O que é balanço patrimonial

Balanço patrimonial

O que é balanço patrimonial. Entenda melhor o conceito de balanço patrimonial e descubra sua importância!

O que é balanço patrimonial

Balanço patrimonial é uma demonstração contábil e/ou financeira cuja finalidade reside na apresentação da posição financeira e patrimonial de uma organização em determinado período.

Na prática, o balanço patrimonial representa uma posição estática que compreende todos os bens e direitos (Ativo), as obrigações (Passivo) e o patrimônio líquido das organizações em determinado período.

Vale destacar, que através do balanço patrimonial será apresentado o patrimônio da entidade tanto da forma quantitativa quanto qualitativa, ou seja, cada item será apresentado com o seu valor correspondente.

Banner will be placed here

Classificação das contas em um balanço

A legislação aplicável e as regras contábeis determinam que o balanço patrimonial deve conter uma estrutura básica, formada por contas e subcontas, classificadas nos grupos do ativo, do passivo e também do patrimônio líquido.

Ativo: Através do balanço patrimonial será apresentado o patrimônio da entidade tanto da forma quantitativa quanto qualitativa, ou seja, cada item será apresentado com o seu valor correspondente.

Entre as contas que são classificadas no ativo de uma organização, destacam-se:

  • Caixa;
  • Contas a Receber;
  • Estoques;
  • Aplicações Financeiras.

No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos nelas registrados, nos seguintes grupos:

  • Ativo circulante;
  • Ativo não circulante, composto por ativo realizável a longo prazo, investimentos, imobilizado e intangível.

Passivo: No passivo são classificadas as contas representativas das obrigações cujos vencimentos ocorram durante exercícios futuros.

Entre as contas que são classificadas no passivo de uma organização, destacam-se:

  • Fornecedores (duplicatas a pagar);
  • Impostos a Recolher (geralmente as contas vêm discriminadas, por exemplo, “ICMS a Recolher”);
  • Salários a Pagar;
  • Dividendos a pagar.

No passivo, as contas serão classificadas no passivo as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de exigibilidade dos elementos nela registrados, conforme os seguintes grupos:

  • Passivo circulante;
  • Passivo não circulante;
  • Patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, ajustes de avaliação patrimonial, reservas de lucros, ações em tesouraria e prejuízos acumulados.

Patrimônio Líquido: Como parte importante do passivo em um balanço, no patrimônio líquido incluídas as contas representativas aos capitais próprios da entidade. 

São classificadas no patrimônio líquido as seguintes contas:

  • Capital Social;
  • Reservas de Capital;
  • Ajustes de Avaliação Patrimonial;
  • Ações em Tesouraria;
  • Reservas de Lucros;
  • Prejuízos Acumulados.

São recursos advindos dos proprietários (titular, sócios, acionistas) ou decorrentes da gestão do patrimônio (lucros/prejuízos apurados).

Obrigatoriedade do balanço patrimonial

Vale destacar que conforme determina o artigo 1065 do Código Civil, a elaboração do balanço patrimonial é de caráter obrigatório. 

“Art 1065: Ao término de cada exercício social, proceder-se-á à elaboração do inventário, do balanço patrimonial e do balanço de resultado econômico.”

Diferença entre balanço patrimonial e balancete

Apesar de semelhantes, o balanço patrimonial e o balancete não se confundem, uma vez que o primeiro é um relatório de caráter obrigatório, enquanto que o segundo é um relatório interno não obrigatório.

Através do balanço patrimonial será apresentado o patrimônio da entidade tanto da forma quantitativa quanto qualitativa, ou seja, cada item será apresentado com o seu valor correspondente.

A função do balanço patrimonial é servir de fonte de informações a respeito da situação contábil, patrimonial e financeira das organizações.

Nas companhias de capital aberto, o balanço patrimonial serve como fonte de informações para o público interno, como gestores e administradores e também para o público externo como investidores e fornecedores.

Outros relatórios e demonstrativos contábeis

Por fim, vale destacar, que o balanço patrimonial como também é conhecido faz parte das demonstrações contábeis obrigatórias para a maior parte das organizações.

São demonstrativos contábeis relacionados às organizações:

  • Balanço Patrimonial (BP);
  • Demonstração dos Lucros e Prejuízos Acumulados (DLPA);
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);
  • Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC);
  • Demonstração do Valor Adicionado (DVA)

É importante ressaltar, que assim como o balanço patrimonial, os demais demonstrativos também possuem um padrão de elaboração e apresentação determinado pelas normas contábeis e legais.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE