Entre os bilionários de 2023, 20 donos de equipes esportivas se destacam. Juntos, eles valem US$ 509 bilhões, segundo a Forbes.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

As fortunas combinadas dos dez primeiros na lista de proprietários de times estão avaliadas em US$ 396 bilhões, um aumento de 12% em relação ao ano anterior.

Parte disso ocorreu com o ingresso do herdeiro do Walmart, Rob Walton, que vale US$ 57,6 bilhões, com a compra da equipe de futebol americano, Denver Broncos, por um recorde de US$ 4,65 bilhões em 2022.

Este ano, o dono de equipes esportivas mais rico de todos é o indiano Mukesh Ambani, proprietário do time de críquete de Mumbai. 

Com patrimônio de US$ 83,4 bilhões, ele ultrapassou o proprietário do time da NBA Los Angeles Clippers de Steve Ballmer.

Entre os 20 proprietários mais ricos, o futebol é o esporte mais representado, com oito bilionários possuindo participações em dez times. 

Isso inclui cinco clubes da Major League Soccer (MLS), o principal campeonato de futebol dos Estados Unidos, que se tornou uma oportunidade de investimento popular para os ultra-ricos. 

A Forbes estima que haja pelo menos 19 bilionários ou membros de famílias bilionárias com participações importantes nas equipes da MLS. 

Logo atrás do futebol está a liga esportiva profissional de futebol americano National Football League (NFL), com sete proprietários, e a principal liga de basquetebol profissional da América do Norte, National Basketball Association (NBA), com cinco.

Aqui estão os 20 donos de equipes esportivas mais ricos:

1. Mukesh Ambani

  • Cidadania: Índia
  • Principal equipe: Mumbai Indians - críquete
  • Fonte de Riqueza: diversificada
  • Fortuna líquida: US$ 83,4 bilhões

Por meio do conglomerado indiano Reliance Industries, Mukesh Ambani é dono do Mumbai Indians, da Indian Premier League (IPL), a principal liga masculina de críquete da Índia.

A Reliance comprou recentemente também a franquia na inaugural da liga feminina de críquete Twenty20 na Índia, Women's Premier League e possui times de críquete na África do Sul e nos Emirados Árabes Unidos.

2. Steve Ballmer

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Los Angeles Clippers - basquete
  • Fonte da Riqueza: Microsoft
  • Fortuna líquida: US$ 80,7 bilhões

O ex-CEO da Microsoft comprou o time de basquete da National Basketball Association (NBA),  Los Angeles Clippers, em 2014 por US$ 2 bilhões.

Sua aposta parece ter valido a pena, tanto que seu próximo passo é investir mais US$ 2 bilhões em uma nova arena para o time.

3. Rob Walton

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Denver Broncos - futebol americano 
  • Fonte da Riqueza: Walmart 
  • Fortuna líquida: US$ 57,6 bilhões

Em junho, o herdeiro do Walmart descartou todas as outras ofertas para comprar o time de futebol americano Denver Broncos por um recorde de franquia esportiva de US$ 4,65 bilhões. 

Porém, sua primeira temporada não saiu como planejado.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

4. François Pinault e família

  • Cidadania: França
  • Principal equipe: Stade Rennais FC - futebol
  • Fonte da Riqueza: artigos de luxo
  • Fortuna líquida: US$ 40,1 bilhões

Um ano antes de adquirir o controle acionário do Grupo Gucci em 1999, o fundador da gigante de luxo Kering comprou o Stade Rennais FC, clube de futebol da Ligue 1 francesa. 

A equipe nunca terminou acima do terceiro lugar no campeonato.

5. Mark Mateschitz

Quando o fundador da Red Bull, Dietrich Mateschitz, morreu em outubro, seu filho de 30 anos, Mark, herdou 49% da empresa, além de participações em diversas equipes esportivas.

Entre elas o time da Major League Soccer (MLS) New York Red Bulls, o RB Leipzig (RasenBallsport Leipzig) da Alemanha e duas equipes de Fórmula 1 (Red Bull Racing e Scuderia AlphaTauri).

6. James Ratcliffe

  • Cidadania: Reino Unido
  • Principal equipe: OGC Nice - futebol
  • Fonte de Riqueza: produtos químicos
  • Fortuna líquida: US$ 22,9 bilhões

O fundador e presidente da INEOS transformou sua empresa de produtos químicos em um conglomerado que abrange vários setores. 

A empresa controlada por James Ratcliffe comprou o clube de futebol francês OGC Nice (Olympique Gymnaste Club Nice) da Ligue 1 em 2019. 

O bilionário britânico confirmou a intenção de comprar o Manchester United. Se sua proposta for bem-sucedida, as regras da Uefa podem forçá-lo a se desfazer do clube de futebol francês.

7. Masayoshi Son

  • Cidadania: Japão
  • Principal equipe: Fukuoka SoftBank Hawks - beisebol
  • Fonte de Riqueza: internet, telecomunicações
  • Fortuna líquida: US$ 22,4 bilhões

Masayoshi Son, fundador e CEO da gigante de telecomunicações e investimentos SoftBank Group, comprou o time da Nippon Professional Baseball do Japão em 2004.

Desde então, a franquia se tornou uma potência do beisebol japonês, conquistando sete títulos da Série Japonesa, mais recentemente em 2020. 

Son também tinha uma participação no Inter Miami CF da MLS antes de se desfazer em 2021.

8. David Tepper

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Carolina Panthers - futebol americano, Charlotte FC - futebol
  • Fonte de riqueza: fundos de hedge
  • Fortuna líquida: US$ 18,5 bilhões

David Tepper é o fundador e presidente da Appaloosa Management, um fundo de hedge global com sede em Miami Beach.

Em 2018, ele comprou a equipe profissional de futebol americano Carolina Panthers por US$ 2,3 bilhões.

Ele também é dono do Charlotte Football Club, conhecido como Charlotte FC, é uma franquia de expansão da Major League Soccer.

9. Daniel Gilbert

  • Cidadania: Estados Unidos 
  • Principal equipe: Cleveland Cavaliers - basquete
  • Fonte de Riqueza: Quicken Empréstimos
  • Fortuna líquida: US$ 18 bilhões

O cofundador da Quicken Loans e da StockX, Daniel Gilberto, viu seu patrimônio líquido cair de US$ 51,9 bilhões em 2021, à medida que o setor de hipotecas esfriou.

Por outro lado, seu investimento na equipe americana de basquetebol Cleveland Cavaliers, mais conhecido como Cavs, continuou a disparar. 

Ele pagou US$ 375 milhões em 2005 pela franquia, que agora vale US$ 2,05 bilhões.

10. Steve Cohen

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: New York Mets - beisebol
  • Fonte de riqueza: fundos de hedge
  • Fortuna líquida: US$ 17,5 bilhões

Antes de se tornar um dono de equipes esportivas, Steve Cohen era conhecido como um bem-sucedido, embora controverso, operador de Wall Street. 

A Point72 Asset Management, sua empresa de fundos de hedge de US$ 27 bilhões (ativos) que começou a administrar capital externo em 2018, supostamente gerou mais de US$ 2,4 bilhões em lucros para investidores no ano passado em meio a um mercado instável, segundo dados da LCH Investments.

Desde que assumiu como proprietário do time de beisebol da Major League Baseball, New York Mets, em 2020, o bilionário destinou US$ 1,5 bilhão a agentes livres durante seu mandato.

A Liga até instituiu uma nova penalidade de imposto de luxo, informalmente apelidada de “Taxa Cohen”, para verificar seus hábitos de consumo. 

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

11. Robert Pera

  • Cidadania: Estados Unidos 
  • Principal equipe: Memphis Grizzlies - basquete
  • Fonte de riqueza: rede sem fio
  • Fortuna líquida: US$ 15,5 bilhões

O fundador e CEO da fabricante de equipamentos sem fio Ubiquiti Networks comprou o time de basquete Memphis Grizzlies em 2012, aos 34 anos. 

Ele supervisionou o período de maior sucesso na história da franquia, incluindo sete participações em playoffs em dez temporadas e cinco vitórias em séries de playoffs.

12. Jerry Jones

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Dallas Cowboys - futebol americano
  • Fonte da Riqueza: Dallas Cowboys
  • Fortuna líquida: US$ 13,3 bilhões

A equipe de futebol americano Dallas Cowboys, que fizeram de Jones um bilionário em 2004, agora valem um recorde de US$ 8 bilhões, mais do que qualquer outra franquia esportiva do planeta. 

A equipe permanece no centro de seu universo, mas Jones ampliou seus investimentos imobiliários e nacionais de gás , principalmente na Comstock Resources, de capital aberto.

13. Stanley Kroenke

Stanley Kroenke possui um império esportivo que inclui times da NBA, NHL, MLS e Premier League, embora ele seja mais conhecido por transferir o Rams da NFL para Los Angeles em 2016.

Casado com uma herdeira do Walmart, ele também possui cerca de 60 milhões de pés quadrados de imóveis, muitos deles em shopping centers próximos às lojas do Walmart.

14. Shahid Khan

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Jacksonville Jaguars - futebol americano, Fulham FC - futebol
  • Fonte da Riqueza: autopeças
  • Fortuna líquida: US$ 12,1 bilhões

Shahid Khan é o proprietário da empresa fornecedora de autopeças Flex-N-Gate, que tem 69 fábricas e 26.000 funcionários em todo o mundo. 

Magnata dos esportes, além da franquia de futebol americano  Jacksonville Jaguars, Khan tem participações no clube da Premier League Fulham FC e na promoção de luta livre profissional americana All Elite Wrestling, na qual é co-proprietário com seu filho Tony.

15. Stephen Ross

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Miami Dolphins - futebol americano
  • Fonte da Riqueza: imóveis
  • Fortuna líquida: US$ 11,6 bilhões

Antes de comprar o time profissional de futebol americano, Miami Dolphins, em 2008, Stephen Ross era um advogado tributário que se tornou um incorporador de moradias populares. 

Ele possui um grande portfólio de imóveis, além de participações na SoulCycle, Equinox Fitness e várias cadeias de restaurantes casuais.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

16. Philip Anschutz

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Los Angeles Kings - hóquei, LA Galaxy - futebol
  • Fonte de Riqueza: energia, esportes, entretenimento
  • Fortuna líquida: US$ 10,9 bilhões

Philip Anschutz construiu fortunas em petróleo, ferrovias, telecomunicações, imóveis e entretenimento.

Por meio do Anschutz Entertainment Group, opera mais de 350 arenas próprias ou afiliadas e salas de concerto em todo o mundo.

Nenhuma é mais famosa que a Crypto.com Arena, onde joga seu time, o Los Angeles Kings da NHL

Proprietário majoritário do Kings, ele também tem uma participação no Los Angeles Galaxy da MLS.

17. Robert Kraft

Um dos proprietários mais vencedores em todos os esportes, Robert Kraft comprou o time de futebol americano New England Patriots em 1994 por US$ 172 milhões. 

Seus investimentos na NFL e na MLS continuam crescendo, e ele expandiu seu alcance para os videogames profissionais, fundando uma equipe na liga de e-sports Overwatch em 2017.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

18. John Malone

  • Cidadania: Estados Unidos
  • Principal equipe: Atlanta Braves - beisebol
  • Fonte da Riqueza: televisão a cabo
  • Fortuna líquida: US$ 9,2 bilhões

Uma propensão para acordos de mídia e estruturas corporativas complicadas rendeu a Malone o apelido de “Cable Cowboy”. 

Sua Liberty Media Corporation, que também é dona da Fórmula 1, comprou a equipe de beisebol americana Atlanta Braves em 2007, e Malone é o maior acionista votante.

19. Hasso Plattner e família

  • Cidadania: Alemanha
  • Principal equipe: San Jose Sharks - hóquei
  • Fonte de Riqueza: software
  • Fortuna líquida: US$ 8,6 bilhões

O veterano da IBM e cofundador da empresa de software SAP é dono do time de hóquei no gelo San Jose Sharks há mais de duas décadas, a 25ª franquia mais valiosa da NHL, avaliada em US$ 740 milhões.

20. Tilman Fertitta

  • Cidadania: Estados Unidos 
  • Principal equipe: Houston Rockets - basquete
  • Fonte da Riqueza: Houston Rockets, entretenimento
  • Fortuna líquida: US$ 8,1 bilhões

Com seis anos de propriedade do Houston Rockets, da NBA em seu currículo, Fertitta agora está fazendo uma jogada para se juntar às fileiras exclusivas da NFL. 

De acordo com o Washington Post , ele apresentou uma oferta de US$ 5,5 bilhões para comprar os Washington Commanders do proprietário bilionário Dan Snyder.

Fonte: Forbes

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.