O que é uma Aceleradora

O termo aceleradora é muito utilizado no mercado financeiro e de negócios para fazer referência a empresas já consolidadas e que oferecem todo o suporte e estrutura necessária para acelerar o desenvolvimento de startups.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Em síntese, as aceleradoras recebem esse nome, pois atuam como uma espécie de trampolim, impulsionando empresas inovadoras, como é o caso das startups, na rápida expansão dos seus negócios.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Aceleradora e Startups

Startups são empresas que chegam ao mercado com uma ideia absolutamente inovadora e capaz de mudar a forma como as pessoas vivem, se relacionam e executam as suas tarefas e rotinas diárias.

Em geral, as startups contam com um significativo poder de crescimento que está relacionado ao novo e também a sua capacidade de oferecer ao mercado e para a sociedade como um todo soluções para os seus problemas.

Devido ao seu potencial, as startups chamam a atenção de empresas aceleradoras e acabam recebendo o apoio dessas empresas, ao menos durante as primeiras etapas do novo negócio.

Como funciona uma aceleradora

Basicamente, existem dois tipos de aceleradoras, as que foram criadas exclusivamente para atuar como aceleradoras e as empresas que exercem outras atividades, mas que também desenvolvem programas de aceleração de startups.

Em sua maioria, as aceleradoras são empresas privadas e de grande porte com capital disponível para investir em projetos inovadores, como é o caso das startups.

O período de aceleração costuma durar entre 3 meses a 1 ano. Neste período, a aceleradora contribui para a startup a ser acelerada de várias maneiras, dentre elas:

  • Fornecendo capital para que a startup consiga custear suas primeiras necessidades;
  • Oferecendo treinamento, apoio e consultoria especializada em gestão empresarial;
  • Realizando um intercâmbio e troca de informações entre departamentos da startup e da aceleradora;
  • Apoiando e desenvolvendo estratégias de marketing e de aceleração no mercado;
  • Compartilhando o espaço físico da aceleradora com a startup;
  • Dentre outras medidas que podem ser colocadas em prática para impulsionar a startup.

Em contrapartida, por toda a estrutura e apoio oferecido, às aceleradoras costumam receber parte dos direitos sobre o novo negócio, em geral de 5% a 10%.

O objetivo da aceleradora é lucrar junto com a startup, assim que os seus negócios se desenvolverem o bastante para gerar retorno financeiro.

Diferença entre aceleradora e incubadora

Vale destacar neste conteúdo, a diferença entre incubadoras e aceleradoras, os termos possuem semelhanças importantes entre si e acabam gerando uma série de dúvidas.

Aceleradoras: Como comentamos anteriormente, as empresas aceleradoras oferecem todo o apoio necessário para o desenvolvimento de startups, com o objetivo de obter retorno financeiro no futuro, por meio de uma parcela de participação nos seus negócios.

Incubadoras: De forma muito semelhante às aceleradoras, as incubadoras também apoiam novas ideias e contam com o objetivo de obter retorno financeiro no futuro, tão logo a nova empresa comece a obter lucro e resultados positivos.

Olhando para os dois conceitos acima, não encontramos qualquer diferença entre incubadoras e aceleradoras, não é mesmo? Na prática, o objetivo de ambas é o mesmo. No entanto, existe uma diferença sutil e muito importante entre elas.

As incubadoras apostam no desenvolvimento de produtos e ideias totalmente do zero, apoiando a futura startup desde a modelagem e desenvolvimento dos seus produtos e serviços até a sua aceleração e conquista de espaço no mercado.

Em síntese, as incubadoras não apenas aceleram novas empresas, como também contribuem para o desenvolvimento das suas ideias, produtos e serviços.

Por sua vez, as aceleradoras investem em empresas que já possuem ideias prontas e planos bem definidos, mas que precisam de apoio financeiro, gestão e estrutura para colocar seus planos em prática.

Percebeu a diferença? As aceleradoras atuam no segundo estágio de desenvolvimento de uma ideia ou negócio, enquanto que as incubadoras marcam presença desde a fase de desenvolvimento das ideias.

No entanto, na prática, ambas auxiliam no desenvolvimento de novos negócios.