Bradesco (BBDC4) Retoma Demissão de Funcionários, diz Sindicato
| , ,

Bradesco (BBDC4) Retoma Demissão de Funcionários, diz Sindicato

O sindicato informou que cerca de 70 funcionários do Bradesco foram desligados desde o começo da semana.

Por
Atualizado em 01/10/2020

O Bradesco (BBDC4) retomou as demissões encerrando uma promessa de não cortar empregos durante a pandemia do coronavírus, disse o sindicato que representa os funcionários do banco em São Paulo nesta quinta-feira.

O sindicato informou que cerca de 70 funcionários do Bradesco foram desligados desde o começo da semana, a maioria da área de recursos humanos.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

O Bradesco enviou a todos os funcionários um comunicado informando que aqueles trabalhadores demitidos até 30 de novembro terão seus planos odontológico e de saúde mantidos ativos por seis meses adicionais sem custo, informou o sindicato.

O banco não informou se as demissões fazem parte de um programa que corte de custos.

O Bradesco, que encerrou junho com 96.787 funcionários, disse no início de julho que planejava reduzir os custos operacionais de forma nominal neste ano e no próximo para enfrentar a crise decorrente da pandemia.

O presidente-executivo, Octavio de Lazari, disse que o banco avaliava usar medidas como devolver prédios alugados e cortar a segurança das agências e despesas com transporte de dinheiro.

Além do Bradesco, seus maiores concorrentes, Itaú Unibanco (ITUB4) e Santander Brasil (SANB11), também voltaram a demitir parte das equipes recentemente.

O sindicato estima que quase 1.800 funcionários de bancos foram demitidos desde o início da pandemia por quase uma dúzia de bancos.

A taxa de desemprego no Brasil subiu para 13,8% em julho, a maior em pelo menos oito anos, atingida pela pandemia do coronavírus.

Resultado do Bradesco no Segundo Trimestre de 2020

O resultado do Bradesco (BBDC4) no segundo trimestre de 2020 (2t20), divulgado no dia 30 de julho, apresentou um lucro líquido de R$ 3,9 bilhões, queda de 40,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O índice de basiléia do Banco Bradesco em março de 2020, totalizou 12,5%, apresentando elevação de 1,1 ponto percentual na comparação com dezembro de 2019.

As ações do Bradesco (BBDC4) acumulam queda de 0,26% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 32,86% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Reuters.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais
[PDF]
[PDF]