O que são Ativos
SIMULE AGORA

Ativos

O que são Ativos. Significado, para que serve e como diferenciá-los.

O que são Ativos

Ativos correspondem aos bens, valores, créditos e direitos que formam um patrimônio e que podem ser convertidos em meios monetários, isto é, as aplicações, a conta bancária, máquinas, valores em caixa, etc.

Dito de outro modo, o termo faz referência aos itens, de uma pessoa física ou jurídica, que possuem valor comercial e que são passíveis de serem negociados no mercado.

No que se refere à contabilidade, os ativos compõem o balanço patrimonial, sendo a parte positiva desse, e são parte das fontes principais de geração de dinheiro.

Vale lembrar que esse é um daqueles conceitos básicos e essenciais para a compreensão de diversas áreas, como o mercado financeiro, contabilidade e até direito patrimonial. 

Banner will be placed here

Tipos e Classes de Ativos

Os ativos podem ser divididos e subdivididos de acordo com suas características, como seu prazo de conversão em dinheiro e sua substância. Vejamos alguns tipos e exemplos de ativos.

Os ativos circulantes são aqueles que rapidamente, até doze meses, podem ser convertidos em meios monetários, logo, que possuem maiores graus de liquidez.

Exemplos: a) Estoques, como matéria-prima, produtos em elaboração e mercadorias; b) Depósitos bancários e dinheiro em caixa; c) Dívidas de clientes; d) Impostos a recuperar.

Os ativos não circulantes, ao contrário do anterior, necessitam de um prazo maior para a realização, ou seja, aqueles que se mantêm na empresa em um tempo além do exercício social.

Exemplos: a) Ativo intangível, ou imobilizado incorpóreo, como marcas e patentes; b) Ativo fixo, ou Imobilizado corpóreo, como terrenos, construções e até recursos naturais; c) Ativo financeiro, como partes de capital em empresas.

Portanto, como foi dito acima, a partir do prazo de realização do ativo, os dividimos em dois grupos, no entanto, existem outras subdivisões conforme sua substância.

Os principais ativos de uma empresa

No meio financeiro, alguns tipos de ativos são mais frequentes e relevantes, como os intangíveis, os tangíveis e os financeiros. Falaremos brevemente sobre cada um deles.

Ativos intangíveis têm duas características principais que os definem. 

Primeiramente, são bens ou direitos não monetários que, portanto, não são representados por dinheiro ou por quantias fixas. Em segundo lugar, não têm uma substância física ou uma materialidade, logo, não existem fisicamente. 

Eles são peças importantes de uma empresa moderna, pois possuem valor e podem diferenciar uma empresa em seu ramo. Vejamos alguns exemplos: softwares, licenças, direitos autorais, patentes, capital intelectual.

Já os ativos tangíveis se opõem aos anteriores por apresentarem uma materialidade e serem utilizados para a manutenção da atividade da empresa. Logo, são bens de natureza permanente, como prédios e imóveis.

Ativos e mercado financeiro

Os ativos financeiros são, resumidamente, aqueles ativos que podem ser negociados no mercado financeiro ou de capitais, como ações, depósitos, moedas, ouro, investimentos e outros.

Existem três grandes tipos de ativos financeiros no mercado: a) ativos de geração de renda – fundos imobiliários e ações; b) ativos de reserva financeira – títulos públicos; c) ativos de crescimento – fundo de índice (ETF).

Vale lembrar que saber diferenciá-los é uma tarefa importante para qualquer investidor, pois um bom diagnóstico pressupõe uma boa alocação de ativos

Balanço Patrimonial, Ativos e Passivos

Acima, mencionamos algo sobre o balanço patrimonial. Esse balanço nada mais é do que um relatório contábil que evidencia a posição patrimonial e financeira de um indivíduo ou de uma organização.

Portanto, é nesse relatório que encontramos os ativos e os passivos. Os ativos estão geralmente contrários aos passivos, pois se os primeiros são bens e direitos que geram receita, os segundos são as dívidas com terceiros.

Um bom balanço patrimonial permite bons planejamentos, fornece informações e dados relevantes sobre a economia da empresa e também apresenta a evolução do patrimônio.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE