5 Lições do Livro a Psicologia Financeira
|

5 Lições do Livro a Psicologia Financeira

Morgan Housel traz lições importantes para melhorar sua mentalidade financeira e investir mais e melhor.

Por
Atualizado em 19/04/2021

O livro “A psicologia financeira” mostra que, quando se trata de sucesso e dinheiro, as habilidades pessoais são mais importantes do que o lado técnico.

Quando falamos de finanças, muitas pessoas se concentram em números concretos, mas ignoram um ponto-chave: a maneira como você pensa sobre dinheiro

O livroA psicologia financeira: lições atemporais sobre fortuna, ganância e felicidade, de Morgan Housel, aborda justamente a mentalidade financeira e como ela afeta nos seus resultados.

“Nós pensamos e aprendemos sobre dinheiro de maneiras que são muito parecidas com a física (com regras e leis)”.

Porém, as finanças pessoais são diferentes. Elas são guiadas pelo comportamento das pessoas. 

A forma como você lida com o dinheiro é fruto de suas vivências e crenças.

“O sucesso financeiro não é uma ciência difícil. É uma habilidade suave, em que a forma como você se comporta é mais importante do que o que você sabe.”

Morgan Housel chama essa habilidade de psicologia do dinheiro.

Dividido em lições que você pode aplicar às suas próprias finanças, o livro “A psicologia financeira” pode te ajudar a melhorar a mentalidade quanto ao dinheiro e a investir melhor

Veja alguns dos temas abordados e examine a relação entre dinheiro e mente.

1. Tempo: o ingrediente mágico na construção da riqueza

“Se você quiser fazer melhor como investidor, a coisa mais poderosa que você pode fazer é aumentar seu horizonte de tempo.”

O tempo é a força mais poderosa no investimento. É ele quem ajuda a construir riqueza e gerar bons retornos ao longo dos anos, graças ao poder dos juros compostos, os “juros sobre juros”. 

Por mais que muitos saibam desse ingrediente mágico, pode ser difícil compreendê-lo. Por isso, Housel oferece uma perspectiva ao observar Warren Buffett

Buffett é um dos investidores mais bem-sucedidos de todos os tempos. Sua habilidade como investidor é indiscutível, mas um de seus segredos é o tempo

Housel escreve: “Warren Buffett é um investidor fenomenal. Mas você perde um ponto-chave se vincular todo o seu sucesso à perspicácia para investir. A verdadeira chave para seu sucesso é que ele tem sido um investidor fenomenal por três quartos de século.” 

Buffett começou a investir quando era criança, aos 10 anos, então seu dinheiro teve décadas para aumentar. 

“US$ 81,5 bilhões do patrimônio líquido de US$ 84,5 bilhões de Warren Buffett vieram depois de seu 65º aniversário.”

Você não pode voltar no tempo, mas pode começar a investir agora. 

O que aprendemos com isso é que o tempo é nosso melhor amigo. Quanto mais tempo o seu dinheiro permanecer no mercado, mais ele crescerá.

Começar hoje e manter o curso por um longo prazo é a melhor maneira de construir riqueza. 

Não precisa iniciar com grandes quantias. “Uma pequena base inicial pode levar a resultados tão extraordinários que parecem desafiar a lógica.”, diz Housel.

Banner will be placed here

2. Concentre-se em ser razoável com dinheiro em vez de ser racional 

Para Morgan Housel, ser razoável com o seu dinheiro é mais poderoso do que ser racional. 

Ele admite que, como humanos, temos emoções que inevitavelmente afetarão como nos sentimos e administramos nosso dinheiro. 

Por isso, não tente ser friamente racional ao tomar decisões financeiras. Procure ser bem razoável. 

“Razoável é mais realista e você tem mais chance de perseverar nele no longo prazo, que é o que mais importa ao administrar o dinheiro.”

Ele continua: “Você não é uma planilha. Você é uma pessoa. Uma pessoa perturbada e emocional. Levei um tempo para descobrir isso, mas depois que deu um clique, percebi que é uma das partes mais importantes das finanças.” 

