Braskem Fecha Compra de Energia Renovável com Canadian Solar
| , , ,

Braskem Fecha Compra de Energia Renovável com Canadian Solar

A Braskem informou, que assinou um contrato de compra de energia renovável com a Canadian Solar Inc.

Por
Atualizado em 23/06/2020

A Braskem S.A. (BRKM3, BRKM5 e BRKM6) informou nesta terça-feira (23), através de comunicado ao mercado, que em linha com a sua estratégia de ampliação do uso de matrizes energéticas limpas em suas operações industriais, assinou um contrato de compra de energia renovável com a Canadian Solar Inc.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

Tal contrato contribui para viabilizar a construção de uma usina solar no norte de Minas Gerais com capacidade instalada de 152 MWp que garantirá o fornecimento de energia para a Braskem por um prazo de 20 anos.

Vale destacar que este é o terceiro contrato de compra de energia renovável competitiva assinado pela Companhia e, com isso, a Braskem está perto de alcançar a marca de 1 milhão de toneladas de CO2 de emissões evitadas com contratos de fontes solar e eólica.

Resultado da Braskem no Primeiro Trimestre de 2020

O resultado da Braskem (BRKM5) no primeiro trimestre de 2020 (1t20), divulgado no dia 03 de junho, apresentou um prejuízo líquido de R$ 4,1 bilhões, queda de 400,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Braskem atingiu R$ 1,3 bilhões no 1t20, apresentando retração de 54,6% na comparação com o 1t19.

A margem ebitda foi de 10,70%, uma retração de 12,2 p.p quando comparado ao 1t19.

Já a margem líquida da Braskem atingiu -32,2% no 1t20, apresentando retração de -42,6 p.p. na comparação com o 1t19.

As ações da Braskem (BRKM3) acumulam alta de 3,88% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 23,78% nos últimos 12 meses.

As ações da Braskem (BRKM5) acumulam alta de 2,98% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 26,92% nos últimos 12 meses.

Já as ações da (BRKM6) acumulam alta de 2,76% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 61,34% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE