Ações da IRB (IRBR3) Caem 15% por Carta por Gestora Squadra
| ,

Ações da IRB (IRBR3) Caem 15% por Carta da Gestora Squadra

Ações da IRB Resseguros (IRBR3) tem forte queda por carta enviada pela Gestora Squadra com posição vendida nas ações.

Por
Atualizado em 03/02/2020
Avalie esse texto

As ações da IRB Resseguros (IRBR3) tem forte queda na abertura da bolsa de valores, após a divulgação de carta enviada pela gestora Squadra Investimentos.

A gestora Squadra Investimentos divulgou no último domingo (02) uma carta aos seus cotistas, sobre uma posição vendida nas ações IRBR3 em seu portfólio.

Na carta a gestora alega:

“Tendo-se passado um ano desde a última carta, o investimento short nas ações do IRB-Brasil Resseguros S.A. (“IRB” ou “Companhia”) se tornou uma de nossas maiores posições, sendo a principal exposição vendida em nosso fundo Squadra Long-Biased.”

“Como se poderia verificar no website da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”), iniciamos a construção da posição na Companhia em maio de 2018.”

“Dessa forma, fundos sob nossa gestão (e, por consequência, a própria Squadra) se beneficiam de uma queda de valor nas ações do IRB.”

Veja os motivos da posição vendida da gestora e o comunicado ao mercado da IRB sobre tal carta.

Banner will be placed here

Quem é a Gestora Squadra

A Squadra é uma gestora localizada no Rio de Janeiro, RJ, possui mais de 10 anos de mercado e atualmente possui uma patrimônio gerido de R$ 2,6 bilhões em fundos de ações.

É formada por profissionais conhecidos pelo mercado e seus fundos apresentam uma rentabilidade consistente nos últimos 12 meses. 

O Squadra Long-Biased FIC FIA acumula alta de 31,57% e o Squadra Long-Only FIC FIA valorizou-se 40,19% nesse período em comparação com uma valorização de 19,11% do Ibovespa.

A gestora já fez a mesma prática de envio de carta aos cotista, em julho/2011 a gestora carioca causou polêmica ao indicar práticas contábeis duvidosas, inflando seus resultados.

Na época as ações da empresa Anhanguera (AEDU3) despencaram 28,5%, de 18/07 a 22/08, comparando com a queda de 10,9% do Ibovespa na época.

Na carta a gestora informou que apostava contra algumas empresa,  adotando uma posição de investimento reconhecida no mercado como “short”.

A operação de short a gestora aluga ações e em seguida as vende, com o objetivo de recomprá-las no futuro a um preço mais baixo.

Quer Investir em Boas Ações? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com as 3 Ações para Investir por 10 Anos.

Percepção IRBAnálise da Squadra
Rentabilidade “best in class”, graças à posição dominante no mercado brasileiro.Seguradoras brasileiras reportam sinistros recuperados junto a IRB maiores que a despesa correspondente no DRE da companhia.Sinistralidade dos riscos cedidos a IRB seria próxima à média do mercado.
IRB possui vantagem competitiva para expandir seus negócios na América LatinaNegócios da IRB na região envolvem contratos originados por licitação pública e com sinistralidade estruturalmente elevada.
Sinistralidade da IRB é estruturalmente mais baixa que a das outras resseguradoras.Despesa de sinistros contábil foi reduzida por reconhecimento de expectativa de recebimentos futuros e reversões de provisões antigas.
A IRB nunca decepciona nos seus resultados divulgados. Normalmente, surpreende para cima.Resultados foram beneficiados por uma variedade de ganhos não  recorrentes e não caixa, impactando diversas linhas do DRE.
Negócio cresce de forma acelerada ao mesmo tempo que distribui dividendos recorrentes.Geração de caixa da IRB foi muito abaixo da esperada e recebíveis estão se acumulando.
Gestão de investimentos excepcional, com geração de valor elevada e consistente.Resultado financeiro favorecido por remarcações e vendas de ativos adquiridos há mais de 20 anos.
Business fantástico, com retornos muito elevados e recorrentes.Rentabilidade recorrente do negócio da IRB é muito menor do que o mercado acredita ser.

* Fonte: Gestora Squadra Investimentos.

Quer Investir em Boas Ações? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com as 3 Ações para Investir por 10 Anos.

Carta ao Cotitas da Squadra

Na opinião da Squadra, a rentabilidade normalizada do negócio do IRB é muito menor do que grande parte do mercado acredita ser por um conjunto de razões.

No quadro abaixo, a gestora apresenta o que acredita ser a percepção da maior parcela do mercado a respeito dos negócios e vantagens competitivas do IRB e como essa visão se contrasta com a análise deles.

Veja abaixo a carta da gestora Squadra na íntegra, enviada a todos os seus cotitas.

Comunicado ao Mercado da IRB Brasil

Hoje (03 de fevereiro de 2020) a empresa  IRB-Brasil Resseguros S.A. divulgado um comunicado ao mercado com o objetivo de trazer calma a seus investidores.

Confira o comunicado ao mercado:

O IRB-Brasil Resseguros S.A (“Companhia”) em atendimento ao disposto na Instrução CVM nº 358/02, conforme alterada, comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que, diante de contatos recebidos em relação à Carta aos Cotistas datada de 02 de fevereiro de 2020, emitida por investidor com posição vendida nas ações da Companhia, o IRB Brasil RE reforça que as suas Demonstrações Financeiras Anuais, Semestrais e Intermediárias, assim como os respectivos Relatórios da Administração e Comentários de Desempenho que a acompanham são elaboradas segundo as normas contábeis e atuariais vigentes no Brasil com absoluta precisão, passando por um rigoroso processo de governança, conforme abaixo:

  1. Diretoria Estatutária: As Demonstrações Financeiras, bem como as Informações Trimestrais da Companhia e os respectivos comentários de desempenho, são sempre assinados conjuntamente por todos os membros de sua Diretoria Estatutária.
  2. Comitê de Auditoria: Não só as Demonstrações Contábeis Anuais e Semestrais, mas também todos os ITRs (Informações Trimestrais) do IRB Brasil RE e respectivos comentários de desempenho contam com parecer do Comitê de Auditoria, divulgado juntamente com as referidas demonstrações.
  3. Conselho Fiscal: Adicionalmente às Demonstrações Contábeis Anuais e Semestrais e seus respectivos Relatório da Administração, mas também todos os ITRs do IRB Brasil RE e seus comentários de desempenho também contam com o parecer do seu Conselho Fiscal, que é divulgado juntamente com as suas demonstrações.
  4. Auditoria da PwC – PricewaterhouseCoopers: o IRB Brasil RE na posição de 30 de junho de cada ano, além do ITR divulga balanço patrimonial com Relatório Completo de Auditor  Independente sobre as Demonstrações Contábeis Individuais e Consolidadas, sendo a única empresa do Novo Mercado que passa por auditoria completa em 30 de junho.

    Cabe destacar que nos pareceres da auditoria da PWC não há quaisquer ressalvas nas demonstrações de 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.
  5. Conselho de Administração: Não só as Demonstrações Contábeis Anuais e Semestrais, mas também todos os ITRs do IRB Brasil RE contam também com o parecer do seu Conselho de Administração, que é divulgado juntamente com as suas demonstrações contábeis.
  6. Auditoria Atuarial da PwC – PricewaterhouseCoopers: o IRB Brasil RE protocola na Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) anualmente seu Parecer dos Auditores Atuariais Independentes.
  7. Ante todo o exposto, evidencia-se que a perfomance financeira da Companhia e seu “earnings power” está fielmente retratado nas referidas Demonstrações Contábeis. 

A Companhia informa ainda que está avaliando com seus assessores legais, as medidas cabíveis a serem tomadas neste cenário, onde o emissor da carta tem interesse econômico diametralmente conflitante com os interesses da Companhia.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais