A Amazon (AMZO34) informou nesta quinta-feira que fechou um acordo de US$ 6,5 bilhões para adquirir o estúdio de cinema e televisão MGM.

O anúncio é feito após a Amazon certificar a Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) de que enviou todas as informações requisitadas a investigadores antitruste para a revisão do negócio.

Uma fonte ligada ao assunto disse que os reguladores tinham um prazo para contestar o negócio agora já expirado, com isso a empresa pode levar adiante a operação.

A Amazon forneceu à comissão mais de 3 milhões de documentos ao longo dos últimos oito meses, como parte do processo de revisão, disse a fonte.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Mesmo com o prazo já terminado, a comissão terá a capacidade adiante de contestar o negócio, caso a maioria de votos de membros da FTC deseje.

A Amazon não comentou a revisão pela FTC de seu anúncio da conclusão do negócio. Mais cedo nesta semana, reguladores da Europa deram seu aval à operação, dizendo que a compra não reduz a concorrência de modo significativo.

Fonte: Estadão Conteúdo.