A AES Brasil (AESB3), informou na sexta-feira, 30, através de fato relevante que a sua controlada AES Tietê concluiu na presente data a aquisição da totalidade das ações representativas do capital social das sociedades de propósito específico (SPEs) que compõem o Complexo Eólico MS e o Complexo Eólico Santos, antes pertencentes à Cubico Brasil.

O valor total da operação foi de R$ 772 milhões, a ser ajustado conforme a variação de capital de giro e dívida líquida do projeto em relação ao balanço-base da transação, e composto pelo pagamento de R$ 589 milhões e pela assunção da dívida líquida do projeto de R$ 183 milhões.

O projeto está localizado em dois sites na costa dos Estados do Rio Grande do Norte e do Ceará, uma das regiões mais privilegiadas em recursos eólicos do País, passando a agregar 158,5 MW de capacidade instalada ao portfólio da AES Tietê.

Em operação desde 2013, o Projeto está 100% contratado no mercado regulado por um prazo de 20 anos, a um preço de R$ 226,81/MWh1.

Com a conclusão da operação a AES Brasil passará a contar com uma capacidade instalada de 4,2 GW do seu portfólio 100% renovável.

Aprovações Aplicáveis

A AES Tietê convocará, caso necessário, uma assembleia geral extraordinária de acionistas para a ratificação da operação nos termos do art. 256, §1º da Lei das S.A., tão logo seja finalizado laudo de avaliação preparado por consultoria especializada confirmando a sua necessidade.

Eventuais condições de exercício de direito de retirada por acionistas dissidentes, caso aplicável, serão informadas oportunamente.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da AES Brasil no Quarto Trimestre de 2020

O resultado da AES Brasil (AESB3) no quarto trimestre de 2020 (4t20), divulgado no dia 24 de fevereiro, apresentou um lucro líquido de R$ 602,6 milhões, alta de 470,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da AES Brasil atingiu R$ 1,1 bilhão no 4t20, apresentando crescimento de 363,5% na comparação com o 4t19.

A margem Ebitda da AES Brasil totalizou 219,2% no 4t20, apresentando crescimento de 219,2 ponto percentual na comparação com o 4t19. 

A Margem líquida da AES Brasil atingiu 113,2% no 4t20, apresentando crescimento de 92,7 ponto percentual na comparação com o 4t19.

As ações da AES Brasil (AESB3) acumulam alta de 6,96% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 28,77% nos últimos 12 meses.