O que é Bolsa de Valores
SIMULE AGORA

Bolsa de Valores

O que é Bolsa de Valores. Entenda melhor o conceito de Bolsa de Valores e descubra sua importância!

O que é Bolsa de Valores

A Bolsa de Valores é um local para negociar ações e títulos de empresas de capital aberto. Seu objetivo é garantir que as transações entre acionistas e empresas se deem de forma transparente.

Para investir na bolsa, é preciso procurar uma corretora de valores. As corretoras de valores, através de sistemas eletrônicos gratuitos chamados de Home Broker, permitem que seja feita a compra e venda de ações.

No Brasil, a principal Bolsa de Valores é a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão). Todas as corretoras são cadastradas no Banco Central e fiscalizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Banner will be placed here

História da Bolsa de Valores  

As primeiras ações da história foram emitidas em 1602, na bolsa de Amsterdã, pela Companhia Holandesa das Índias Orientais, que na época monopolizava a colonização da Ásia.

No Brasil, a primeira foi instalada no Rio de Janeiro, em 1845. Já houve nove bolsas de valores no país, mas atualmente, a Bolsa de Valores de São Paulo, hoje B3, é a que existe a mais tempo. 

A Bolsa de Valores de São Paulo, conhecida como Bovespa, foi criada em 1890. Desde então, passou por algumas fusões, até o ponto em que hoje é conhecida como B3.

A B3 negocia ações, futuros e mercadorias (ex: ouro, soja, café) e títulos de renda fixa

Como funciona Bolsa de Valores  

A Bolsa de Valores é dividida em dois mercados: mercado primário e secundário

Quando uma empresa abre seu capital na bolsa, eles realizam uma IPO (oferta pública inicial, com sigla em inglês). O investidor compra ações diretamente da empresa, que recebe o dinheiro. Esse é o mercado primário.

Após a realização da IPO,  as ações das empresas são negociadas no mercado secundário. Aqui, os investidores compram e vendem ações e a empresa não recebe mais dinheiro.

Índice Ibovespa e Bolsa de Valores  

O Índice Ibovespa é um indicador do desempenho das ações negociadas na B3. 

Ele é calculado a partir da média do preço das ações das empresas brasileiras com maior volume de negociação nos últimos meses, ponderadas pela participação de cada ação no índice. 

De forma simplificada, quando se diz que o índice Ibovespa subiu, deve-se entender que as ações que compõem o índice estão, em média, em alta. O oposto é verdadeiro. 

Empresas na Bolsa de Valores 

Em 2019 a B3 possui aproximadamente 500 empresas listadas na Bolsa de Valores. Essas empresas são agrupadas em setores, sendo os principais:

  • Bens industriais
  • Consumo cíclico na linha consumo não cíclico na linha financeiro na linha petróleo gás e biocombustíveis
  • Saúde
  • Telecomunicações

Historicamente pela as ações com maior participação no Ibovespa são: Petrobras, Vale, Banco do Brasil, Banco Itaú, Banco Bradesco e B3. 

Como investir na Bolsa de Valores 

O primeiro passo antes de investir na Bolsa é entender os riscos e vantagens desse investimento. É fundamental que o investidor verifique se essa modalidade está alinhada com seus objetivos e com seu planejamento financeiro.  

Por um lado, investir em ações garante melhor rentabilidade, por outro, se o investidor tem objetivos de curto prazo, o risco pode ser muito alto, devido a oscilações causadas por decisões políticas e econômicas. 

Depois de boas doses de educação financeira, o investidor deve buscar uma corretora de valores. É possível abrir uma conta em corretora através da internet e existem muitas opções.

Cada corretora tem suas taxas, que variam conforme a forma do investimento realizado (ex: compra direta ou por fundo de ações), por isso, o investidor deve pesquisar qual corretora é mais adequada para os seus objetivos.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Bolsa de Valores, consulte o artigo completo sobre Bolsa de Valores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE