7 Dicas Para Alcançar a Liberdade Financeira aos 32 Anos
| ,

7 Dicas Para Alcançar a Liberdade Financeira aos 32 Anos

Conheça sete conselhos de Jillian Johnsrud, que conseguiu economizar o suficiente para se aposentar aos 32.

Por
Atualizado em 07/04/2021

Jillian Johnsrud conseguiu fazer cinco mini-aposentadorias com a família enquanto economizava o suficiente para alcançar a independência financeira aos 32 anos. 

Em um espaço de 13 anos, ela e o marido, Adam Johnsrud, quitaram US$ 55 mil em dívidas e conseguiram alcançar a liberdade financeira.

O casal é exemplo de sucesso do movimento FIRE (Financial Independence Retire Early), ou independência financeira para se aposentar cedo.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Ao site Business Insider, Jillian fez indicações sobre atitudes que contribuíram e seguem sendo importantes para garantir a liberdade financeira da família.

O estilo de vida do casal e seus cinco filhos tem sido sustentado em parte por renda extra que conseguem com aluguéis, empregos paralelos e investimentos.

Eles administram seu dinheiro extra economizando metade dele, alocando parte dessa receita para um fundo de viagens e criando uma reserva de emergência.

Então, você está pronto para descobrir as 7 dicas que contribuíram para essas mini-aposentadorias, ao mesmo tempo, que o casal avançava na independência financeira?

Leia até o final e entenda como alcançar a liberdade financeira sem precisar abrir mão de aproveitar o agora.

1. Alugando nossa casa

Jillian relata que o casal morou na região de Washington DC, que tem um alto custo de vida, por quatro anos. 

“Depois de um ano em um pequeno apartamento, compramos uma casa de quatro quartos mais adiante e alugamos um dos quartos”, conta ela.

Segundo Jillian, “esse colega de quarto nos ajudou a economizar US$ 700 extras por mês durante três anos”.

“Essa estratégia sozinha poderia fornecer mais de US$ 8.000 por ano em economia”, de acordo com os cálculos.

Para o casal, isso é mais do que suficiente para cobrir uma mini-aposentadoria de um a dois meses.

2. Conseguir um emprego extra

Por duas vezes, Jillian decidiu trabalhar em dois empregos

“Foi exaustivo e não sustentável, mas a cada vez consegui economizar US$ 2.000 extras por mês durante os poucos meses”.

De acordo com seu relato, isso a ajudou a economizar US$ 5 mil.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

3. Solicitação de presentes relacionados a viagens 

Jillian se considera minimalista e por isso “realmente não queria um monte de coisas novas para aniversários e feriados”.

“Comecei a solicitar presentes que poderiam ajudar a financiar ou facilitar nossa próxima aventura: cartões-presente de hotéis ou restaurantes, bolsas de viagem, livros de viagens ou experiências nesses lugares”. 

Ela conta que a família adorou ver as aventuras divertidas que ajudaram a criar.

“Agora que temos cinco filhos em casa, ainda solicitamos experiências divertidas para a família desfrutar”.

Família Johnsrud alcançou liberdade financeira aos 32 anos
Jillian e Adam Johnsrud aproveitam a liberdade financeira alcançada ao lado de seus filhos. Foto: redes sociais de Jillian.

4. Economizando metade de nossa renda

“Quando meu marido e eu nos casamos, estabelecemos a meta de sempre economizar metade da renda, relembra Jillian.

Ela explica que normalmente o casal gasta a renda que Adam recebe e economiza a dela.

“Significou reduzir drasticamente o valor que gastamos nas três maiores despesas: alimentação, moradia e transporte”. 

Quando começaram a fazer isso, Jillian percebeu grandes diferenças em comparação com outros amigos.

“Nossos colegas comiam muito mais fora, dirigiam carros novos e não tinham um colega de quarto”. 

Mas para o casal valeu a pena:

“economizar metade nos permitiu pagar nossa dívida e economizar para aposentadoria, ao mesmo tempo em que investíamos para independência financeira”.

5. Criação de um fundo mensal de viagens 

Todo mês, Jillian economizava US$ 200 a US$ 400 por mês em uma conta corrente separada.

Ela denominava essa conta de “Aventuras” ou “Fundo de viagens”, pois assim ajudava a inspirá-la a economizar e usar aquele dinheiro quando tivesse oportunidade. 

“Se o tempo se tornasse disponível, como nos dois meses em que estive entre empregos, ter o dinheiro pronto me deu confiança para lidar com um item da minha lista de desejos”, relata.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

6. Gerando renda passiva

“Com o tempo, nossa carteira de ações começou a crescer, criando um novo fluxo de renda passiva, conta Jillian. 

“Também pudemos usar parte dos fundos de nossa regra de economizar metade para comprar imóveis para alugar e pagar pela casa em dinheiro”.

Com a renda de investimentos, de aluguel e a pensão de Adam, o casal pôde se afastar dos empregos para viver a mini-aposentadoria mais longa, que durou dois anos e meio.

“Agora, nossa renda passiva pode pagar nossas contas para sempre, então temos a flexibilidade de fazer uma mini-aposentadoria sempre que necessário”.

Outro fator importante para quem busca investir para rentabilizar seu patrimônio é conhecer o seu Perfil de Investidor, com ele você saberá onde investir sem correr riscos desnecessários.

Família alcança liberdade financeira aos 32 anos
Atualmente, as mini-aposentadorias do casal são aproveitadas com os cinco filhos. Foto: redes sociais de Jillian.

7. Crie um orçamento dos sonhos de mini-aposentadoria

Uma das maneiras pelas quais Jillian se inspirou para economizar para as mini-aposentadorias foi criando um orçamento para uma versão ideal delas.

Em um documento simples, ela mantém um planejamento financeiro a partir de pesquisa, listando quanto custaria cada elemento de sua mini-aposentadoria. 

Para uma mini-aposentadoria baseada em viagens, ela destaca pontos importantes:

  • Quanto custariam as passagens de avião ou dirigir?
  • Quanto gastaríamos por dia com comida?
  • Quanto custaria o entretenimento?
  • Que coisas gostaríamos de visitar?
  • Quanto custaria uma noite de hospedagem?

Segundo ela “isso ajudou a pegar esse sonho maluco e torná-lo mais realista”.

Cada vez que economizavam US$ 50, Jillian sabia que cobriria uma noite de acampamento em um belo lugar, por exemplo. 

“Ter o orçamento planejado e a economia na minha conta corrente de aventura me deixou mais confiante ao solicitar folga não remunerada ou dedicar mais tempo entre os empregos.”

Foi assim que o casal conseguiu viver tantas experiências incríveis em seus 20 e 30 anos: 

“Viajando para 27 países, viajando de carro para mais de uma dúzia de Parques Nacionais, adotando quatro crianças e aprendendo a reformar casas.”

Jillian afirma que “algumas das melhores experiências de vida têm datas de validade”

“Por exemplo, parei de dormir no chão quando fiz 30! Mas eu amo a incrível viagem de um mês de costa a costa que minha melhor amiga e eu fizemos aos 20 anos”, relembra.

Com isso, Jillian se diz muito feliz por ter tido esses bons momentos enquanto teve condições financeiras e a chance de vivê-los.

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE