O que é beta

Beta é uma medida de volatilidade ou de risco sistemático de um título ou uma carteira em comparação com o mercado financeiro como um todo.

O beta, no fim das contas, acaba sendo muito usado como um método de precificação de ativos de capital (CAPM).

Esse método é muito utilizado para a precificação de títulos de risco financeiro e acaba gerando altas estimativas para os retornos dos ativos.

É válido ressaltar que, a geração de estimativas do retorno esperado acaba considerando tanto os riscos dos ativos quanto o custo de capital.

Em síntese, o índice beta acaba indicando se o investimento é mais ou menos volátil do que o mercado como um todo.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Características do índice beta

O índice beta apresenta algumas características que acabam distinguindo ele dos demais índices do mercado financeiro, tais como Alfa e Sharpe.

Suas principais características são:

  • É usado principalmente na precificação de ativos de capital (CAPM), e é demonstrado como uma medida de volatilidade;
  • Os dados beta acabam fornecendo ao investidos apenas uma estimativa do risco apresentado na carteira;
  • Para que o beta acabe se tornando significativo, o estoque do produto deve estar sempre relacionado ao benchmark.

Essas são algumas das principais características do índice beta, muito presente no mercado financeiro.

Classificação do índice beta

Segundo a Ibovespa (IBOV) o beta acaba sendo igual a 1. Sendo assim, pode ser classificado da seguinte maneira:

Ações com beta maior do que 1 (agressivo): acabam possuindo uma maior volatilidade no mercado, sendo assim o risco acaba sendo maior.

Ações com beta igual a 1 (neutro): os seus preços acabam sofrendo as mesmas alterações do que os outros produtos no mercado em geral.

Ações com beta menor que 1 (defensivo): acabam possuindo uma volatilidade menor no mercado, sendo assim o risco acaba sendo menor.

Sendo assim, apesar das ações com beta menor que 1 serem menos arriscadas, consequentemente, o seu retorno acaba sendo menor.

É válido ressaltar que os fundos com beta menor que 1 são altamente indicados para investidores mais conservadores.

Enquanto os com índice superior a 1, são indicados para investidores com perfis de negócio um pouco mais arrojados.

No fim das contas, acabamos usando o índice beta para medir qualquer ação evidente no mercado financeiro, e a partir disso é possível fazer uma análise detalhada do caso.

Modo de usar o beta para compra de ações

O índice beta acaba fornecendo ajuda no momento de compra de ações, dentre as quais é válido ressaltar as seguintes abaixo.

Quando uma ação acabar apresentando o beta 0, isso significa que ele possui rentabilidade, independente do mercado em si.

Porém, quando o beta está positivo, isso pode acabar significando que o mercado está em alta e possivelmente as ações também estejam em alta.

Por sua vez, caso o beta esteja negativo, isso pode acabar significando que é uma ação defensiva, e possivelmente o mercado esteja em queda.

É válido ressaltar que, a partir do momento que há a disposição do índice beta, pode-se ter uma noção do que é mais válido investir ou não.

Sendo assim, quando é feita uma análise comparativa do índice beta, é possível analisar o andamento das aplicações financeiras.

Em síntese, o índice beta possui como principal função auxiliar na diferenciação entre ativos agressivos e defensivos.

É por meio do índice beta que o investidor acaba tendo uma noção melhor da sua aplicação monetária no mercado financeiro.

Porém, é válido ressaltar que esse indicador acaba não servindo para previsões futuras do investidor, mas somente para ajudá-lo em relação às estatísticas do mercado.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é índice beta, consulte o artigo completo sobre índice beta.