O que são Big Techs

Big techs são grandes empresas da área de tecnologia que acabam possuindo impacto e presença globais, por conta disso acabam dominando o mercado.

Essas empresas acabam se destacando por terem começado primeiramente como startups antes mesmo de se tornarem gigantes e acabarem lançando mão de altas tecnologias para fornecerem seus serviços.

A principal característica dessas empresas é o uso de modelos de negócios altamente escaláveis, que acabam possibilitando o seu alto crescimento.

O crescimento das big techs acaba ocorrendo como consequência de sua capacidade de atender a um mercado consumidor cada vez maior.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Motivos para o crescimento das Big Techs

O crescimento dessas empresas está intrinsecamente ligado a um lema muito familiar entre as startups: “fail fast, learn faster”. Que traduzindo para o português fica: “falhe rápido, aprenda mais rápido”.

A frase foi criada por Eric Ries, o qual é empreendedor e autor, e criou o lema que a grande maioria das startups segue com afinco para alcançar o sucesso empresarial.

Essa cultura empresarial que acaba não enxergando no erro um problema, mas uma possibilidade de aprender com ele, acabam obtendo sucesso com mais facilidade por meio disso.

Ao “errar cedo”, essas empresas acabam encontrando não somente a solução para o problema, mas a solução para ele. E esse, afinal, acaba se mostrando o objetivo final.

Vale ressaltar que, um outro ponto importante a ser salientado, é o profundo investimento dessas empresas em tecnologia e inovação.

Muitas vezes, além dessas empresas oferecerem produtos e serviços na área da tecnologia, elas promovem pesquisas internas para inovar o seu serviço.

Com essa mentalidade, que acaba enxergando nos erros possibilidade de melhorias, as big techs acabam gerando bens e serviços escaláveis e personalizados.

Big Techs e a importância da personalização

Antes da popularização da tecnologia digital, era bastante comum que apenas algumas pessoas com boas condições financeiras tivessem acesso a serviços personalizados.

Hoje em dia, graças ao avanço da Tecnologia da Informação e da Comunicação (TICs), é possível que muitas pessoas acabem acessando e consumindo produtos mais personalizados.

E essa possibilidade acaba sendo uma das grandes fórmulas de sucesso das big techs, pois por conta disso, é possível definir o que o consumidor queira consumir de fato.

Por sua vez, a capacidade da Inteligência Artificial (IA), acaba se mostrando fundamental para o modelo de negócio de big techs.

Sendo assim, como cada consumidor acaba apresentando demandas diferentes, acaba se destacando a empresa que consegue fornecer algo que atenda às especificidades de cada um.

O valor dos produtos e serviços das empresas big techs acaba aumentando à medida que haja uma maior necessidade no investimento em personalização de seus produtos.

Impactos das Big Techs no mercado

As big techs são empresas do futuro que acabam se encontrando no presente. Ou seja, acabam trazendo mudanças significativas em um curto prazo de tempo.

É válido ressaltar que a atuação das big techs acaba alterando a configuração de diversos segmentos do mercado da tecnologia.

Assim sendo, surgiu uma teoria de que alguns nichos de mercado estão arriscados a entrar em extinção e consequentemente desaparecer.

O fato é que as big techs influenciam muito a nossa forma de pensar, produzir e consumir. Por conta disso, essa experiência aponta que novas adaptações referentes aos consumidores são necessárias.

No fim das contas, o que caracteriza o fato das big techs crescerem exponencialmente é o fato de obterem dados de seus usuários para proveito próprio.

Como dito anteriormente, é por meio desses dados que elas acabam definindo quais produtos lançar no mercado para o consumidor.

E é o consumidor quem define se o produto terá relevância ou não.