A AES Tietê (TIET11) informou, no domingo, dia 27, que assinou contrato com a Cúbico Brasil para a aquisição pela AES Brasil da totalidade das ações das sociedades de propósito específico (SPE) que compõe o Complexo Eólico MS e o Complexo Eólico Santos.

"A conclusão da operação estará sujeita ao cumprimento das condições precedentes acordadas no SPA (Contrato de Compra e Venda de Ações), todas elas compatíveis com esse tipo de operação", disse a empresa, em fato relevante enviado à CVM.

Segundo a empresa, o valor total da aquisição é de até R$ 806 milhões, sendo R$ 529 milhões de equity; e assunção da dívida líquida do Projeto de R$ 277 milhões (data base dezembro de 2019).

"O valor acordado está sujeito a ajustes usuais neste tipo de operação, inclusive pela variação do capital de giro e dívida líquida, e será financiado, em sua totalidade, por meio da capacidade de endividamento adicional do projeto e da Companhia", disse a empresa.

Destacando que a compra seria mais um passo da sua estratégia de crescimento e diversificação de portfólio.

Localizado nos Estados do Rio Grande do Norte e Ceará, costa da região Nordeste, os ativos encontram-se em operação desde 2013 e possuem 158,5 MW de capacidade instalada, 100% contratado no mercado regulado (LER 2009 e LEN 2011).

Com a conclusão da Operação a AES Brasil passará a contar com uma capacidade instalada de 4,0 GW do seu portfólio 100% renovável.

"Este projeto está alinhado à nossa estratégia de crescimento e diversificação e a potencial criação de um cluster eólico na região do Nordeste do País", acrescentou.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da AES Tietê no Terceiro Trimestre de 2020

O resultado da AES Tietê (TIET11) no terceiro trimestre de 2020 (3t20), divulgado no dia 05 de novembro, apresentou um lucro líquido de R$ 51,1 milhões, queda de -47,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da AES Tietê atingiu R$ 311,7 milhões no 3t20, apresentando crescimento de 22,3% na comparação com o 3t19.

A margem Ebitda da AES Tietê totalizou 61,2% no 3t20, apresentando crescimento de 11,3 pontos percentuais na comparação com o 3t19. 

A Margem líquida da AES Tietê atingiu 10,0% no 3t20, apresentando retração  de -8,5 pontos percentuais na comparação com o 3t19.

As ações da AES Tietê (TIET11) acumulam queda de 0,12% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 13,29% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.