B2W (BTOW3) e Lojas Americanas (LAME4) Devem Unir Operações
| , , ,

B2W (BTOW3) e Lojas Americanas (LAME4) Devem Unir Operações

Em 2020, a B2W assistiu a empresas que são tradicionalmente do ramo de lojas físicas ganharem força no segmento de e-commerce.

Por
Atualizado em 22/02/2021

A varejista online B2W (BTOW3) e a Lojas Americanas (LAME4), anunciaram ontem, em fato relevante, que iniciaram estudos para uma possível combinação operacional dos dois negócios.

A medida já era cobrada por analistas como solução para destravar a avaliação das empresas.

A explicação é que, com as operações separadas, o negócio digital do grupo deixa de usar a rede de lojas físicas como pontos logísticos estratégicos para fazer os produtos chegarem aos clientes de forma mais rápida e barata.

Banner will be placed here

Em 2020, a B2W assistiu a empresas que são tradicionalmente do ramo de lojas físicas ganharem força no segmento de e-commerce.

Esse modelo multicanal já é explorado pelas concorrentes Magazine Luiza (MGLU3) e Via Varejo (VVAR3).

“Faz enorme sentido (a união). A maior desvantagem da B2W para se tornar um ecossistema e fazer frente à escalada do Magazine Luiza, do Mercado Livre ou Amazon era esse nó societário de não poder pensar o negócio como um só por causa de estruturas societárias distintas”, diz Alberto Serrentino, fundador da Varese, consultoria de varejo.

A Lojas Americanas é controladora da B2W.

Analista da XP, Danniela Eiger concorda que o movimento é positivo, mas pondera que é necessário ter mais detalhes de como a negociação se desenrolará.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

“Vemos como positivo estrategicamente, mas temos de entender quais serão os termos desse potencial movimento”, diz.

Apesar de o acordo ter sido anunciado após o fechamento do mercado, os papéis da B2W subiram quase 7% ontem, na B3.

Resultado da Lojas Americanas no Terceiro Trimestre de 2020

O resultado da Lojas Americanas (LAME4) no terceiro trimestre de 2020 (3t20), divulgado no dia 29 de outubro, apresentou um lucro líquido de R$ 35,8 milhões, alta de 348,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Lojas Americanas atingiu R$ 754,8 milhões no 3t20, apresentando retração de -0,3% na comparação com o 3t19.

A margem Ebitda da Lojas Americanas totalizou 14,7% no 3t20, apresentando retração de -1,2 ponto percentual na comparação com o 3t19. 

A Margem líquida da Lojas Americanas atingiu 0,7% no 3t20, apresentando crescimento de 0,5 ponto percentual na comparação com o 3t19.

As ações da Lojas Americanas (LAME4) acumulam queda de 1,87% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 9,13% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Estadão Conteúdo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE