6 Arrependimentos Mais Comuns no Planejamento da Aposentadoria
|

6 Arrependimentos Mais Comuns no Planejamento da Aposentadoria

Quantidade economizada, idade que começaram a poupar e investimentos escolhidos estão entre os arrependimentos citados.

Por
Atualizado em 22/07/2021

Nada pior do que chegar na aposentadoria e se arrepender de não ter economizado o suficiente ou não ter começado antes. Infelizmente esta é a realidade de muitos aposentados.

A aposentadoria é considerada um momento para relaxar e relembrar uma vida bem vivida. Porém, uma nova pesquisa da Coventry Direct revela que muitos aposentados olham para trás com pesar.

Os pesquisadores entrevistaram 500 americanos aposentados para descobrir como foi a preparação para a aposentadoria e como a realidade se alinha com suas expectativas que tinham da vida pós-trabalho. 

Os resultados foram um pouco preocupantes.

Cerca de 1 em cada 4 aposentados pesquisados ​​afirmam não ter o estilo de vida que desejavam durante a aposentadoria e quase 60% dos aposentados viajam menos do que gostariam.

Outros números são muito mais preocupantes. Cerca de 32% dos entrevistados se dizem aflitos com sua capacidade de viver a aposentadoria com conforto com o dinheiro que conseguiram guardar até agora. 

A boa notícia é que quase metade, 48%, dos entrevistados pela Coventry disse que sua aposentadoria está de fato atendendo às expectativas.

Então, o que os aposentados mais lamentam em sua aposentadoria? 

Para a maioria dos aposentados pesquisados, o arrependimento financeiro é mais forte, seja lamentando a idade em que começaram a economizar para a aposentadoria ou o valor que economizaram.

Qual seu maior arrependimento sobre o planejamento da aposentadoria?
Quantidade economizada24%
Idade que começou a poupar23%
Idade que se aposentou22%
Idade que começou a planejar a aposentadoria13%
Onde decidiu viver11%
Tipo de investimento escolhido7%

Fonte: Coventry Direct

Aqui estão os seis maiores arrependimentos dos entrevistados sobre o planejamento para a aposentadoria e como evitá-los:

1. A quantidade que eles economizaram

Aproximadamente um quarto, 24%, das pessoas entrevistadas disseram que seu maior arrependimento sobre o planejamento da aposentadoria foi a quantidade de dinheiro que conseguiram economizar. 

O quanto você deseja economizar para a aposentadoria depende muito do estilo de vida que deseja para você e sua família.

Além disso, considere também o aumento com os gastos em saúde que geralmente acontecem com o avançar da idade.

Alguns especialistas recomendam que você economize 15% de seu salário ao longo de sua carreira para se aposentar com 10 vezes seu salário.

Se você não sabe quanto dinheiro guardar em cada idade, isso é o quanto a Fidelity recomenda que os americanos economizem em todas as idades:

  • Aos 30, você deve ter o equivalente ao seu salário economizado;
  • Aos 40, você deve ter  economizado três vezes o seu salário;
  • Aos 50, você deve ter seis vezes o seu salário economizado;
  • Aos 60, você deve ter oito vezes o seu salário economizado;
  • Aos 67, você deve ter dez vezes o seu salário  economizado.

2. A idade que eles começaram a economizar

Demorar demais para poupar para a aposentadoria é um arrependimento quase tão comum quanto não ter guardado o suficiente. 

Aproximadamente um quarto dos entrevistados, 23%, disseram que seu maior arrependimento foi não ter começado antes.

Assim que você começar a trabalhar, tente destinar pelo menos 15% de sua renda mensal para suas metas de longo prazo.

Se isso não for possível, salve o máximo que puder, o mais cedo possível. 

Décadas de capitalização de juros compostos podem fazer uma grande diferença no resultado final.

Até mesmo 1% da sua renda pode fazer uma grande diferença no seu saldo quando você se aposentar.

Quanto mais chance você der ao seu dinheiro para crescer, melhor. 

Alguém que começa a economizar US$ 5.000 por ano aos 25 anos acabará com mais do que o dobro de dinheiro aos 65 anos do que alguém que espera até os 35 para começar a economizar.

Banner will be placed here

3. A idade que se aposentaram

O terceiro maior arrependimento dos aposentados pesquisados ​​foi a idade em que se aposentaram, com 22% dizendo que deveriam ter feito isso em outro momento. 

Isso não é surpreendente, já que esperar mais para deixar de trabalhar pode fazer uma grande diferença em quanto você tem para gastar quando de fato se aposentar.

Um em cada três entrevistados da pesquisa Coventry Direct relatou que teve que acessar suas economias antes do esperado.

4. A idade em que eles começaram a planejar

A idade em que começaram a planejar foi o maior arrependimento para 13% dos entrevistados. 

Mesmo se você ainda for jovem e a aposentadoria parecer algo distante, o planejamento para ela é uma parte extremamente importante.

Enquanto os poupadores mais jovens ainda têm tempo para planejar e até fazer contribuições menores, os mais velhos precisam correr contra o tempo e restringir seus gastos mais fortemente, além de procurar maneiras de ganhar e aumentar a taxa de poupança.

Corte desde já as despesas desnecessárias e livre-se das dívidas

Segundo a última Pesquisa de Despesas do Consumidor do Bureau of Labor Statistics, os americanos com 65 anos ou mais gastam em média US$ 50.220 por ano.

Esse número serve apenas como base para você se planejar, mas ele pode ser muito maior se você sonhar em viajar pelo mundo, morar em uma área urbana ou apenas desfrutar de pequenos luxos como comer fora.

Para garantir que suas reservas durem até a aposentadoria, descubra quais serão as suas novas despesas contínuas com passar da idade e mudança do seu estilo de vida.

5. Onde eles escolheram morar

Muitos entrevistados na pesquisa não estão satisfeitos com o local onde escolheram se estabelecer. 

Para 11% dos entrevistados, escolher o lugar errado para morar foi o maior arrependimento da aposentadoria.

Porém, mais de 55% dos entrevistados disseram não estar felizes com suas cidades natais atuais, citando fatores como o clima ou a falta de proximidade com a família. 

O lugar onde você mora tem um grande impacto sobre o quanto e no que gasta. 

Um passo importante que você pode dar para ajudar a viver a aposentadoria sem estresse é escolher um lugar com baixo custo de vida para se estabelecer. 

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

6. Os tipos de investimentos que eles usaram

Para um pequeno número de entrevistados na pesquisa, 7%, o maior arrependimento foi usar os investimentos errados. 

Os melhores investimentos para aposentadoria são aqueles focados no longo prazo. 

As melhores opções para cada pessoa dependerá de fatores como o perfil do investidor, o valor disponível e o horizonte de tempo.

Nem sempre a previdência privada é a melhor escolha por conta do baixo rendimento e das altas taxas aplicadas. Depender da previdência social então nem pensar.

Por causa de suas características, o investimento em ações é uma boa estratégia para obter ganhos robustos no futuro.

Para isso, invista em ações de boas empresas, que paguem bons dividendos e tenha o pensamento no longo prazo.

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

Para te ajudar a traçar seu caminho para uma aposentadoria mais tranquila, baixe grátis o e-book e saiba Como Investir Começando do Zero.

Segredo da Riqueza
Dicas sobre Liberdade Financeira
Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE