Assaí Atacadista (ASAI3) Aprova Desdobramento de Ações
SIMULE AGORA
| ,

Assaí Atacadista (ASAI3) Aprova Desdobramento de Ações

O Assaí Atacadista (ASAI3) informou que foi aprovado a proposta de desdobramento da totalidade das ações ordinárias da companhia.

Por
Atualizado em 12/08/2021

O Assaí Atacadista (ASAI3) informou na quarta-feira, 11, através de fato relevante, que os acionistas reunidos em Assembleia Geral Extraordinária da companhia aprovaram a proposta de desdobramento da totalidade das ações ordinárias de emissão da companhia.

Com a aprovação do desdobramento, cada ação de emissão da companhia foi desdobrada em 5 ações da mesma espécie, sem a modificação do valor do capital social.

Com o desdobramento, o capital social da companhia permanece no montante de R$786,7 milhões, e passa a ser dividido em 1.346.499.295 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, e o capital autorizado passará a ser de 2 bilhões de ações ordinárias.

Banner will be placed here

As ações ordinárias resultantes do desdobramento conferirão integralmente aos seus titulares os mesmos direitos e vantagens das ações atualmente existentes, inclusive a dividendos, juros sobre capital próprio e bonificações.

A data-base do Desdobramento na B3 (B3SA3) será 11 de agosto de 2021, sendo que as ações serão negociadas ex-desdobramento na B3 a partir de 12 de agosto de 2021, inclusive.

O crédito das ações desdobradas será realizado automaticamente na conta dos acionistas no dia 16 de agosto de 2021 pela instituição financeira prestadora dos serviços de ações escriturais da companhia, Itaú Corretora de Valores (ITUB4).

Não será necessário que os detentores-de ações ordinárias, na data-base do Desdobramento, tomem qualquer medida para receber as ações ordinárias adicionais.

Como resultado do Desdobramento, não haverá alterações no número de American Depositary Shares da companhia, mas somente modificação da proporção de ADSs para ações ordinárias, de 1 ADS representando 1 ação ordinária de emissão da Companhia, para 1 ADS representando 5 ações ordinárias de emissão da companhia.

Tendo em vista que o Desdobramento e a Alteração da Proporção dos ADSs não irão alterar o número de ADSs detidos pelos seus respectivos titulares, nenhum novo ADS será emitido ou distribuído.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações de Empresas com Maior Potencial de Valorização Hoje.

A companhia apresentará um aditamento à Declaração de Registro dos ADSs no Formulário F-6 da U.S. Securities and Exchange Commission (SEC) com eficácia posterior, contendo o formulário alterado do American Depositary Receipt refletindo a Alteração da Proporção dos ADSs.

A companhia estima que a Alteração da Proporção dos ADSs se tornará efetiva em ou por volta de 17 de agosto de 2021.

Não será necessário que os detentores de ADSs tomem qualquer medida para que a Alteração da Proporção dos ADSs ocorra. A Alteração da Proporção dos ADSs ocorrerá automaticamente e os ADSs existentes continuarão válidos e não terão que ser trocados por novos ADSs.

O JPMorgan Chase Bank, na qualidade de depositário dos ADSs, suspenderá a emissão e cancelamento de ADSs a partir do fechamento do pregão em 13 de agosto de 2021 até a abertura do pregão de 20 de agosto de 2021.

Isso significa que, durante esse período, os detentores de ADSs não poderão resgatar seus ADSs e receber ações ordinárias subjacentes, e os detentores de ações ordinárias não poderão depositar suas respectivas ações ordinárias para receber ADSs.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações de Empresas com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Entretanto, o fechamento dos livros de emissão e cancelamento não afeta a negociação dos ADSs, de modo que seus detentores poderão negociá-las normalmente durante esse período.

A realização do Desdobramento tem como propósito aumentar a liquidez das ações ordinárias da companhia na B3.

Considerando que uma quantidade maior de ações ordinárias em circulação, potencialmente, gera incremento nos negócios, bem como possibilitar um ajuste na cotação das ações de emissão da companhia, tornando o preço por ação mais atrativo e acessível a um maior número de investidores.

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE