Bradesco, Itaú e Santander Aderem à Movimento Ambiental
| , , ,

Bradesco, Itaú e Santander Aderem à Movimento Ambiental

Os três maiores bancos privados do país anunciaram, nesta quinta-feira, a adesão à Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura.

Por
Atualizado em 01/10/2020

Unidos pela pauta de combate às mudanças climáticas, as instituições financeiras Bradesco (BBDC4), Itaú Unibanco (ITUB4) e Santander (SANB11) assinaram adesão à Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura.

A informação foi feita pelos três maiores bancos privados do país nesta quinta-feira (1/10), por meio de comunicado em conjunto.

Banner will be placed here

As instituições afirmaram que o principal objetivo do movimento é implementar ações para promover um novo modelo de desenvolvimento econômico pautado pela economia de baixo carbono.

Através desta maneira sustentável, a coalizão busca responder aos desafios das mudanças climáticas, possibilitando avanços concretos na agenda de clima e agropecuária no Brasil.

O anúncio ocorre em meio a uma maior cobrança pelo rastreio da cadeia da agropecuária, e os bancos têm sido cobrados a negarem crédito para aqueles que desmatam ilegalmente a Amazônia, por exemplo.

O rastreio eficaz e fiscalização são alguns dos desafios para se analisar toda a cadeia de produção, do início ao fim.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

A coalizão é um movimento multisetorial.

O movimento é composto por entidades que lideram o agronegócio no Brasil, as principais organizações civis da área de meio ambiente e clima, representantes do meio acadêmico, associações setoriais e companhias líderes nas áreas de madeira, cosméticos, siderurgia, papel e celulose, entre outras.

Por meio desse grupo, a iniciativa busca oportunidades e sinergias entre a agropecuária e a agenda de proteção, conservação e uso sustentável das florestas para amenizar as mudanças climáticas.

Motivados pela cobrança cada vez maior por maior ativismo em questões ambientais, em julho as três instituições financeiras anunciaram a criação do Plano Amazônia, focando o desenvolvimento sustentável da região e a proteção da floresta.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Estadão

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE