O que é administrador
SIMULE AGORA

Administrador

O que é administrador. Entenda tudo sobre a figura do administrador no mercado financeiro.

O que é administrador

Em nosso cotidiano, sabemos que o administrador é aquele que administra e gerencia instituições. 

Por sua vez, no mercado financeiro o administrador é uma figura relacionada aos fundos de investimentos.

Além disso, cabe destacar, que nos fundos de investimentos, o administrador não é uma pessoa física, mas sim uma pessoa jurídica, responsável por cuidar de todas as questões administrativas necessárias para o funcionamento do fundo.

Banner will be placed here

O que faz um administrador de fundos

Como falamos anteriormente, o administrador é aquele que administra e gerencia instituições. 

No entanto, quando falamos de fundos de investimentos, o administrador possui uma série de funções específicas, são elas:

  • Constituir o fundo de investimentos;
  • Solicitar o registro do fundo de investimentos na CVM – Comissão de Valores Mobiliários;
  • Aprovar o regulamento do fundo;
  • Contratar auditores independentes;
  • Elaborar atas das assembleias;
  • Garantir a atualização do registro de cotistas;
  • Acompanhar a evolução financeira do fundo;
  • Realizar prestações de contas aos investidores;
  • Calcular e efetuar a distribuição de dividendos;
  • Atuar na defesa dos interesses dos cotistas.
  • Dentre outras atividades.

Como podemos ver, a administração de fundos de investimentos é composta por diversas tarefas. 

Logo, a figura do administrador nesse contexto é essencial para o perfeito funcionamento dos fundos e também para o cumprimento das normas da CVM.

O que um administrador de fundos não pode fazer

Conforme visto no tópico anterior, o administrador de fundos possui uma série de obrigações e deveres. No entanto, cabe destacar também as suas limitações.

Afinal, o que um administrador de fundos não pode fazer?

Fazer falsas promessas: De acordo com os bons costumes do mercado financeiro e com as regras da CVM, os administradores, gestores e demais envolvidos não podem realizar falsas promessas em relação a um fundo.

Imagine que determinado administrador de fundos, visando a captação de um número maior de investidores, comece a veicular propagandas e promessas de rentabilidade.

Por mais que o administrador tenha certeza da rentabilidade informada ele não pode em hipótese alguma fazer isso, sob pena de sofrer sanções da CVM.

Cabe destacar ainda, que tratando-se de renda variável, quaisquer promessas relacionadas a retorno e investimento não pode oferecer garantias reais aos investidores, não passando portanto, de especulação.

Tomar ações que desequilibrem o mercado: Os administradores de fundos de investimentos também não podem tomar atitudes que desequilibrem o mercado de investimentos.

O ato de fazer propagadas por exemplo, pode influenciar os investidores a alocarem mais recursos em determinado fundo de investimentos, desfavorecendo os demais. Portanto, esse tipo de prática é vedada aos administradores de fundos.

Quem pode ser administrador de fundos

Conforme comentamos anteriormente, a função de administrador de fundos é reservada exclusivamente para pessoas jurídicas constituídas e regularizadas legalmente.

No entanto, não basta apenas ser uma empresa para pôr em prática a administração de fundos. Antes de qualquer coisa, a empresa interessada em administrar fundos de investimentos, deverá requisitar autorização da CVM.

A autorização da CVM é requisitada por meio do cadastro de administração de carteira de valores mobiliários.

Vale lembrar, que não se pode confundir o administrador de fundos com os gestores de fundos.

Enquanto o administrador cuida das tarefas meramente administrativas do fundo, o  gestor é o responsável por tomar as decisões a respeito da alocação de recursos e investimentos.

Como funciona a remuneração do administrador de fundos

Por fim, é importante destacar também, o modelo de remuneração do administrador de fundos. Afinal, a empresa administradora espera ser remunerada por todo o seu papel nas atividades de administração de fundos.

Essa remuneração, por sua vez, é prevista no estatuto do fundo e paga pelos cotistas, ou seja, pelos próprios investidores, através da famosa taxa de administração dos fundos.

Destaca-se ainda, que o administrador também pode ser remunerado ou gratificado, com base em taxas de performance pré-determinadas.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE