Airton Cascavel, Ex-assessor de Pazuello, É Acusado de Estupro
|

Airton Cascavel, Ex-assessor de Pazuello, É Acusado de Estupro

A criança da própria família, que visitou o ex-assessor de Pazuello, voltou para casa “reclamando de dores nas partes íntimas”.

Por
Atualizado em 24/09/2021

O Airton Cascavel, ex-deputado e ex-assessor de Eduardo Pazuello (ex-Ministro da Saúde do governo Bolsonaro), foi acusado de estupro de menor.

A acusação foi aceita pela Justiça de Roraima.

Conforme boletim de ocorrência, registrado pela mãe no dia 14 de setembro, uma criança da própria família de Airton Cascavel foi visitá-lo entre 11 e 12 de setembro e voltou para casa reclamando de dores nas partes íntimas.

A vítima passou por exame de corpo e delito e o laudo não comprovou ainda o abuso.

Segundo a defesa de Cascavel, ele não tem histórico de violência e a denúncia é caluniosa.

Banner will be placed here

Relação com Pazuello

Cascavel é amigo do general e ex-Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. 

Enquanto o militar ocupava o posto de Ministro da Saúde, Cascavel participou de agendas públicas e reuniões, mesmo sem ocupar um cargo formal na pasta.

Pazuello nomeou o amigo como assessor especial assim que a informalidade foi descoberta.

Cascavel atuou como assessor da pasta entre junho de 2020 e março de 2021.

Dois meses após deixar o ministério, em maio, Cascavel assumiu o cargo de Secretário de Saúde do Estado de Roraima

Ele ficou à frente da secretaria até julho deste ano.

Em agosto, o ex-assessor prestou depoimento à CPI da Covid para explicar irregularidades na aquisição de vacinas.

Onde Investir no Cenário Político Atual? Baixe Grátis o Relatório “Os Melhores Investimentos com a Política Atual”.

Quem é Airton Cascavel?

Airton Antônio Soligo nasceu em Capanema, no interior do Paraná. 

Em 1885 foi para a região da Amazônia para trabalhar como assessor da diretoria da empresa de ônibus União Cascavel (daí o apelido). 

Em 1988, iniciou a carreira política ao se tornar prefeito do município de Mucajaí quando tinha apenas 24 anos. 

Dois anos mais tarde, renunciou à prefeitura e se candidatou como deputado estadual.

No ano de 1994 foi eleito vice-governador de Roraima.

Entre 1999 e 2002 foi deputado federal pelo PPB (atual Progressistas). Ao terminar o mandato como deputado federal, foi reeleito deputado estadual. 

Em 2007, foi Secretário de Desenvolvimento Agrário de Boa Vista. Ficou à frente da Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh) por cem dias.

Notícias do Mercado Financeiro

Foto: Pedro França/Agência Senado

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE