A BRF (BRFS3) anunciou nesta quinta-feira, 4, o cumprimento da sua promessa de lançar uma linha de produtos carbono neutro até o fim de 2021, com o primeiro frango plant-based carbono neutro do mercado brasileiro.

Nesse processo, as emissões de carbono são 100% neutralizadas, desde a originação dos ingredientes até o descarte das embalagens, informou ao Broadcast Agro a vice-presidente global de Relações Institucionais e Sustentabilidade da BRF, Grazielle Parenti, que está na Escócia representando a empresa na 26ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-26).

São três produtos dentro do Veg Frango 100% Vegetal, que faz parte da linha Sadia Veg&Tal: o frango em tiras, em cubos e o frango desfiado.

"É uma linha de produtos que já nasce assim, pensada para ser sustentável e ter emissões neutras. Tudo isso conversa com a nossa visão para 2030 de triplicar o faturamento da BRF, tendo a sustentabilidade como base", afirmou a executiva.

Ela acrescentou, ainda, que a empresa também desenvolveu um "Selo Carbono Neutro", certificado pela SGS e que poderá ser utilizado em outros produtos.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

A ideia, para além das questões sustentáveis, é que esse selo possa introduzir o assunto da neutralidade das emissões na relação com os consumidores, segundo Parenti.

"O selo nos dá poder de escalabilidade e poder de conexão. A gente tem a convicção de que vamos conseguir aproximar muito o consumidor desse assunto."

O projeto foi elaborado em parceria com a empresa Enciclo, que fez o cálculo da pegada de carbono do processo produtivo; com a certificadora SGS, que auditou esses cálculos e a metodologia; e com a Agrocortex, que foi responsável pelo rastreamento e auditoria da compensação das emissões, realizada por meio da compra de créditos de carbono no projeto de conservação florestal nos Estados do Amazonas e Acre, o REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal).

O vice-presidente de Novos Negócios da BRF, Marcel Sacco, explica que os produtos foram lançados no início deste ano, mas o anúncio está ocorrendo agora porque os processos ainda estavam sendo analisados e auditados.

"As consultorias estavam acompanhando todo o ciclo do produto nesses primeiros seis meses pra garantir que os critérios seriam cumpridos, conforme a metodologia que desenvolvemos para a neutralidade das emissões", disse.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

E acrescentou que o frango plant-based carbono neutro tem abrangência nacional, e estará disponível nos pontos de venda de todo o País até o fim deste mês.

Com a concretização da inovação, o plano é dar andamento aos estudos e testes para expansão da classificação carbono neutro para outros produtos da linha Veg&Tal, porém ainda sem um pipeline específico de quando ocorrerá essa expansão.

Foi o que disse o diretor de Inovação da BRF, Sérgio Pinto.

"Desde a criação da linha de produtos plant-based, a gente já pensava em como fazer um lançamento de produtos atualizados com as novas tendências de consumo. Sob a ótica do aumento no consumo flexitariano, exploramos a base vegetal, e sob a ótica ESG, damos esse passo importante de lançar esse produto carbono neutro", disse.

A BRF pretende zerar o balanço líquido das suas emissões de carbono até 2040, no âmbito das operações e de toda a sua cadeia de fornecimento.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da BRF no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da BRF (BRFS3) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 12 de agosto, apresentou prejuízo líquido de R$ 239,8 milhões no 2T21, uma baixa de -178,1% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda ajustado da BRF atingiu R$ 1,3 bilhão no 2T21, apresentando crescimento de 23,2% na comparação com o 2T20.

A margem Ebitda ajustada da BRF totalizou 10,9% no 2T21, apresentando retração de -0,4 ponto percentual na comparação com o 2T20.

A margem líquida da BRF atingiu -2,1% no 2T21, apresentando retração de -5,5 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

As ações da BRF (BRFS3) acumulam alta de 9,04% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 36,88% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.