O que é Bear Market
SIMULE AGORA

Bear Market

O que é Bear Market. Entenda melhor o conceito de Bear Market e descubra sua importância!

O que é Bear Market

Bear Market é um termo utilizado no mercado financeiro que designa um período de baixa expectativa e também de queda de um ativo, setor ou mercado.

Geralmente se utiliza esse termo para se referir a bolsa de valores, que por ser um mercado de renda variável, acaba sofrendo com constantes tendências de baixa ou queda.

O Bear Market pode durar uma quantidade de tempo bastante variada, desde semanas até décadas.

Banner will be placed here

Bear Market na prática

Não existe uma única explicação possível para o Bear Market. Esse período da economia ou da evolução de um ativo financeiro ou mercado, é imprevisível.

Mas mesmo que ele seja imprevisível, isso não significa que ele não possa ter um gatilho específico. E na maioria das vezes esse gatilho acaba ativando outros.

O Bear Market funciona como uma fila de peças de dominó. Se você derrubar uma, você provocará todas as peças a frente a serem derrubadas.

Se pegarmos o mercado de ações como exemplo, caso uma empresa grande e confiável venha a ter uma grande queda, isso pode gerar desconfiança e insegurança nos investidores.

Desconfiados e inseguros, esses investidores irão retirar o seu dinheiro dessa empresa. Porém, não apenas dela, pois eles estão apreensivos com o mercado em geral.

Isso irá causar uma fuga de investidores da bolsa de valores, que fará com que a queda de praticamente todas as ações seja generalizada. E nesse momento o Bear Market está instaurado. 

Podemos assim resumir a cadeia de eventos desta forma:

  • A ação de uma grande empresa cai e a confiança no mercado de ações se abala;
  • Investidores retiram seus investimentos de outras empresas;
  • O mercado cai ainda mais deixando os investidores ainda mais medrosos;
  • O medo faz com que os investidores vendam mais ações e os preços caiam ainda mais.

Este ciclo se repetirá por tempo indeterminado, até que o mercado esteja cansado, ou as consequências no mundo real estejam insuportáveis.

E vale a ressalva: não é possível prever quando este ciclo de baixas e pessimismo, o Bear Market, chegará ao seu fim.

Bear Market e suas consequências

O período de Bear Market pode ser comparado com períodos de recessão econômica, ou até mesmo depressão econômica.

Na realidade, estes conceitos estão interligados, visto que se uma economia entra em recessão ou depressão, o seu mercado também passa por períodos de pessimismo e baixa desenfreada.

E existem muitas razões que podem provocar uma recessão, desde fatores externos como guerras, até fatores internos, como o próprio Bear Market.

Portanto, o Bear Market é uma situação que acontece ao mesmo tempo de uma recessão, mas também pode precedê-la e ser a sua causa. 

Por outro lado, não existe uma economia em recessão que não esteja passando também por um período de Bear Market.

Por fim, as consequências que um Bear Market pode ter no mundo real são as seguintes:

  • Início de um período de recessão econômica;
  • Aumento considerável na taxa de desemprego;
  • Fuga de capital estrangeiro;
  • Aumento do custo de vida devido ao crescimento da inflação.

Bear Market e Bull Market

Existe um outro termo também muito utilizado no mercado para definir um período oposto ao do Bear Market, este termo é o Bull Market.

O Bull Market representa um momento no mercado em que os investimentos e as empresas estão se valorizando e as pessoas estão otimistas, investindo cada vez mais.

Por isso, assim como acontece com o Bear Market, o período de Bull Market é imprevisível, e nunca se sabe quando o topo será finalmente atingido.

É um fato que quando o Bull Market chega ao seu apogeu, neste momento se inicia o Bear Market. O inverso também é verdade.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Bear Market, consulte o artigo completo sobre Bear Market.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE