Os Estados Unidos possui o maior número de bilionários e também é berço de algumas das famílias mais ricas do mundo.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Embora não tenha nenhuma família real, o país possui impérios familiares com enormes fortunas.

Há famílias que construíram grandes editoras, outras fundadoras de gigantes do varejo e hotéis.

Nem todas começaram como empreendedores, algumas também eram investidores experientes.

Conheça as 25 famílias mais ricas dos EUA, classificadas do menor patrimônio líquido ao maior patrimônio líquido. 

A classificação foi determinada pela Business Insider com base nos patrimônios líquidos estimados mais atualizados disponíveis na Forbes e na Bloomberg.

O ranking excluiu fortunas de primeira geração, como as de Jeff Bezos e Bill Gates, bem como fortunas controladas por um único herdeiro.

25. Família Gallo

A fortuna da família Gallo foi construída a partir de duas empresas. 

Os irmãos Ernest e Julio Gallo fundaram a maior vinícola do mundo em Modesto, Califórnia. 

O irmão deles, Joseph, ajudou nos negócios da família até abrir sua primeira leiteria e começar a vender o Joseph Farms Cheese. 

Seus filhos atualmente administram a Joseph Farms, enquanto os descendentes de Ernest e Julio administram a E. & J. Gallo Winery, que gerou US$ 4 bilhões em receita em 2020.

24. Família Rollins

A riqueza da família Rollins vem da empresa de controle de pragas Rollins Inc., que gerou mais de US$ 2 bilhões em vendas em 2022. 

Em 1948, John e Orville Rollins fundaram a empresa quando compraram várias estações de rádio locais. 

A empresa entrou no negócio de matar insetos em 1964, quando adquiriu a Orkin por US$ 62 milhões . 

Em 2021, a Orkin era a maior empresa de controle de pragas dos Estados Unidos com base na receita. 

Em 2021, a família Rollins possuía cerca de 53% da Rollins Inc. O filho de Orville, Gary, atuou como CEO até 2022 e atualmente é o presidente do conselho. 

 23. Família Goldman

A riqueza da família Goldman vem do mercado imobiliário. Em 2016, eles possuíam mais de 400 propriedades na cidade de Nova York, e a família atualmente possui uma participação de 17% nos empreendimentos do World Trade Center. 

Sol Goldman fundou a Solil Management quando começou a comprar propriedades hipotecadas a preços de barganha na década de 1950.

Hoje, sua filha Jane Goldman dirige a empresa. Em 2020, ela e seus irmãos possuíam, cada um, 25% da empresa, com ativos estimados em US$ 12 bilhões.

22. Família Stryker

  • Patrimônio líquido: US$ 14 bilhões
  • Fonte da fortuna: Stryker Corp.

Homer Stryker fundou a empresa de equipamentos médicos Stryker Corp. Seus netos, os irmãos Pat, Jon e Ronda, herdaram uma participação na empresa, que gerou mais de US$ 18 bilhões em vendas em 2022. 

Ronda é a única dos irmãos a servir no conselho. Todos os três são filantropos e doaram pelo menos US$ 855 milhões coletivamente para várias causas e fundações.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

21. Família Cathy

  • Patrimônio líquido: US$ 14,2 bilhões
  • Fonte da fortuna: Chick-fil-A

Samuel Truett Cathy fundou a rede de fast-food Chick-fil-A em 1967. Desde então, a empresa familiar permaneceu nas mãos de membros da família de segunda e terceira geração. 

Em 2021, Andrew Truett Cathy, neto do fundador, assumiu o cargo de CEO de seu pai, Dan. 

Em 2022, os filhos de Samuel Truett Cathy, Dan e Bubba, tinham cada um um patrimônio líquido de US$ 6,6 bilhões, segundo a Forbes.

A família Cathy gerou polêmica por doar mais de US$ 1 milhão para causas anti-LGBTQ+. 

19. Família Dorrance (empate)

Estima-se que 11 membros da família Dorrance possuam mais de 50% da Campbell's Soup, uma empresa norte-americana que produz sopas enlatadas e produtos relacionados.

John T. Dorrance inventou o processo de condensação da sopa no final do século XIX. Hoje, a empresa possui mais do que sopa, incluindo as marcas V8, Pepperidge Farm e Snyder's, gerando mais de US$ 8 bilhões em receita anual. 

Pelo menos três dos descendentes de Dorrance são membros do conselho.

19. Família Ziff (empate)

William Ziff Jr. vendeu a editora de revistas que seu pai criou, a Ziff Davis Inc., que publicava a PC Magazine, por US$ 1,4 bilhão em 1994. 

Seus filhos, Daniel, Robert e Dirk, aumentaram sua herança por meio da Ziff Brothers Investments e supostamente investiram parte de seus bilhões com gerentes que costumavam trabalhar em seus fundos de hedge.

Os irmãos possuem várias casas em Aspen e investiram seu dinheiro em esforços filantrópicos.

18. Família Hunt

HL Hunt lançou as bases para a fortuna de sua família com a Hunt Oil Company. 

Seus muitos herdeiros (ele teve 14 filhos) controlam várias fortunas, de Hunt Oil e Petro-Hunt a Rosewood Hotels & Resorts. 

Seus filhos gastam seus bilhões em imóveis, como o SubTrópolis, um parque empresarial subterrâneo de 6 milhões de pés quadrados, e times esportivos.

A família Hunt é dona do Kansas City Chiefs, que venceu seu terceiro Superbowl no início deste ano, e tem uma participação minoritária no Chicago Bulls. 

A Forbes avaliou a equipe em US$ 3,7 bilhões, incluindo sua dívida, no ano passado, um retorno vitalício de 14.799.900%, estimou a publicação.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

17. Família du Pont

  • Patrimônio líquido: US$ 16 bilhões
  • Fonte da fortuna: DuPont

A fortuna du Pont é uma das fortunas mais antigas e amplamente compartilhadas nesta lista. 

A gigante química DuPont foi fundada em 1802 como fabricante de pólvora. Com o tempo, evoluiu para a produção de tudo, desde dinamite a plásticos e inventou o nylon e o teflon. 

Cerca de 3.500 membros da família controlam a maioria das ações da empresa, embora nenhum participe da administração da empresa.

16. Família Busch

  • Patrimônio líquido: US$ 17,6 bilhões
  • Fonte da fortuna: Anheuser-Busch

As raízes da família Busch na indústria cervejeira remontam a 1876, quando Adolphus Busch criou o que hoje é conhecido como Budweiser.

Enquanto a empresa passou por cada geração familiar, cerca de 25% do negócio foi vendido entre 1989 e 2008, e foi totalmente comprado por US$ 52 bilhões em 2008. Cerca de 30 membros da família dividiram a fortuna.

Parte da família voltou ao negócio de cerveja com a William K. Busch Brewing, mas a empresa fechou em 2019.

15. Família Butt

  • Patrimônio líquido: US$ 17,8 bilhões
  • Fonte da fortuna: HE Butt

Florence Butt fundou a mercearia HEB no Texas em 1905, que seu filho Howard expandiu por todo o estado quando assumiu a empresa na década de 1920. 

Seu filho Charles é o acionista majoritário e atualmente dirige a empresa, que tem mais de 400 lojas no Texas e no México e gerou mais de US$ 38 bilhões em receita em 2022. 

Os irmãos e dois sobrinhos de Charles também têm participação no negócio.

14. Família Marshall

  • Patrimônio líquido: US$ 18,5 bilhões
  • Fonte da riqueza: Investimentos

A riqueza da família Marshall é diversificada: J. Howard Marshall II trocou suas ações da Great Northern Oil Company por uma participação estimada de 16% na Koch Industries. 

Ele passou o estoque para seu filho, E. Pierce Marshall, que então foi para sua esposa e filhos quando ele morreu. 

A família gastou milhões com advogados para litigar várias reivindicações à fortuna de Marshall. J. Howard II ganhou as manchetes em 1990 durante seu breve casamento com a stripper que virou modelo, Anna Nicole Smith.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

13. Família Brown

A família Brown está por trás de Jack Daniel's, Woodford Reserve e Old Forester, entre outras marcas de álcool. 

Estima-se que 25 membros da família possuam mais da metade da Brown-Forman Corp., que começou com o vendedor de produtos farmacêuticos George Garvin Brown em 1870.

