A teoria para viver de dividendos é simples. Mas verdade seja dita: exige paciência.

A receita mais simples para viver de dividendos é: comprar ações de boas empresas, ganhar dinheiro com a valorização dos papéis e com o recebimento de dividendos.

No entanto, saber escolher boas pagadoras de dividendos é só uma das etapas. Para viver de renda com dividendos é preciso tempo, paciência e planejamento.

A liberdade financeira não é algo que se conquista da noite para o dia. 

Existem várias etapas que devem ser conquistadas até conseguir viver inteiramente de renda passiva.

Ter um planejamento financeiro pessoal e segui-lo é fundamental para o seu sucesso.

Você precisa entender suas finanças, quanto do seu salário vai para as contas importantes e onde pode economizar para investir mensalmente.

Mas aonde quer chegar? No seu primeiro milhão? Na independência financeira total?

Saiba quanto precisa para viver de renda e se planeje para fazer investimentos regulares e reinvestir os dividendos para aumentar o patrimônio ao longo do tempo.

Sim, se seu objetivo é viver de dividendos, nos primeiros anos você deve reinvestir os dividendos comprando mais ações e verá seu dinheiro trabalhando para você.

Assim, quando alcançar um bom patrimônio, poderá viver dos rendimentos das aplicações. Não tente pular etapas. 

Primeiro aumente seus aportes e o rendimento de seus investimentos para depois ser recompensado com os juros.

Por último, o sucesso passa pela escolha de boas empresas que pagam dividendos, e é aí que posso ajudar você.

Ações de boas empresas fazem toda diferença na formação do seu patrimônio.

Como o objetivo é viver de renda de dividendos, dê atenção especial aos seguintes indicadores fundamentalistas:

a) Dividend Yield:

O dividend yield é o indicador mais usado para avaliar e montar uma carteira de ações com foco nos dividendos pagos. Ele mostra a relação entre os dividendos pagos e o preço da ação.

Quanto maior o dividend yield, maior o percentual de retorno que cada ação proporcionou ao investidor.

b) Payout:

O payout é o quanto do lucro da empresa é destinado ao pagamento de dividendos e proventos.

No Brasil, as empresas devem distribuir no mínimo 25% do lucro líquido para os acionistas. Mas muitas companhias distribuem mais do que o mínimo estabelecido.

Em teoria, quanto maior esse indicador melhor. Porém, pode ser que a empresa deixe de investir em melhorias e em seu crescimento, o que pode ser prejudicial.

Como uma regra geral (sujeita a exceções) busque um payout não maior do que 90%.

c) Endividamento:

Os indicadores de endividamento mostram quanto uma empresa possui de dívida em relação ao seu patrimônio ou sua geração de caixa.

É interessante que a empresa mantenha as dívidas em patamares saudáveis, que não ultrapassem sua capacidade de pagamento.

Monte uma carteira de dividendos diversificada. A carteira do canal Seleção de Dividendos conta com 10 ações hoje.

A diversificação da carteira, além de reduzir os riscos do investimento, também ajuda a proporcionar uma rentabilidade melhor.

Uma alocação de ativos ideal traz o equilíbrio financeiro da sua carteira.

Busque ações de empresas pertencentes a diferentes segmentos da economia para montar seu portfólio.

No Seleção, temos bancos, companhias elétricas, companhias de saneamento e algumas outras empresas que vem gerando um caixa consistente.

Considere ainda, que faz sentido investimentos em outras classes de ativos, como fundos imobiliários, renda fixa, dólar e fundos

Um bom equilíbrio entre todos estes investimentos vai te deixar muito mais seguro especialmente em momentos de crise.

Como o objetivo é ter uma renda passiva com os dividendos, não precisa se preocupar com a volatilidade do mercado financeiro no curto prazo.

Pois, como já selecionou as melhores ações pagadoras de dividendos, o foco está no longo prazo.

Quando a bolsa de valores está em alta, ganha com a valorização dos seus ativos e a distribuição de dividendos.

Quando está em baixa, continuará recebendo os dividendos desde que a empresa continue tendo lucro.

Nesse momento, a independência financeira pode parecer uma realidade distante, mas se começar hoje, amanhã já estará mais perto.

Os assinantes do canal Seleção de Dividendos compartilham de uma jornada firme e forte rumo a essa independência.