Resultado BRF (BRFS3) 2020: Lucro de R$ 307 M no 2t20
| ,

Resultado BRF (BRFS3) 2020: Lucro de R$ 307 M no 2t20

BRF divulgou seus resultados referentes ao 2t20, confira os destaques e se vale a pena investir na BRFS3.

Por
Atualizado em 13/08/2020

Os resultados da BRF (BRFS3) referente a suas operações do segundo trimestre de 2020, foram divulgados no dia 12/08.

Veja neste artigo os principais destaques do resultado da BRF do 2t20 e a análise fundamentalista da empresa.

Confira o calendário de divulgação de resultados do 2t20 das empresas listadas na Bolsa de Valores e a análise das empresas que a equipe do The Capital Advisor está realizando.

Leia até o final e descubra se a ação BRFS3 vale a pena.

Sobre BRF

A BRF foi constituída através da fusão entre Perdigão e Sadia, com mais de 85 anos de história, é considerada uma das maiores companhias de alimento do mundo.

A companhia apresenta um extenso portfólio de marcas bastante conhecidas como Sadia, Perdigão, Qualy, Chester, Kidelli, Perdix e Banvi. 

Suas principais áreas de atuação são: 

  • Criação, produção e abate de aves e suínos;
  • Industrialização;
  • Comercialização e distribuição de carnes in-natura;
  • Produtos processados;
  • Massas;
  • Margarinas.

Com mais de 100 mil colaboradores pelo mundo, cerca de 40 plantas industriais no Brasil e no exterior, a BRF tem um portfólio com mais de cinco mil itens. Para fazer os seus produtos chegar ao consumidor, conta com 47 centros de distribuição, 27 dos quais no Exterior.

Composição acionária da BRF

Acionista ON PN Total
Outros 79,0% 0% 79,0%
Petros Fundação Petrobras de Seguridade Social 11,4% 0% 11,4%
Previ – Caixa Previdência Funcionários Banco Do Brasil 9,5% 0% 9,5%
Ações Tesouraria 0,1% 0% 0,1%
Banner will be placed here

Avaliação de Governança

A empresa está listada na Bolsa de Valores no segmento Novo Mercado, nível mais alto da B3.

Empresa BRF S.A.
Código BRFS3
Subsetor Alimentos Processados
Segmento de Listagem Carnes e Derivados
Tag Along 100%
Free Float 79%
Principal Acionista Petros Fundação Petrobras de Seguridade Social
Site https://ri.brf-global.com/

A empresa possui um free float acima de 25%, o que não representa nenhum problema de liquidez nas negociações das ações para o acionista.

A empresa possui um tag along de 100%, indicando que o acionista minoritário estará protegido se os controladores da empresa vendam sua participação na companhia.

Ambos indicadores ajudam na análise da governança corporativa da empresa, porém não dizem respeito da sua capacidade de geração de caixa ou de sua rentabilidade.

Agora chegou a hora analisar os resultados e os principais múltiplos da análise fundamentalista da companhia.

Conhece as Maiores Ações de Dividendos? Baixe Grátis o “Ranking das Top 10 Pagadores de Dividendos”.

Resultado BRF no 2t20

A empresa apresentou um lucro líquido de R$ 307 milhões no 2t20, uma alta de 60,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Confira os principais destaques dos resultados da BRF do segundo trimestre de 2020:

Indicador 2t20 1T20 % 2t19 %
Margem Ebitda (%) 11,3% 14,0% -2,7 p.p. 18,6% -7,8 p.p.
Margem Bruta (%) 21,7% 25,2% -3,4 p.p 25,1% -3,3 p.p.
Margem Líquida (%) 3,4% -0,4% 3,8 p.p 3,9% -0,5 p.p.

Resultados Operacionais da BRF no 2t20

Segmento Brasil

As restrições causadas pela pandemia de Covid-19 alteraram o hábito dos consumidores, impulsionando a preparação e o consumo dos alimentos dentro de casa.

Assim, com o pequeno e grande varejo absorvendo volume do foodservice, as vantagens competitivas da empresa foram realçadas.

A performance das marcas que compõe a BRF apresentou crescimento de 3,1  p.p.  Quando comparado ao primeiro semestre de 2019, sendo:

  • Perdigão 1,9  p.p.; 
  • Sadia 1,2  p.p.;
  • Qualy 0,6  p.p.

A empresa buscou reforçar  também sua presença na mídia, com um crescimento de 14,5% no investimento digital das suas marcas.

