A BlackRock registrou lucro líquido de US$ 1,44 bilhão no primeiro trimestre de 2022 (ou US$ 9,35 por ação), 20% maior do que o ganho de US$ 1,2 bilhão obtido em igual período do ano passado, segundo balanço financeiro divulgado nesta quarta-feira.

Com ajustes, o lucro por ação entre janeiro e março foi de US$ 9,52, superando de longe o consenso da FactSet, de US$ 8,70.

Já a receita trimestral da maior gestora de ativos do mundo cresceu 7% na mesma comparação, a US$ 4,7 bilhões, ficando praticamente em linha com a projeção da FactSet, de US$ 4,67 bilhões.

No fim de março, a BlackRock tinha US$ 9,57 trilhões em ativos sob sua administração.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Por volta das 7h30 (de Brasília), a ação da BlackRock tinha modesta alta de 0,44% nos negócios do pré-mercado em Nova York.