As ações da brMalls (BRML3) entraram na carteira recomendada da XP Investimentos para esta semana, conforme relatório divulgado pela corretora de valores na última sexta-feira (01).

No documento o analista de ações, Gilberto Coelho, comenta que a semana passada foi marcada por realização da carteira recomendada da XP sobre o Ibovespa e o desempenho ficou acima do “Benchmark”.

A carteira recomendada da XP anunciou a troca de 4 ações para esta semana, permanecendo as ações da Vale (VALE3).

Sai: ELET3, BRFS3, BPAN4 e BRFS3;

Entra: AZUL4, BRML3, B3SA3 e SULA11.

Melhores Ações para 2022: Encontre as Melhores Ações para Investir com Apenas 1 Clique.

Segundo analista, a justificativa para as ações entrarem na carteira recomendada são:

  • VALE3: Segue na carteira mais pelo gráfico semanal que respeitou suporte em 73,50 perto da retração de Fibonacci, o que favorece retomada dos 84,00 ou 90,00. O IFR saiu de sobrevenda também favorecendo a recuperação.
  • AZUL4: Está em tendência de alta de curto prazo e com candle de força, favorecendo teste dos 48,18 ou 48,00. Tem suportes em 36,14 e 33,08.
  • BRML3: Está sugerindo repique contra a tendência atual de baixa, deixou candle de reversão em cima da projeção de Fibinacci nos 8,00, que se respeitado favorecerá teste dos 8,75 ou 9,50.
  • B3SA3: Está testando suporte na média de 200 períodos do gráfico semanal e formando candle de alta acima da Banda de Bollinger no diário, sugerindo fundo nos 12,50 e retomada dos 14,00 ou 14,80.
  • SULA11: Está formando candle de reversão para alta. Marcou suporte em 25,42 com IFR saindo de sobrevenda projetando de 27,25 a 27,90

Performance da Carteira Recomendada da XP

Objetivos da Carteira Recomendada da XP

Segundo a XP, a carteira é composta por 5 ativos, tendo cada um o peso igual de 20%.

A Carteira Semanal Top Picks busca retorno a curto prazo, considerando apenas a análise técnica.

O intuito da XP é que a média do retorno dos 5 ativos, ao final da semana, supere o benchmark.

O retorno da carteira recomendada é medido de acordo com os preços de fechamento dos ativos nas sextas.

Não haverá stop gain ou stop loss para os ativos indicados, visto que a ideia da carteira é que a média dos ativos supere o Ibovespa no período.

A XP considera para a seleção dos ativos um corte de liquidez para que os retornos das recomendações reflitam da forma mais fiel a realidade.

São elegíveis preferencialmente ativos do IBX-100.

*Ibovespa calculado no dia da posição da carteira semanal, não em mês fechado.