O que são Ativos financeiros
SIMULE AGORA

Ativos financeiros

O que são Ativos financeiros. Significado, características, exemplos e vantagens.

O que são Ativos financeiros

Ativos financeiros são bens ou direitos líquidos intangíveis, decorrentes de algum direito contratual, que podem gerar rendimentos para uma empresa ou para uma pessoa física.

De maneira mais geral, são todos os ativos que têm algum valor derivado de uma reivindicação contratual e que podem ser negociados no mercado financeiro ou de capitais, regulado pela CVM.

Neste artigo, veremos quais as características dos Ativos financeiros, alguns exemplos e suas vantagens perante outros ativos.

Banner will be placed here

Características dos Ativos financeiros

Os Ativos financeiros têm dois principais atributos: a liquidez e a intangibilidade. Vejamos cada um deles.

Primeiramente, os ativos financeiros devem ser líquidos, o que nos possibilita convertê-los em dinheiro de acordo com seu valor de mercado. Em termos formais, significa dizer que eles são traduzidos em meios monetários facilmente.

O grau de liquidez varia conforme o tipo do ativo financeiro, podendo ser de alta ou média liquidez. 

Em segundo lugar, os Ativos financeiros não têm nenhuma substância física pré-definida. São intangíveis por não existirem fisicamente, como um terreno ou um imóvel. 

Por fim, os Ativos financeiros variam conforme os prazos de uma aplicação financeira: curto, médio ou longo prazo.

Em geral, podemos dividi-los em três categorias. Vejamos detalhadamente cada uma delas, conforme sua rentabilidade, seus riscos e seus prazos.

Ativos de reserva financeira: esta opção, indicada para quem deseja guardar dinheiro, é a que proporciona investimentos mais seguros, portanto, pouco arriscados e com rendimento baixo.

São considerados de reserva financeira por serem de fácil resgate e servirem para emergências.

Ativos geradores de renda: são os ativos que garantem ao investidor uma fonte de rendimento periódica, com rentabilidade razoável e ainda pequenos riscos, embora com flutuações de valor.

Ativos de crescimento: se caracterizam pelo rendimento alto a longo prazo, mas que apresentam riscos maiores decorrentes da volatilidade de curto prazo.

São indicados para investidores mais ousados e que dispõe de mais tempo para construir seu patrimônio.

Todas as três opções podem ser levadas em conta na hora de elaborar sua carteira diversificada a depender do seu perfil de investimento e de seus objetivos de curto, médio e longo prazo.

Exemplos de Ativos financeiros

Os exemplos de Ativos financeiros podem ser classificados de acordo com a forma de remuneração, podendo ser de renda fixa ou de renda variável. Vejamos alguns exemplos.

Os Ativos financeiros de renda fixa oferecem rendimentos conforme uma taxa fixa de retorno, cuja porcentagem pode ser conhecida no momento da aplicação (prefixado) ou definida conforme uma taxa variável (pós-fixada).

Os exemplos mais comuns desse tipo de renda são a poupança, o CDB, o LCI e LCA, Tesouro Direto e Debêntures.

Já os Ativos financeiros de renda variável não demonstram certeza de rendimento, tampouco sua taxa. É possível que o preço suba, caia ou se estabilize e, por isso, sua situação é variável.

Os exemplos mais comuns de renda variável são ações de uma empresa, fundos de ações, fundos multimercado, fundos imobiliários e derivativos.

Vantagens dos Ativos financeiros

Os Ativos financeiros são primordiais para qualquer processo de geração de renda, no entanto, cada uma de suas modalidades apresentam vantagens e desvantagens.

Os ativos de reserva financeira, como as tradicionais poupanças, são de resgate imediato e poucos riscos, mas carregam pequenos rendimentos. O ideal seria manter apenas um valor para emergências.

Os ativos de geração de renda, como algumas ações e fundos imobiliários, garantem uma remuneração periódica ao investidor que deseja uma rentabilidade superior à da poupança.

Por último, os ativos de crescimento são ideais para investidores mais experientes e com uma carteira arrojada. Vale lembrar que seus valores oscilam bastante, portanto é necessário ser tolerante aos riscos.

Conforme demonstramos neste artigo, todos os ativos financeiros oferecem algum tipo de rendimento, mas eles variam conforme seu potencial. O melhor seria identificar seu perfil de investimento e diversificar sua carteira.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE