O que é balança financeira

Balança financeira é um termo utilizado na contabilidade pública para classificar e registrar todas as transações internacionais envolvendo ativos.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

São exemplos de ativos registrados na balança financeira, sempre que entram ou saem de um país:

  • Títulos Públicos Tesouro;
  • Depósitos Bancários;
  • Ações;
  • Moeda;
  • Imóveis;
  • Dentre outros.

Na prática, a maioria das transações envolvendo o fluxo de ativos entre países distintos são registrados na balança financeira.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona a balança financeira na prática

Quando o país de origem vende um ativo para outro país, a transação é registrada como uma entrada na balança financeira para o país de origem e uma saída na balança financeira do país de origem.

Se um hotel no Brasil for vendido a investidores americanos, por exemplo, essa transação deverá ser contabilizada como, uma entrada de recursos na balança financeira brasileira e uma saída de recursos na balança financeira americana.

Vale destacar, que o saldo da conta financeira é igual ao valor das entradas financeiras (itens de crédito) menos o valor das saídas financeiras (itens de débito).

Sendo assim, quando os residentes de um país vendem mais ativos a outros países do que eles compram de países estrangeiros, teremos um saldo da balança financeira positivo, criando superávit da conta financeira.

Por outro lado, quando os residentes de um país compram mais ativos de países estrangeiros do que vendem para estrangeiros, teremos um saldo da balança financeira negativo, criando um déficit na conta financeira.

Balanças primárias de um país

Na prática também pode-se dizer, que a balança financeira, é uma das balanças primárias de um país, em conjunto com a balança corrente e a balança de capital. 

Balança Corrente: A balança corrente registra as transações comerciais que uma nação faz com o resto do mundo durante um período de tempo definido, como por exemplo, um ano.

Balança de Capital: Termo utilizado na contabilidade pública para classificar e registrar as remessas de dinheiro que são trocadas entre residentes e não-residentes em um país, cujo propósito não seja a contrapartida por mercadorias ou serviços.

Em síntese a união da balança financeira, balança corrente e balança de capital, formam o sistema de balanço de pagamentos de um país.

O que é superávit e déficit na balança financeira

O déficit e o superávit são termos utilizados para refletir a condição do saldo das balanças econômicas de um país, dentre elas a balança financeira.

Mas, afinal, o que representa, na prática, o déficit e o superávit da balança financeira?

Déficit: O déficit na balança financeira indica que o volume de recursos financeiros saindo do país, em transações internacionais envolvendo ativos é maior que o volume de entradas.

Um déficit na balança financeira costuma indicar a forte saída de recursos nacionais para investimentos no exterior.

Em países desenvolvidos, é comum que uma parcela significativa das empresas decidam abrir filiais ou adquirir outras empresas fora do país.

Na prática, essa saída de recurso pode ser muito benéfica, uma vez que no futuro, os recursos investidos no exterior retornam em proporções maiores para o país de origem do investidor.

Superávit: Por sua vez, o superávit na balança financeira indica que o volume de recursos financeiros entrando no país através de transações internacionais envolvendo ativos é maior que o volume de entradas.

Um crédito na balança financeira costuma indicar uma forte captação de recursos de investidores internacionais.

A captação de recursos no mercado internacional é extremamente importante para acelerar o desenvolvimento e o crescimento de países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.

Por fim, é importante destacar, que a balança financeira não registra o volume de ativos que um país possui no mercado internacional.

Na prática, a balança financeira simplesmente registra a variação gerada pela saída e entrada de recursos financeiros destinados à compra ou venda de ativos.