esse resultado crescente, a tendência é de que as ações subam e que seu investimento renda mais do que o previsto. 

Em geral, as causas para o otimismo advém do próprio mercado, mas algumas características macroestruturas também podem revelar algo sobre surgimento e funcionamento do Bull Market. Listamos abaixo alguns fatores.

  • Aumento do PIB
  • Crescimento no nível de formalização de emprego e queda da taxa de desemprego
  • Aumento da taxa de lucro das empresas
  • Queda da taxa de juros
  • Inflação baixa
  • Desenvolvimento de tecnologias que revolucionam setores

Com parte dessas condições em vigor, os investidores percebem o momento de oportunidade e alocam ativos em maior escala, o que eleva mais ainda os preços.

No entanto, reconhecer um cenário de Bull Market não é tão fácil. Decisões governamentais, políticas econômicas e descobertas tecnológicas influem de forma repentina e não previsível no mercado.

Com isso, é preciso ir atrás de uma análise que aglutine elementos que estão do outro lado da fronteira da bolsa de valores. Entretanto, sabendo identificar um cenário assim, com certeza seus rendimentos irão aumentar.

Quanto tempo dura Bull Market

Em razão das múltiplas causas para um Bull Market, não existe um momento pré-determinado para que ele transcorra. Essa incerteza é típica do mercado de renda variável, no qual variações externas influenciam os resultados.

Contudo, é possível estabelecer uma média de duração de um Bull Market a partir dos anteriores. Nos últimos Bull Markets nas bolsas de valores mundiais, a média de duração foi de 720 dias úteis.

Bull Market e Bear Market

Existe outra expressão corrente no mercado financeiro para designar um cenário oposto ao Bull Market, trata-se da Bear Market, ou mercado de urso.

O mercado, nessa tendência geral, está repleto de queda dos preços das ações e pessimismo dos investidores com relação aos retornos. Com isso, a tendência é que os investidores vendam suas ações por medo.

Se um Bull Market é identificado no aumento médio de 20%, um Bear Market encontra-se em uma baixa média de 20%, com a economia recuando e pessimismo quanto ao seu futuro.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Bull Market, consulte o artigo completo sobre Bull Market