No terceiro bimestre de 2020, a BRF atingiu 43,4% de market share em valor consolidado, apresentando uma queda de 0,8  p.p. em relação ao mesmo período do ano anterior.

Conforme anunciado no primeiro trimestre de 2020, a Companhia, em conexão com seu modelo atual de gestão, alterou a maneira de reportar o segmento internacional. A partir do início de 2020, o segmento passou a ser gerenciado em três diferentes blocos, a saber:

Segmento Internacional (Ásia)

No 2T20, a receita líquida do mercado asiático totalizou R$1,4 bilhão, crescimento de 22,9% em relação ao mesmo período do ano anterior,

O surto de Peste Suína Africana continua impactando a oferta em diversos países asiáticos, resultando em maior demanda pelos produtos importados.

Na China, os volumes cresceram 70% no período, favorecidos essencialmente por um maior número de plantas habilitadas durante o segundo semestre de 2019.

No Japão, houve erosão nos preços médios, compensado parcialmente por Cingapura, onde a demanda por produtos congelados cresceu, em detrimento à demanda por produtos de outros mercados.

Assim, o lucro bruto atingiu R$381 milhões no 2T20, alcançando uma margem bruta de 26,8% um aumento de 4,6 p.p. Na comparação ano a ano.

Segmento Internacional (Distribuição Halal – Halal DDP)

A receita líquida na Distribuição Halal totalizou R$1,8 bilhão no 2T20, um aumento de 15,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Na Turquia, apesar do redirecionamento de volumes do foodservice para o modern trade com maior intensidade, fatores como a crise econômica, desvalorização da lira turca e intercorrências no fluxo de exportações para o Iraque, contribuíram para afetar o desempenho da Companhia.

O market share, na região encerrou o trimestre com uma participação de 37,1%, consolidando a liderança no mercado, apesar de todos os impactos mencionados. 

Segmento Internacional (Exportações Diretas)

No 2T20, a receita líquida das Exportações Diretas totalizou R$962 milhões, queda de 23,2% na comparação ano a ano.

Ainda assim, a empresa acredita que com a retomada da atividade econômica em diversas regiões, a demanda dos clientes do food service e contas globais (caterings, hotelaria) e o potencial decorrente de novas habilitações obtidas pela Companhia, melhora a perspectiva futura deste segmento.

Conhece as Maiores Ações de Dividendos? Baixe Grátis o “Ranking das Top 10 Pagadores de Dividendos”.

Resultados Financeiros da BRF no 2t20

A receita líquida da BRF atingiu R$ 9,1 bilhões no 2t20, apresentando alta de 9,2% na comparação com o 2t19.

O Lucro Bruto da BRF atingiu R$ 1,9 bilhões no 2t20, apresentando retração  de 5,4% na comparação com o 2t19. 

O Ebitda da BRF atingiu R$ 1 bilhões no 2t20, apresentando retração de 33,3% na comparação com o 2t19.

A margem Ebitda da BRF totalizou 11,3% no 2t20, apresentando retração de 7,2 ponto percentual na comparação com o 2t19. 

O resultado financeiro líquido da BRF totalizou um prejuízo de R$ 190 milhões no 2t20, apresentando crescimento de 69,3% quando comparado ao 2t19.

No 2t20, as despesas administrativas cresceram 39,9% em relação ao 2t19.

A Margem bruta da BRF atingiu 21,7% no 2t20, apresentando retração de 3,3 ponto percentual na comparação com o 2t19. 

O lucro líquido da BRF atingiu R$ 307 milhões no 2t20, apresentando crescimento de 60,8% na comparação com o 2t19.

Gráfico lucro trimestral BRFS3 2t2020
Gráfico: Histórico de lucros trimestrais da BRF. Fonte: GuiaInvest.

A Margem líquida da BRF atingiu 3,4% no 2t20, apresentando retração de 0,5 ponto percentual na comparação com o 2t19.

Para fazer uma análise do desempenho da empresa, quanto a empresa gera de retorno financeiro, avalie também outros indicadores de rentabilidade, como o giro do ativo e o Retorno sobre o Ativo (ROA).

Conhece as Maiores Ações de Dividendos? Baixe Grátis o “Ranking das Top 10 Pagadores de Dividendos”.

Endividamento da BRF

Os indicadores de endividamento da BRF estão fora da normalidade, apresentando uma dívida líquida / patrimônio líquido de 352,9%, acima da sua média dos últimos 3 anos.

