Conselho de Administração da Biotoscana (GBIO33) aprovou, na sexta-feira (15), o cancelamento da listagem e negociação dos seus BDRs na B3 e o cancelamento do registro de emissor estrangeiro classe "A" na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

No documento, os conselheiros dizem que essas medidas favorecem a "Companhia de forma relevante, representam seus melhores interesses, beneficiam seus negócios e têm como objetivo a continuidade de tais negócios".

Ainda segundo o comunicado:

"cada conselheiro, atuando individualmente, tem plenos poderes de substituição, sendo autorizados, capacitados e dirigidos, em nome da Companhia, a fazer e entregar, ou a fazer com que seja feito e entregue, todo e qualquer requerimento, relatório, comunicado, carta, solicitação ou outro documento perante a CVM, a B3 ou qualquer outra entidade governamental ou autoridade reguladora no Brasil".

Fonte: Estadão.