O que é Bem Inferior

Bem Inferior é um um termo econômico que descreve um objeto ou serviço de consumo cuja demanda varia de acordo com o nível de renda dos consumidores.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Entende-se o Bem Inferior como uma segunda ou mesmo terceira opção, algo que só é consumido por razões de controle de gastos

Portanto, uma vez que o consumidor consiga aumentar a sua renda, ele deixará de consumir aquele Bem Inferior, em favor de opções de melhor qualidade.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Conceito de Bem Inferior

Um Bem Inferior pode tanto ser um produto quanto um serviço. Uma das principais características de um Bem Inferior é sua fácil acessibilidade.

Em outras palavras, quase sempre um bem inferior é:

  • Barato;
  • Fungível, ou seja, facilmente substituível;
  • De qualidade não garantida. 

No entanto, é importante destacar que um Bem Inferior não é necessariamente algo obsoleto. Um bem inferior pode conviver em harmonia com bens de qualidade superior.

É justamente por isso que um Bem Inferior é classificado principalmente quanto a sua demanda em relação à renda das pessoas. 

As pessoas sempre podem recorrer a um bem inferior na ausência ou inacessibilidade de um bem que é capaz de proporcionar mais satisfação, e que por isso é mais caro.

Algo que não acontece quando o bem é classificado como obsoleto. Algo que é obsoleto não tem mais função para a sociedade e portanto praticamente inexiste mercado para aquilo.

Exemplos de Bem Inferior

Exemplos de Bem Inferior são abundantes no dia-a-dia das pessoas. Objetos comuns de consumo como roupas possuem uma grande variedade em sua qualidade.

São incontáveis as marcas de roupas que podem ser consideradas um Bem Inferior. E isso se deve a qualidade dessas roupas. 

O tecido com que as roupas são feitas pode não ser bom; a costura talvez seja desleixada; o acabamento mal feito e nem possuam estampas ou detalhes decorativos.

Isso tudo é considerado no momento de precificar um item de consumo e, portanto, quanto menor a qualidade da matéria prima utilizada, mais barato e acessível será esse item.

Quanto aos serviços, o transporte público pode ser considerado um Bem Inferior pelas pessoas, visto que aquelas que têm possibilidade de andarem de carro ou avião, o farão.

Neste caso, os critérios de avaliação são o conforto e a agilidade. Um ônibus é um veículo e um bem não-rival, ou seja, várias pessoas podem utilizá-lo ao mesmo tempo.

Por causa disso, o nível de controle sobre quais pessoas podem utilizar um ônibus é muito baixo. A pessoa pode ter que dividir o espaço com outras pessoas que ela não gosta.

E para conseguir atender ao maior número de pessoas possível, fazendo jus a classificação de transporte público, o ônibus tem que fazer inúmeras paradas não solicitadas pelos seus passageiros.

Essas paradas, por sua vez, fazem com que a viagem acabe se alongando mais do que muitos passageiros gostariam. Fazendo com que apenas utilize o ônibus quem não tem opção.

E por essa razão o transporte público é considerado um bem inferior, e outros serviços análogos que possuem opções privadas ou privativas, também.

Bem inferior e o serviço público

Apesar de parecer uma conclusão fácil de se chegar, nem todo serviço público é um Bem Inferior, pois para algo ser considerado um Bem Inferior, é necessário haver opções melhores.

A realidade é que nem sempre uma sociedade dispõe de concorrência para determinados serviços ou produtos oferecidos pelo governo.

Algumas razões para isso são:

  • Um governo ditatorial que impede ou restringe o livre mercado;
  • Grande regulação sobre um determinado setor;
  • Áreas de interesse estratégico.

Bens ou serviços que se enquadram nessa situação, podem ou não ter uma qualidade satisfatória. A régua de comparação não existe ou é muito curta.

O que se pode concluir é que, para que haja opções melhores a um Bem Inferior, é necessário haver concorrência.