A B3 (B3SA3) informou na última sexta-feira (04), através de fato relevante, que recebeu as aprovações regulatórias necessárias tanto do CADE quanto da CVM, sem quaisquer restrições, do acordo de investimento entre a B3 e a Totvs (TOTS3) por meio do qual a B3 aporta recursos no valor de R$600 milhões na Dimensa.

Com a obtenção dessas aprovações, foram cumpridas todas as condições precedentes necessárias para o fechamento da transação, que acontece na data hoje.

Sendo assim, a B3 passa a deter participação minoritária de 37,5% do capital social da Dimensa, permanecendo a TOTVS como sua controladora e única sócia da B3 nesse investimento.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da B3 no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da B3 (B3SA3) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 11 de agosto, apresentou um lucro líquido de R$ 1,19 bilhão no 2T21, uma alta de 33,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da B3 atingiu R$ 1,8 bilhão no 2T21, apresentando crescimento de 30,6% na comparação com o 2T20. 

A margem Ebitda da B3 totalizou 80,9% no 2T21, apresentando crescimento de 6,5 pontos percentuais na comparação com o 2T20.  

A margem líquida da B3 atingiu 49,4% no 2T21, apresentando crescimento de 2,7 pontos percentuais na comparação com o 2T20. 

As ações da B3 (B3SA3) acumulam queda de 9,19% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 27,90% nos últimos 12 meses.