Concentrar-se na sua tolerância ao risco e no que é razoável para você pode ser sua bússola ao orientar suas finanças.

Faça o teste de perfil do investidor e descubra sua tolerância ao risco.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

3. Nada é grátis

“Tudo tem um preço, mas nem todos os preços aparecem nos rótulos.”

Nada é grátis. Aprender isso é a chave para muitas coisas.

O problema é que o preço de muitas coisas não é óbvio até que você as experimente.

Nas finanças, concentre-se em descobrir qual o preço que está disposto a pagar. Ser rico exige sacrifícios.

“Como tudo, o investimento bem-sucedido exige um preço, mas sua moeda não é dólares e centavos. É volatilidade, medo, dúvida, incerteza e arrependimento – todos fáceis de ignorar até que você esteja lidando com eles em tempo real.”

Os retornos do mercado não são gratuitos e nunca serão. Eles exigem que você pague um preço, como qualquer outro produto.

A diferença é que esse preço não é imediatamente óbvio. Não está em uma etiqueta de preço que você pode ver, então, quando a conta chega, não parece uma multa por fazer algo errado. 

“O truque é se convencer de que a taxa do mercado vale a pena. Essa é a única maneira de lidar adequadamente com a volatilidade e a incerteza.”

Para Housel, pensar na volatilidade do mercado como um preço a se pagar é uma parte importante do desenvolvimento do tipo de mentalidade.

Isso permitirá que você permaneça por tempo suficiente para que os ganhos de investimento trabalhem a seu favor.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

4. Sorte e risco afetam tudo

Em finanças pessoais, é fácil focar nas ações individuais e esquecer como a sorte e risco podem afetar nossos resultados. 

Para exemplificar o efeito dessas duas variáveis na nossa vida, Housel conta uma história sobre Bill Gates

Gates foi para um colégio com um dos primeiros computadores, o que alterou o curso de sua vida e carreira. 

Seu amigo e colega de classe, Kent Evans também era talentoso com computadores. Infelizmente, ele morreu em um acidente de montanhismo. 

Neste exemplo, vemos a sorte e o risco muito claramente. Eles são os fios invisíveis que podem afetar nossas vidas, carreiras e dinheiro. 

“Sorte e risco são a realidade de que todo resultado na vida é guiado por outras forças que não o esforço individual. Eles são tão semelhantes que você não pode acreditar em um sem respeitar o outro igualmente. Ambos acontecem porque o mundo é muito complexo para permitir que 100% de suas ações ditem 100% de seus resultados.”

Ao reconhecer o papel da sorte e do risco, podemos nos livrar da tentação de colocar tudo sobre nós mesmos quando se trata de administrar o dinheiro e investimentos. 

5. Espaço para erro 

Ter uma reserva de emergência é a única maneira eficaz de navegar com segurança em um mundo governado por probabilidades e onde quase tudo está relacionado ao dinheiro.

Housel chama isso de “espaço para erro”.

“Nunca há um momento em que você está tão certo que pode apostar todas as fichas na sua frente. O mundo não é tão bom para ninguém – não de forma consistente. Você tem que se dar espaço para erros.”

Para ele, a sabedoria é reconhecer que a incerteza, a aleatoriedade e o acaso fazem parte da vida. 

“A única maneira de lidar com eles é aumentando a lacuna entre o que você acha que vai acontecer e o que pode acontecer.”

Um dos piores erros que podemos cometer em finanças pessoais é depender exclusivamente de um contracheque para financiar as necessidades de gastos de curto prazo.

Quem vive sem nenhuma economia, não tem espaço para erros, nem para o acaso.

Por isso, a primeira coisa que você deve fazer é um planejamento financeiro. Depois de organizar as suas finanças, é necessário construir uma reserva de dinheiro que cubra, no mínimo, 6 meses das suas despesas.

Esta será sua “base financeira” para caminhar até à independência financeira.

Segredo da Riqueza
Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE

VOCÊ ESTÁ PRONTO

PARA ACUMULAR O

SEU 1 MILHÃO?

Faça o Teste de Perfil de Investidor e receba uma carteira para você Investir Melhor o seu Dinheiro.