3 Principais Diferenças entre Bitcoin e Dogecoin
| ,

3 Principais Diferenças entre Bitcoin e Dogecoin

Apesar de serem duas criptomoedas da mesma geração, elas têm usos, comunidades e preços bem diferentes.

Por
Atualizado em 26/08/2021

Existem diversas diferenças entre Bitcoin e Dogecoin, mas 3 delas são as mais marcantes: número de moedas, comunidade e desenvolvimento.

O Dogecoin nasceu como uma piada, mas suas constantes altas despertaram a curiosidade sobre a criptomoeda levando muitos a se perguntar: seria ele o próximo Bitcoin?

Só este ano, o preço do dogecoin disparou mais de 14.000%. Saiu de 0,00468 dólar em 31 de dezembro, até atingir o recorde no início de maio, chegando a cerca de US$ 0,69.

A criptomoeda que tem como símbolo um cachorro da raça shiba inu é altamente volátil e seu preço é fortemente influenciado por usuários e grandes nomes como Elon Musk que frequentemente tuita sobre ela.

Assim, o Dogecoin ultrapassou moedas digitais mais amplamente utilizadas, como Tether e o XRP, tornando-se a quarta maior em valor de mercado.

Mesmo assim ela permanece pouco usada no comércio, em pagamentos e como reserva de valor.

Embora sejam da mesma geração, o DOGE e o Bitcoin são bem diferentes.

Veja as três distinções mais importantes entre dogecoin e bitcoin, de acordo com especialistas consultados pela CNBC.

Bitcoin possui escassez embutida

A primeira diferença entre dogecoin e bitcoin é o abastecimento de cada uma.

Ao contrário do bitcoin, que possui um suprimento finito de 21 milhões unidades da moeda digital, o dogecoin tem um número ilimitado de moedas que serão mineradas.

Atualmente são 129 bilhões de moedas DOGE em circulação e o número só continuará a aumentar.

Dogecoin é inflacionário, significando que mais doge é impresso a cada minuto de cada dia.

Esse limite ilimitado no fornecimento pode impactar negativamente o valor da criptomoeda ao longo do tempo.

Por não ter um limite definido, o DOGE sempre terá um preço mais baixo.

O Bitcoin, por outro lado, cria uma “escassez embutida”. Assim como o ouro ou diamantes são valiosos porque são escassos, o Bitcoin também tende a ser.

É justamente essa escassez o motivo central pelo qual os entusiastas da criptomoeda defendem a manutenção do bitcoin no longo prazo.

Por ser limitada, à medida que a demanda aumenta, o preço do bitcoin também deve aumentar.

Por causa dessa diferença, o dogecoin tende a ser mais negociado em uma base de curto prazo, esperando obter um lucro rápido. Já o bitcoin tem sido escolhido o criptoativo para se manter por um período mais longo.

Banner will be placed here

Dogecoin foi criado para ser uma piada

Outra diferença entre dogecoin e bitcoin é a premissa sobre a qual cada um foi criado.

O Bitcoin foi lançado em 2009 com um white paper detalhado elaborado por Satoshi Nakamoto.

A intenção foi criar uma moeda digital descentralizada como uma forma de facilitar as negociações pela internet.

Os apoiadores do Bitcoin veem a criptomoeda como ouro digital e uma proteção contra a inflação.

A confiança no bitcoin cresceu com investidores institucionais e de varejo aceitando a criptomoeda como meio de pagamento.

Já o Dogecoin foi criado em 2013 como uma piada entre os engenheiros de software Billy Markus e Jackson Palmer. 

Com base no meme “Doge”, que retrata um cão shiba inu, eles não tinham a intenção de que a moeda fosse levada a sério.

O Doge foi “criado para bobos”, escreveu Markus em um post do Reddit . “Eu lancei tudo junto, sem qualquer expectativa ou plano. Demorou cerca de 3 horas para fazer.”

Como resultado, o dogecoin não é tão seguro quanto o bitcoin, pois falta um desenvolvimento técnico.

O Dogecoin começou a ser comprado como uma brincadeira, mas a comunidade foi crescendo e se tornou seu maior diferencial.

Tanto que Markus ficou surpreso ao ver como a comunidade dogecoin cresceu rapidamente e recentemente, explodiu após posts nas mídias sociais de nomes como o do CEO da Tesla, Elon Musk e do empreendedor e ator Mark Cuban.

O dogecoin possui um grupo ativo no Reddit, onde se juntam para criar ações, não muito diferente do grupo WallStreetBets por trás do frenesi da rede de lojas de videogame GameStop.

Em 2014 eles conseguiram um financiamento coletivo para fazer com que o piloto da Nascar Josh Wise anunciasse a dogecoin em seu carro.

No início deste ano, o grupo decidiu projetar o valor da criptomoeda “para a lua”, fazendo a criptomoeda disparar mais de 600%.

Quer Investir em Criptomoedas? Acesse aqui a Maior Corretora do Mundo.

Bitcoin tem um ecossistema bem financiado

Embora o dogecoin tenha sido desenvolvido com base no código do bitcoin, ele está longe de ter o ecossistema extenso e bem financiado que existe no Bitcoin.

O bitcoin é visto como uma reserva de valor, bem distribuída, que está crescendo em adoção. 

Já o dogecoin está muito concentrado e não tem muito uso no mundo real. 

Embora Elon Musk tenha dito que está “trabalhando com desenvolvedores do Doge para aumentar a eficiência da criptomoeda”, não há mais divulgações de desenvolvimento em andamento para a Dogecoin.

O Bitcoin tem muitas atualizações e desenvolvimentos contínuos. 

Por essas e outras que o Doge é constantemente chamado de “lixo” pelos apoiadores mais leais do Bitcoin. 

Apesar das diferenças, tanto o dogecoin como o bitcoin são investimentos de risco, uma vez que as criptomoedas são altamente voláteis

Por isso, os especialistas alertam para que os investidores invistam com cautela e só o que podem perder. 

Quer Investir em Criptomoedas? Acesse aqui a Maior Corretora do Mundo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE