A B3 (B3SA3) anunciou na segunda-feira (3) o lançamento de uma plataforma em nuvem para negociação de ativos de renda fixa no mercado secundário.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

A novidade, prevista para 1º de agosto, promete dar mais agilidade às compras e vendas, além de permitir um volume maior de transações.

Atualmente, títulos do Tesouro Direto, debêntures, Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) e cotas de fundos fechados são negociados na plataforma Trader, que precisa realizar a troca de arquivos entre as partes envolvidas no negócio.

Na nuvem, esse movimento fica mais ágil e a capacidade de processamento do sistema aumenta.

Nem todos os instrumentos estarão disponíveis no lançamento em agosto. Os primeiros a serem negociados no novo sistema serão os títulos do Tesouro Direto e operações casadas, que envolvem a execução de títulos públicos e contratos futuros ao mesmo tempo.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

Na segunda etapa, estarão presentes os CRAs, CRIs, cotas de fundos fechados Debêntures e Crédito de Descarbonização (CBIO).

Demais valores mobiliários de emissão pública estarão contemplados em fases suplementares. Segundo a B3, o cronograma de entrega do sistema se estende até o primeiro semestre do próximo ano.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

“Além de modernizar a tecnologia, estamos focados em entender como podemos otimizar os serviços para que eles sejam entregues de forma mais rápida, segura e com custos mais eficientes para os nossos clientes”, explica Afonso Rossatto, Head de Produtos de Renda Fixa na B3.

A novidade deve impactar pelo menos 2,6 mil investidores que estão no mercado secundário de renda fixa da B3 atualmente.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

Segundo a Bolsa, eles movimentam R$ 7,7 bilhões por dia em negociação de títulos públicos e R$ 2,3 bilhões por dia em títulos privados.

Resultado da B3 no Primeiro Trimestre de 2023

resultado da B3 (B3SA3) no primeiro trimestre de 2023 (1t23), divulgado no dia 11 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 1,1 bilhão no 1t23, uma baixa de -1,1% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. 

O Ebitda recorrente da B3 atingiu R$ 1,6 bilhão no 1T23, apresentando retração de -5,8% na comparação com o 1T22. 

A margem Ebitda recorrente da B3 totalizou 73,4% no 1T23, apresentando retração de -2,0 pontos percentuais na comparação com o 1T22.  

A margem líquida da B3 atingiu 44,3% no 1T23, apresentando retração de -3,9 pontos percentuais na comparação com o 1T22. 

As ações da B3 (B3SA3) acumulam alta de 5,74% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 35,32% nos últimos 12 meses.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Infomoney.