AES Tietê (TIET11) Adquire o Complexo Eólico Ventus
| ,

AES Tietê (TIET11) Adquire o Complexo Eólico Ventus

Com a operação, a geradora passará a contar com uma capacidade instalada de 3,9 gigawatts (GW) do seu portfólio 100% renovável.

Por
Atualizado em 05/08/2020
Avalie esse texto

A AES Tietê (TIET11) informou nesta quarta-feira (05), através de fato relevante, a aquisição do Complexo Eólico Ventus, localizado no Rio Grande do Norte, por até R$ 650 milhões, do grupo paranaense J. Malucelli Energia.

Em operação desde 2014, o complexo tem 187,0 megawatts (MW) de capacidade instalada e está 100% contratado no mercado regulado (LER 2009) e foi comercializado por leilão de reserva por 20 anos.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

De acordo com a Tietê, o Complexo é formado por três parques eólicos: Miassaba 3, em Macau (RN); Brasventos Eolo (antigo Rei dos Ventos 1) e Rei dos Ventos 3, ambos em Galinhos (RN).

Com a conclusão da operação, a geradora passará a contar com uma capacidade instalada de 3,9 gigawatts (GW) do seu portfólio 100% renovável.

“Este projeto está alinhado à nossa estratégia de crescimento e diversificação e a potencial criação de um cluster eólico no Rio Grande do Norte, em uma das regiões de melhores ventos do país”, comenta.

“O valor total da aquisição é de até R$ 650 milhões, sendo: R$ 449 milhões, a ser pago 51% na data do fechamento da transação e 49% após cinco meses da data; e assunção da dívida líquida do projeto, cujo saldo estimado é de R$ 201 milhões”, diz a AES.

A empresa afirma que a aquisição é “mais um passo da estratégia de crescimento e diversificação de portfólio da companhia por meio da aquisição de ativos de fontes complementares à hídrica e com contratos de longo prazo”.

Resultado da AES Tietê no Primeiro Trimestre de 2020

O resultado da AES Tietê (TIET11) no primeiro trimestre de 2020 (1t20), divulgado no dia 07 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 75,3 milhões, alta de 21,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da AES Tietê atingiu R$ 314,3 milhões no 1t20, apresentando crescimento de 6,3% na comparação com o 4t19.

A margem ebitda foi totalizou 63,5%, apresentando crescimento de 0,1 p.p. quando comparado ao 4t19.

Já a margem líquida da AES Tietê atingiu 15,3% no 1t20, apresentando crescimento de 2,3 p.p. na comparação com o 4t19.

As ações da AES Tietê (TIET11) acumulam alta de 0,76% na bolsa de valores nos últimos 12 meses e alta de 4,51% em 2020.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Estadão Conteúdo.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais