O que é ADR - American Depositary Receipt
SIMULE AGORA

ADR – American Depositary Receipt

Com uma ADR dá pra comprar ações brasileiras na Bolsa de Valores dos EUA. Saiba o que é ADR e para que serve.

O que é ADR – American Depositary Receipt

ADR – American Depositary Receipt (Recibo Depositário Americano) é uma forma de comprar ações de uma empresa de fora dos USA usando a bolsa de valores local como intermediário.

Em outras palavras, é possível, por exemplo, comprar ações de empresas como a Petrobras, o Banco do Brasil ou a Vale, usando alguma bolsa de valores dos USA, como a NASDAQ ou NYSE.

Em relação a sua história, a ADR foi introduzida na década de 20 nas bolsas americanas. Seu objetivo era permitir que empresas estrangeiras conseguissem participar do mercado americano de ações.

Banner will be placed here

Benefícios de uma ADR

O objetivo de qualquer empresa em oferecer ADRs pode variar, mas no geral, serve para simplificar a oferta das suas ações para investidores estrangeiros.

Uma empresa de fora dos Estados Unidos que possua suas ações sendo comercializadas nas bolsas de valores norte-americanas, torna-se muito mais prestigiada, e pode atrair interesse de grandes investidores.

E para as pessoas que negociam na Bolsa, uma ADR pode servir para diversificar a carteira de investimentos.

Como funciona uma ADR

Comprar ações diretamente na Bolsa de Valores de outro país pode ser um pouco complexo e burocrático, para isso as ADRs foram inventadas.

Primeiramente, não são as empresas estrangeiras que comercializam suas próprias ações na Bolsa de Valores americana. É necessário haver um custodiante intermediário. Esse custodiante é algum banco nacional americano. 

O Banco então compra várias ações das empresas estrangeiras e as comercializa em um lote, que são as chamadas ADRs.

Quem define o valor das ADRs são os bancos. São eles que decidem quantas ADRs equivalem, em valor, a uma ação da empresa. Em suma, uma ADR pode tanto representar:

  • Uma fração de ação, caso o valor da ação original seja muito alto;
  • Uma ação única, se o valor da ação original for mediano;
  • Um lote de ações, caso o valor seja pequeno.

A intenção é que o valor da ADR não seja nem baixo demais para parecer desinteressante, e nem muito alto, para impossibilitar o acesso a pequenos investidores.

De maneira geral, o valor do lote de uma ADR varia entre 10 e 100 dólares.

Níveis de uma ADR

Nem todas as ADRs são iguais, e é por isso que elas são divididas em três níveis diferentes, cada uma com um nível de exigência e interesse do mercado.

  • ADR de Nível 1: As ações das empresas comercializadas nessa ADR não precisam ser acompanhadas de dados financeiros. Elas são negociadas no mercado de balcão e as empresas não precisam emitir ações novas.
  • ADR de Nível 2: As ações dessa ADR cumprem mais exigências que as de nível 1. As empresas dessa ADR precisam partilhar dados financeiros ao banco, mas as ações não têm que ser novas.
  • ADR de Nível 3: É a ADR de maior valor e exigência, preferida dos investidores. Essas ADRs precisam ser compostas exclusivamente de ações novas ofertadas publicamente na Bolsa de Valores. 

Essa categorização de ADRs existe pois algumas empresas ou não têm interesse de se expor ou simplesmente não cumprem todas as qualificações necessárias. 

Então, pode-se concluir que ADRs de nível 3 é onde estão as melhores empresas para se investir, ou pelo menos aquelas mais bem estruturadas.

ADR e BDR

Se a ADR serve para investir em empresas estrangeiras por meio das bolsa de valores americanas, também existe a possibilidade inversa, na qual o investidor estrangeiro investe em ações de empresas americanas.

No Brasil, nós temos as chamadas BDRs, que cumprem essa função. Com uma BDR você pode investir em empresas como Google, Microsoft, Apple, Amazon e muitas outras, usando a própria B3 como intermediário.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é ADR, consulte o artigo completo sobre O que são ADRs e Como Investir em Ações Brasileiras no EUA.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE