O que é Banqueiro

Banqueiro é o dono do banco. É a pessoa que comanda essa instituição financeira como proprietário. 

Também pode se considerar banqueiro o diretor do banco ou mesmo sócio majoritário, contanto que seja a pessoa que possui a maior parte da responsabilidade administrativa.

Banqueiros possuem um papel muito importante dentro da sociedade, sendo responsáveis pela boa gerência de quase todo o dinheiro que circula no mercado.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Qualificações para ser Banqueiro

Para ser um banqueiro não é necessário nenhuma formação acadêmica específica, por mais que conhecimentos administrativos sejam sempre úteis.

O principal requisito para ser um banqueiro é ter acesso a um grande volume de capital que possa ser emprestado para outras pessoas e ser dono de um banco.

Vale ressaltar que para emprestar dinheiro às pessoas de forma legal não é necessário ser dono de um banco. Para essa finalidade existe algo chamado banqueiro individual. 

No Brasil essa modalidade de empresa foi aprovada em 2019, o que permite às pessoas físicas emprestarem seu dinheiro a troco de juros sem precisarem ser donas de um banco.

A importância do Banqueiro

A influência que o banqueiro exerce na sociedade ao estar à frente de um agente econômico como o banco pode ser medida de forma direta ou mesmo indireta.

De forma direta, é o banqueiro quem dita quais serão os serviços do banco, como estes serviços serão prestados e qual é o público que o banco se especializará em atender.

Em outras palavras, o Banqueiro se atenta mais à parte estratégica do que da parte operacional, que por sua vez é feita pelo bancário.

Já de forma indireta, o banqueiro acaba se tornando responsável pela vida de inúmeras famílias que dependem dos seus empréstimos.

Se um Banqueiro não for responsável com os rumos do seu banco, a instituição financeira pode vir a falência, o que causaria consequências negativas para a sociedade.

A falência de um banco afeta: 

  • Os clientes pessoa física, ou seja, aquela pessoa que tinha dinheiro guardado na instituição, fosse para render juros ou investido em produtos; 
  • Clientes pessoa jurídica, ou seja, as empresas, em sua maioria as pequenas, que dependiam dos serviços de concessão de crédito ofertado pelo banco;
  • Outros bancos os quais esse banco emprestava dinheiro ou detinha dinheiro emprestado para ajudar na liquidez das suas operações.

Muitos bancos que já vieram a bancarrota no passado só o fizeram porque o Banqueiro permitiu que o banco ofertasse produtos de qualidade duvidosa, o que acabou gerando uma crise.

Uma dessas crises aconteceu nos EUA recentemente devido a ingerência de mais de um Banqueiro irresponsável, que foi a crise dos subprimes de 2007.

Banqueiros importantes na história

É um fato que para ser banqueiro é necessário ter muito dinheiro. Por sua vez, não é de todo estranho que quem tenha muito dinheiro tente trazer retornos à sociedade.

Alguns banqueiros ao longo da história ficaram famosos justamente por essa filantropia e investimentos diversos. Veja três deles.

Robert Morris

Este banqueiro, fundador do Bank of North America foi uma das figuras mais importantes durante a revolução dos Estados Unidos da América no século XVIII.

Morris mais 10 mil dólares para o governo dos EUA para ajudar os soldados necessitados de provisões para a batalha de Trenton, e também financiou navios que carregavam suprimentos.

Charles Rotschild

Filho de Nathaniel Rothschild e herdeiro do império de bancos Rothschild, Charles é mais do que um banqueiro, exercendo também o ofício de entomologista e conservacionista.

Charles usou muito de sua fortuna para fundar reservas de proteção à vida animal em áreas às quais a natureza pudesse ser estudada.

Felix Rohatyn

Durante os anos 70, Nova York estava vivendo um de seus piores momentos, a ponto de declarar falência, sem investimentos e mal administrada.

Ao ser apontado como consultor financeiro especial, Felix Rohatyn conseguiu contornar a situação ao passar 6 meses ajustando o orçamento da cidade e negociando acordos.

Felix passou a maior parte da sua carreira trabalhando na Lazard.