Veja a evolução histórica dos últimos 10 anos do endividamento da BRF:

Gráfico endividamento trimestral BRFS3 2t2020
Gráfico: Histórico Endividamento BRF. Fonte: GuiaInvest

A dívida bruta da BRF em junho de 2020, totalizou R$ 26 bilhões, apresentando crescimento de 38,5% na comparação com dezembro de 2019.

A companhia apresentou uma estrutura de capital dentro da normalidade no trimestre, mantendo R$ 5,1 bilhões da sua dívida em ativos circulantes e R$ 20,8 bilhões em ativos não circulantes.

Além do endividamento, lembre-se sempre de analisar os outros indicadores de estrutura de capital da empresa, como o endividamento geral, terceiros, composição e imobilização de recursos e não recorrentes.

Faça uma comparação do endividamento dos concorrentes da empresa, que estão inseridas no mesmo setor.

Por fim, avalie também os indicadores de liquidez que fazem parte do conjunto de índices financeiros, para  medir a capacidade financeira da empresa em satisfazer seus deveres junto a terceiros.

Principais Indicadores Fundamentalistas

Veja abaixo os principais indicadores fundamentalistas do BRF para iniciar a sua análise dos fundamentos da BRFS3.

Indicador 03/2020 06/2020 Evolução
Preço/Lucro (P/L) 9,6 13,7 42,7%
Preço/Valor Patrimonial (PVPA) 1,8 2,4 33,3%
Price Sales Ratio (PSR) 0,3 0,5 66,7%
Valor de Mercado (R$) 12,2B 17,2B 41,0%
Ebit (R$) 554,68M 587,19M 5,9%
Ebitda (R$) 919,45M 963,47M 4,8%
Lucro por Ação (LPA) $ 1,5664 1,5532 -0,8%
Rent. Patr. Líq. (ROE) % 18,7% 17,8%  -0,9  p.p. 
Margem Líquida % 3,6% 3,5%  -0,1  p.p. 
Liquidez Corrente 1,2 1,3  0,1  p.p. 
Data Divulgação 10/05/20 12/08/20

* Indicadores com base na data de 13/08/2020.  Fonte: GuiaInvest

Para aplicar todos esses filtros e fazer uma rápida análise fundamentalista, levei menos de 5 minutos com a ferramenta GuiaInvest PRO.

Você pode assinar a ferramenta com preço promocional e ainda receber gratuitamente o PDF “13 Ações do Corona Opportunity”, que são empresas de setores variados, com o Score mais alto de cada setor.

Teleconferência de Resultados BRF 2t20

Ouça a Transmissão da Teleconferência da BRF do 2t20 

Documentos e arquivos dos Resultados da BRF do 2t20

Para conferir os resultados de outros trimestres, em texto ou áudio, acesse a Central de Resultados da BRF.

BRFS3 Vale a Pena?

A BRFS3 alcançou um lucro líquido de R$ 307 milhões no 2T20, um crescimento de 60,8% na comparação com o mesmo período do ano passado.

As receitas líquidas consolidadas foram de R$ 9.104 milhões no 2T20, aumento de 9,2% frente ao 2t19.

A empresa vem buscando se adequar ao novo cenário desafiador da economia. Foram aplicados R$ 218 milhões no 2T20 em iniciativas de combate à pandemia do Covid-19 e na preservação da saúde e segurança.

Apesar do quadro de endividamento, a empresa consegue realizar uma extensão do prazo médio de endividamento, antes de 3,2 para agora 4,9 anos.

O segmento de frigoríficos é interessante para aqueles investidores que querem se expor seus investimos a uma variação de câmbio de forma indireta, dado que parte das receitas da Companhia são em moedas estrangeiras.

Cabe reforçar que em vistas de outros segmentos, o setor de frigoríficos está suavemente descontado, contudo isso se deve a forte oscilação ao qual as ações dessas companhias estão expostas no curto prazo.

Se você quer investir em ações com ótimos fundamentos e que estão sendo negociadas com desconto em relação ao seu preço justo, garanta a sua vaga na minha Carteira Seleção Dividendos e receba o meu acompanhamento.

Mas se preferir investir por conta própria, baixe o livro digital com os 5 passos para selecionar ações pagadoras de dividendos, tenho certeza de que vai lhe ajudar a tomar uma decisão mais assertiva.

Análise de Ações

DFP da BRF 2t20

Confira abaixo os Demonstrativos Financeiros do Resultado da BRF do 2t20 na íntegra. 

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE
[PDF]
[PDF]