12. Família Hearst

Cerca de 67 membros da família compartilham a fortuna que William Randolph Hearst criou quando assumiu o San Francisco Examiner no final do século XIX. 

Logo depois, Hearst adquiriu outros jornais e expandiu para rádio e TV, criando a base para a gigante da mídia Hearst Corporation, que possui 76 jornais, cerca de 260 revistas, estações de televisão e participações em canais de TV a cabo que incluem A&E e ESPN. 

Hearst era dono do que hoje é uma das casas mais caras da América. Seu neto, William R. Hearst III, é atualmente o presidente do conselho da empresa.

11. Família Duncan

Dan L. Duncan fundou a empresa de gás e petróleo Enterprise Products Partners em 1968 com apenas US$ 10.000.

Depois que ele morreu em 2010, a empresa permaneceu sob controle familiar e seus quatro filhos herdaram um patrimônio de quase US$ 10 bilhões. Desde então, a fortuna da família mais do que dobrou.

Randa Duncan Williams é a única ativamente envolvida com a empresa, atuando como presidente não executiva.

10. Família Newhouse

  • Patrimônio líquido: US$ 30 bilhões
  • Fonte da fortuna: Publicações avançadas

A riqueza da família Newhouse deriva da gigante editorial que Sam Newhouse criou. A Advance Publications é proprietária da Condé Nast Publications, cujas propriedades de mídia incluem Vogue, Vanity Fair e GQ. 

Em 2021, a empresa detinha uma participação de 30% a 35% no Reddit. 

Em abril de 2016, os filhos de Sam venderam a empresa de TV a cabo Bright House Networks por cerca de US$ 11,4 bilhões em dinheiro e ações.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

9. Família Pritzker

  • Patrimônio líquido: US$ 32,5 bilhões
  • Fonte da fortuna: Hyatt Hotels

AN Pritzker e seus filhos Jay, Donald e Robert criaram a riqueza da família ao fundar a cadeia de hotéis Hyatt e investir em participações como o Marmon Group. 

Hoje, a fortuna está dividida entre 13 membros da família, 11 dos quais são bilionários, segundo a Forbes

Eles teriam passado grande parte dos anos 2000 discutindo sobre fundos, dividindo a fortuna no final.

Membros da família Pritzker também estiveram envolvidos na política. Penny Pritzker , filha de Donald, é ex-secretária de comércio dos Estados Unidos. Seu irmão, JB Pritzker, é governador de Illinois desde 2019. 

A Hyatt Hotels registrou mais de US$ 5 bilhões em receita anual em 2022. 

8. Família Cox

  • Patrimônio líquido: US$ 34,5 bilhões
  • Fonte da fortuna: Cox Enterprises

Desde a sua fundação em 1898, a Cox Enterprises atua em vários setores, como cabo e banda larga (Cox Communications), jornais e estações de rádio (Cox Media Group) e indústria automotiva. 

A empresa gera cerca de US$ 20 bilhões em receita por ano. O CEO da é Alex Taylor, bisneto do fundador, James Cox.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

7. Família (Edward) Johnson

  • Patrimônio líquido: US$ 36 bilhões
  • Fonte da fortuna: Fidelity 

Edward C. Johnson fundou uma das maiores empresas de fundos mútuos do mundo, a Fidelity, em 1946, que é dirigida por três gerações de Johnson desde então

Atualmente é dirigido por sua neta Abigail Johnson. 

A partir de 2020, a família detém 49% da empresa, que é dividida entre seis membros da família, segundo a Forbes. Em 2022, a empresa gerou mais de US$ 25 bilhões em receita.

6. Família SC Johnson

  • Patrimônio líquido: US$ 37 bilhões
  • Fonte da fortuna: SC Johnson

A família Johnson está por trás da SC Johnson, que produz produtos de limpeza como Pledge, Glade e Windex. 

A empresa foi fundada por seu homônimo, SC Johnson, em 1882 e acabou sendo adquirida por seu filho Herbert Fisk Johnson. 

Herbert morreu em 1928 sem testamento, e a família teria brigado pela herança até que acabou sendo dividida entre seus dois filhos, Herbert Fisk Johnson Jr. e Henrietta Johnson Louis. 

Herbert Fisk Johnson III, membro da quinta geração da família, é o atual CEO e presidente do conselho da empresa.

5. Família Lauder

  • Patrimônio líquido: US$ 40 bilhões
  • Fonte da fortuna: Estée Lauder

Em 1947, Estée Lauder recebeu seu primeiro grande pedido de US$ 800 de produtos para a pele da Saks Fifth Avenue. 

A empresa, que vende cosméticos e fragrâncias por meio de mais de 20 marcas, incluindo MAC e Clinique, registrou receita anual de mais de US$ 17 bilhões no ano fiscal de 2022. 

Os Lauders são filantropos ativos, e os filhos de Estée Lauder, Leonard e Ronald, são grandes colecionadores de arte. Leonard doou US$ 1 bilhão em pinturas e esculturas para o Metropolitan Museum of Art. 

A família também possui uma quantidade significativa de imóveis.

4. Família Cargill-MacMillan

  • Patrimônio líquido: US$ 65 bilhões
  • Fonte da fortuna: Cargill Inc.

William W. Cargill fundou a gigante do agronegócio Cargill Inc. em 1865.

Em 2020, cerca de 23 membros da família Cargill-MacMillan detinham 88% da empresa, que gerou mais de US$ 150 bilhões em receita em 2022. Em 2015, 14 dos 23 membros da família eram bilionários. 

A família supostamente mantém 80% do lucro líquido da Cargill Inc. dentro da empresa para reinvestimento anualmente.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

3. Família de Mars

  • Patrimônio líquido: US$ 94 bilhões
  • Fonte da fortuna: Mars Inc.

Jacqueline e John Mars herdaram uma participação no império de doces Mars Inc., que inventou M&Ms, Milky Way e Mars Bars, quando seu pai faleceu em 1999. A empresa gera mais de US$ 40 bilhões em receita anual. 

Os irmãos administram a Mars Foundation, que doa para causas educacionais, ambientais, culturais e relacionadas à saúde.

A família também tem sido alvo de críticas de políticos que espetam os ultra-ricos. No ano passado, por exemplo, o senador Bernie Sanders foi ao Twitter para falar sobre como a família Mars estava se beneficiando com o aumento do custo dos doces de Halloween. 

2. Família Koch

Os irmãos Charles e David Koch expandiram a refinaria de petróleo de seu pai para o conglomerado Koch Industries depois que seus outros irmãos, Frederick e William, deixaram o negócio após uma aquisição fracassada. 

Hoje, a Koch Industries gera cerca de US$ 125 bilhões em receita anualmente.

David Koch deixou uma posição de liderança na empresa em 2018 e faleceu em 2019. 

Charles Koch é o presidente e CEO da empresa desde 1967. 

A fundação de David Koch prometeu contribuir com mais de US$ 1,2 bilhão para pesquisas, hospitais, educação e instituições culturais sobre o câncer, disse a equipe de relações externas de Koch à Barron's em 2019.

Os irmãos Koch também usaram sua riqueza para remodelar a política conservadora de maneira substancial nas últimas décadas.

Desde 1970, eles doaram pelo menos US$ 100 milhões para financiar o movimento conservador Tea Party e fortalecer o Partido Republicano, de acordo com o The New York Times.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

1. Família Walton

  • Patrimônio líquido: US$ 247 bilhões
  • Fonte da fortuna: Walmart

Sam e Bud Walton fundaram o Walmart em 1962. Após seu sucesso, eles fundaram o Sam's Club em 1983. 

Em 2022, o Walmart registrou vendas anuais  de mais de US$ 600 bilhões, tornando-se o maior varejista em receita do mundo.

A fortuna da família Walton está distribuída entre sete membros da família, incluindo os três filhos do cofundador Sam Walton, Rob, Jim e Alice, que é a terceira mulher mais rica do mundo com uma fortuna de US$ 56,7 bilhões, segundo a Forbes.

Em junho, Rob Walton, sua filha e o marido dela compraram o time de futebol americano Denver Broncos por US$ 4,65 bilhões, o maior valor já gasto para comprar uma franquia esportiva dos Estados Unidos.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Business Insider