Banco Inter (BIDI11) Anuncia Entrada na Guerra das Maquininhas
| , , ,

Banco Inter (BIDI11) Anuncia Entrada na Guerra das Maquininhas

A participação na Granito faz parte da estratégia do Inter de adquirir novas empresas de forte base tecnológica e perfil inovador.

Por
Atualizado em 18/11/2020

O Banco Inter (BIDI11) informou na última terça-feira (17), através de fato relevante, que, o Conselho de Administração, aprovou a celebração de um Memorando de Entendimentos Vinculante para aquisição pelo Inter de participação societária na BMG Granito Soluções em Pagamento.

A participação na Granito faz parte da estratégia do Inter de adquirir novas empresas de forte base tecnológica e perfil inovador.

Banner will be placed here

Fundada em 2015, a Granito atua no setor de captura de pagamento, desenvolvendo produtos customizados para seus clientes.

 Atualmente, trabalha com mais de 20 bandeiras, possui mais de 20 parceiros e escritórios comerciais próprios.

A empresa possui mais de 27 mil clientes, com um volume total em compras (TPV) de cerca de R$ 1 bilhão nos primeiros nove meses de 2020, e conta com softwares proprietários que geram uma grande flexibilidade para o crescimento das cinco avenidas do Inter. 

A operação tem como objetivo aprimorar a experiência de correntistas PJ, que terão uma oferta de produtos e serviços ainda mais completa, além de fortalecer a Inter Shop.

“A adquirência é o braço que faltava para empresas de médio porte e, com a Granito, estamos trazendo tecnologia de ponta e 100% proprietária. Vamos entrar no mundo digital da adquirência, ganhar escala para atender os mais de 600 mil empresários correntistas do Inter”, diz João Vitor Menin, CEO do Inter. 

“Com essa aquisição também damos mais um passo importante para construirmos uma cadeia completa de FMS (Full Merchant Services), com banco, adquirência e, no futuro, um sistema de gestão (ERP)”, acrescenta.

Através de um gateway de pagamentos próprio, o Inter vai acelerar e expandir ainda mais a frente de shopping, além de permitir explorar o acesso ao Inter Shop para milhões de clientes não correntistas.

“Cada vez mais sabemos que pagamentos, crédito e e-commerce caminham juntos, em uma relação umbilical, e este investimento será fundamental para construirmos uma plataforma digital aberta e de sucesso”, finaliza Menin.

O fechamento definitivo da operação está sujeito à aprovação pelo Banco Central do Brasil e do CADE, sendo que quando do fechamento, o Inter informará ao mercado acerca da conclusão desta operação.

Com o fechamento da operação, o Inter realizará um aporte primário de R$ 90 milhões e passará a deter 45% do capital social da Granito, se juntando ao Banco BMG e aos executivos da Granito que deterão, respectivamente, 45% e 10% do capital da companhia.

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE