Ações com Maior Potencial de Valorização Pós Coronavírus
| ,

Ações com Maior Potencial de Valorização Pós Coronavírus

Com queda da bolsa, investidores buscam ações com maior potencial de valorização pós coronavírus nos lucros das empresas.

Por
Atualizado em 15/04/2020

Com a bolsa em queda, investidores que buscam ações com maior potencial de valorização pós coronavírus, devem escolher as ações olhando o preço das cotações ou os lucros das empresas?

Os investidores têm a mania de olhar os preços de tela quando investem, então nesse artigo vou mostrar como escolher ações para investir hoje através de dois focos:

  • investir em ações no longo prazo;
  • analisar o lucro é mais importante que as cotações.

Leia até o final e descubra quais são as ações com maior potencial de valorização na bolsa de valores hoje.

Impacto do Corona Crash na Bolsa

Estamos no meio de uma crise que afetou em cheio o mercado financeiro, onde a bolsa teve a maior queda da história desde 1998 com o Coronavírus.

Das 20 ações que mais caíram na bolsa com o Coronavírus (até agora), sustentam uma queda na ordem de 40%, ou seja, as empresas perderam quase a metade do seu valor patrimonial em bolsa.

O mercado financeiro sempre antecipa o impacto na economia, tanto para cima, quanto para baixo.

As lojas fecharam, indústrias interromperam a produção, o consumo diminuiu e projeções otimistas já falam em retração da economia (PIB) de 3% esse ano de 2020 no Brasil.

O impacto do Coronavírus na economia brasileira foi imediato, alguns empresas terão apenas mais algumas semanas de sobrevida, caso permaneçam fechadas.

Certamente teremos vendas menores, empresas sólidas dando prejuízo, redução das vendas, muito desemprego, mas na crise temos algumas vantagens, olhando do prisma das grandes empresas listadas em bolsa.

Empresas pequenas e não listadas têm maior dificuldade de solvência e acabam quebrando.

As empresas grandes acabam tomando essa participação de mercado.

Ações com Maior Potencial de Valorização

O mercado encolhe para todas, mas para as empresas grandes encolhe menos. impacto

Empresas grandes têm a possibilidade em uma crise de reduzir despesas e custos desnecessários sem parecer “politicamente incorretas”.

Um banco que fechasse agências e demitisse em massa em 2019, era mal visto pela mídia.

Se ele fizer esse ano o mesmo movimento é por causa do COVID-19.

Ou seja, as empresas sairão ainda mais enxutas e prontas para o futuro da crise.

E por fim, daqui a alguns meses, as grandes empresas terão oportunidades de realizar aquisições de outras companhias em dificuldades financeiras por preços estupidamente baratos.

Mas, Daniel, como você sabe disso tudo?

Porque eu já invisto no mercado financeiro desde 1999 e acompanho o mercado desde 1996 pelo menos.

Crises na Bolsa de Valores

Eu já vi diversas crises que abalaram a bolsa de valores e a solução delas, como:

  • crise dos Tigres Asiáticos;
  • crise do Calote Russo em que o Ibovespa caiu 56% em apenas um mês (agosto de 1998);
  • maxi desvalorização cambial, quando o Copom subiu os juros para 41% ao ano;
  • atentado de 11 de setembro às Torres Gêmeas;
  • onda de privatizações promovidas pelo governo FHC;
  • medo do FMI não emprestar dinheiro para o Brasil;
  • bolha das empresas ponto com nos Estados Unidos;
  • eleição do Lula;
  • crise do subprime americano;
  • dois anos de recessão econômica (2015-2016) em que a economia até hoje não se recuperou;
  • coronavírus levou o Ibovespa a cair 40% em apenas 19 dias.
Gráfico: Queda ibovespa crise coronavirus
Gráfico: Queda ibovespa crise coronavirus

Enfim, nos últimos 20 anos todas as empresas que estão listadas na Bolsa hoje passaram por algumas ou por todas as crises citadas anteriormente.

Algumas de maior impacto e outras de menor impacto, mas bem ou mal, as empresas sobreviveram nas crises, produzindo e o Brasil segue crescendo.

No dia 31/12/2010, por exemplo, o Ibovespa já havia recuperado quase toda a pontuação da máxima anterior à crise do subprime em 2008 e fechou o ano de 2010 com 70.673 pontos.

Aproximadamente 10% a menos que a pontuação atual quase 10 anos depois.

Mas e como se movimentou o preço (a cotação) das empresas?

Principalmente aquelas que conseguiram gerar lucro crescente ao longo desses anos?

Empresas que Cresceram nas Crises

Usando a ferramenta do GuiaInvest Pro, eu fiz um estudo de como movimentou as cotações das empresas que tiveram crescimentos de lucros superiores a 14% ao ano, tanto para o período dos últimos 10 anos quanto para os últimos 5 anos.

14% ao ano é uma média.

Podemos ter empresas que tiveram quedas de lucros por alguns anos, mas que depois se recuperaram e cresceram mais.

Apenas para ficar mais claro para vocês:

14% ao ano em 10 anos significa quadruplicar o lucro e em 5 anos significa dobrar o lucro.

Veja as empresas que conseguiram essa proeza apesar de todo o cenário desafiador brasileiro na última década, a pior década da economia brasileira desde o início da República em 1889.

Pior inclusive, em termos de crescimento do PIB, que a década de 80, quando o Brasil deu calote na dívida externa em 1982 e 1987.

SiglaNomeLucro
Líquido
Rec. Liq.
Oper.
Cresc.
Lucro 5a
Cresc.
Lucro 10a
JBSS3JBS ON6,46B204,52B22,0%47,9%
CPFE3CPFL ENERGIA ON2,75B29,93B25,4%45,6%
SLCE3SLC AGRICOLA ON315,04M3,04B35,1%39,7%
ROMI3INDS ROMI ON129,91M765,51M74,6%26,8%
EALT4ACO ALTONA PN16,63B72,84B20,0%24,0%
RENT3LOCALIZA ON16,63B72,84B14,9%23,2%
SAPR4SANEPAR PN1,08B4,72B20,7%22,9%
SAPR11SANEPAR1,08B4,72B20,7%22,9%
MYPK3IOCHP-MAXION ON833,94M10,20B29,1%22,7%
FESA4FERBASA PN45,70M406,45M19,9%20,5%
EQTL3EQUATORIAL ON45,70M406,45M34,4%19,7%
LREN3LOJAS RENNER ON1,08B4,72B18,5%19,2%
SMTO3SAO MARTINHO ON1,08B4,72B19,9%18,8%
JSLG3JSL ON421,42M10,02B33,9%17,6%
WHRL4WHIRLPOOL PN221,53M1,28B20,0%17,2%
NAFG4NADIR FIGUEI PN221,53M1,28B33,8%17,1%
PTNT4PETTENATI PN1,78B16,13B30,8%17,1%
CGRA4GRAZZIOTIN PN1,10B9,59B17,2%16,6%
CSAN3COSAN ON581,98M3,67B31,2%14,9%
BNBR3NORD BRASIL ON318,63M9,69B18,4%14,2%
FLRY3FLEURY ON1,78B7,74B29,5%14,1%
HYPE3HYPER PHARMA ON1,78B7,74B23,7%14,0%

Fonte: Guiainvest Pro – Elaborado por Dica de Hoje Research

Interessante observar que as empresas que conseguiram crescer os lucros não estão concentradas em um único setor.

Temos empresas de

  • proteína animal como a JBS (JBSS3);
  • energia elétrica, como a CPFL (CPFE3) e a Equatorial (EQTL3);
  • agro negócio como SLC (SLCE3) e São Martinho (SMTO3);
  • saúde, como Hypera (HYPE3) e Fleury (FLRY3);
  • locadoras de veículos, varejo, vestuário, logística, empresas têxteis, etc.

Valorização das Empresas nas Crises

Agora vamos ver quanto essas empresas se valorizaram desde o dia 31/12/2010, quase 10 anos atrás até hoje na imagem abaixo.

SiglaNomePreço
Atual
Preço em
31/12/2010
Variação
EQTL3EQUATORIAL ON18,331,71972%
SAPR4SANEPAR PN4,900,51861%
NAFG4NADIR FIGUEI PN64,428,95620%
PTNT4PETTENATI PN4,390,88399%
LREN3LOJAS RENNER ON36,587,65378%
RENT3LOCALIZA ON30,156,56360%
BNBR3NORD BRASIL ON79,2818,77322%
WHRL4WHIRLPOOL PN7,151,82293%
JBSS3JBS ON19,006,55190%
CSAN3COSAN ON51,5719,14169%
SLCE3SLC AGRICOLA ON20,367,99155%
FLRY3FLEURY ON21,559,63124%
SMTO3SAO MARTINHO ON17,017,69121%
CGRA4GRAZZIOTIN PN22,1410,28115%
CPFE3CPFL ENERGIA ON27,8015,0485%
JSLG3JSL ON15,729,0374%
HYPE3HYPER PHARMA ON31,4618,7468%
FESA4FERBASA PN13,798,2767%
EALT4ACO ALTONA PN3,342,252%
ROMI3INDS ROMI ON8,9010,83-18%
MYPK3IOCHP-MAXION ON11,2018,43-39%
SAPR11SANEPAR25,00  
Valorização do Benchmark ( Ibovespa) no mesmo período10%

Fonte: Guiainvest Pro – Elaborado por Dica de Hoje Research

Como podemos ver acima, as Units de Sanepar ainda não existiam a 10 anos atrás.

A maioria das ações tiveram um lucro muito superior ao Ibovespa, que no período rendeu apenas cerca de 10%.

Apenas duas ações caíram nesse período:

Iochpe Maxion (MYPK3) e Indústrias ROMI (ROMI3).

Das outras 24 ações 14 delas subiram mais de 100% nesse período, e apenas 3 subiram mais que 400%.

“Lembrem que todas elas tiveram crescimento do lucro no período de no mínimo 400%!”

Uma carteira com essas 26 ações (incluindo as duas que caíram de preço) em 31/12/2010 até hoje teria gerado uma média de 206% no período, mesmo após essa queda atual da Bolsa contra apenas 10% de ganhos do Ibovespa.

“A carteira com as 26 ações teve um ganho 20x maior que o Ibovespa.”

Se você quiser fazer uma pesquisa de como estão essas ações hoje e quais são as melhores para investir, sugiro a utilização do Guiainvest Pro, você pode assinar a ferramenta clicando aqui.

Agora se alguém me pergunta:

Daniel, será que agora a Bolsa vai subir?

Eu penso, quais serão as empresas que vão entregar lucros maiores ano que vem, daqui a 2, 3 ou 5 anos?

“Se o lucro for crescente a ação fatalmente vai subir também.”

Observando os números acima, vemos que estas boas ações que entregam resultados constantes ao longo do tempo estão:

  1. Mais baratas do que seus indicadores de P/L (preço/lucro) históricos;
  2. O mercado já precifica alguma queda dos lucros, o que nos dá uma oportunidade.

Vamos explicar o segundo item.

Se em um mercado de euforia (Bull Market) estiver precificado que o lucro da ação subirá 20%, e o lucro cresce 15% no ano, é provável que o preço desta ação caia, mesmo com um bom resultado.

Atualmente, as ações já estão precificando uma redução de 30% a 45% dos lucros.

Se vier uma redução menor do que essa em 2020, as ações tendem a subir.

Isso reduz o nosso risco.

Uma Boa Gestão de Carteira parte da redução de Riscos em busca de Retornos consistentes no Longo Prazo.

Esse é o nosso objetivo aqui no Dica de Hoje Research e em todas as nossas carteiras Recomendadas.

Fazer você rentabilizar com essas assimetrias de mercado, correndo riscos menores.

Se quiser saber onde investir nas melhores oportunidades nesse momento na bolsa de valores ou Fundos Imobiliários, clique aqui e seja membro da DicadeHoje.

Abraços e Bons Investimentos.

Daniel Nigri – analista CNPI.

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais
[PDF]
[PDF]