15 Maiores Erros de Investimento de Warren Buffett
| ,

15 Maiores Erros de Investimento de Warren Buffett

A trajetória do maior investidor de todos os tempos não foi só de acertos. Veja os maiores erros de investimento de Warren Buffett e o que aprender com eles.

Por
Atualizado em 13/07/2021

Apesar de sua habilidade e conhecimento, Warren Buffett cometeu alguns erros de investimento ao longo de sua carreira dos quais lamenta.

O maior investidor de todos os tempos, por décadas o CEO da Berkshire Hathaway (BERK34), já mostrou sua capacidade de ler o mercado e aproveitar grandes oportunidades. 

Seu talento como investidor foi o responsável pelo seu patrimônio líquido de mais de US$ 100 bilhões, de acordo com a Forbes, o que o torna uma das pessoas mais ricas do planeta.

Apesar disso, Warren Buffett assume total responsabilidade por 15 erros em específico dos quais se arrepende.

Esteja você começando a investir ou tentando aprimorar suas estratégias, pode aprender muito com as principais perdas de Buffett.

Veja os 15 erros de investimento de Warren Buffett elencados pelo GOBankingRates e as lições que podemos tirar deles.

1- Compra da Berkshire Hathaway

Em uma entrevista de 2010 para a CNBC, Warren Buffett disse que a compra da Berkshire foi uma “decisão estúpida”.

Quando Buffett comprou suas primeiras ações da Berkshire Hathaway em 1962, esta era uma empresa têxtil em decadência

Ele comprou porque estavam “baratas” e achou que teria lucro quando mais fábricas fechassem.

A intenção não era adquirir a companhia. 

Em 1964, a administração da Berkshire fez uma oferta para comprar as ações que Buffett possuía, mas quando ele recebeu a oferta por escrito, algumas semanas depois, o valor era menor do que o acordado anteriormente

Buffett não gostou da atitude da empresa. Não só se recusou a vender sua parte, como também decidiu que iria comprar ações o suficiente para ter o controle da companhia e demitir o gerente.

Um rancoroso Buffett fez isso e ainda tentou manter o negócio têxtil funcionando por mais 20 anos. Ele estima que esse movimento vingativo tenha lhe custado US$ 200 bilhões.

Buffett se arrepende de ter comprado a companhia sem pensar.

O conselho de investimento aqui é não permitir que as emoções influenciem as decisões financeiras.

Você sempre deve ter certeza de que está comprando e vendendo as ações que possui pelos motivos corretos. 

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

2- Aquisição da Waumbec Textile Company

13 anos depois de comprar a empresa têxtil falida Berkshire Hathaway, Buffett fez a mesma coisa quando comprou a Waumbec Mills, outra empresa têxtil da Nova Inglaterra.

“O preço de compra foi uma pechincha com base nos ativos que recebemos e nas sinergias projetadas com o negócio têxtil existente da Berkshire”, escreveu Buffett em sua carta aos acionistas de 2014.

Buffett admite seu erro, dizendo que a decisão de comprar Waumbec foi terrível, já que a fábrica teve de ser fechada não muitos anos depois que a Berkshire a adquiriu em 1975. 

A principal lição que fica é aprender com seus erros. Se você não tiver sucesso, não persista no erro, passe para uma nova estratégia.

3- Investir na Tesco

Buffett comprou pela primeira vez ações da mercearia britânica Tesco em 2006, quando ela estava se expandindo rapidamente no Reino Unido e em todo o mundo e planejava abrir uma nova rede nos Estados Unidos.

Ele continuou a aumentar constantemente sua participação, tanto que no final de 2012 a Berkshire Hathaway possuía 415 milhões de ações da companhia.

Em sua carta de 2014 aos acionistas, Buffett disse que as preocupações com a gestão da Tesco motivaram sua venda inicial de ações, que resultou em um lucro de US$ 43 milhões. 

Infelizmente, ele não se moveu rapidamente no resto.

“Em 2013, azedou um pouco a gestão da empresa na época e vendi 114 milhões de ações, obtendo um lucro de US$ 43 milhões. Meu ritmo vagaroso para fazer vendas seria caro. Charlie chama esse tipo de comportamento de “chupar o dedo”. 

“Durante 2014, os problemas da Tesco pioraram a cada mês. A participação de mercado da empresa caiu, suas margens se contraíram e surgiram problemas contábeis. No mundo dos negócios, as más notícias muitas vezes vêm à tona em série: você vê uma barata em sua cozinha; com o passar dos dias, você encontra seus parentes.”

Ele admitiu que a demora resultou em um prejuízo de US$ 444 milhões após os impostos.

A lição desse episódio é que quando você identifica um problema e os fundamentos deixam de ser atrativos, não espere. Tome decisões prontamente.

Banner will be placed here

4- Aquisição da Dexter Shoe Co.

Em 1993, a Berkshire pagou US$ 433 milhões em ações Classe A da Berkshire pela Dexter Shoe Co. 

Em sua carta de 2007 aos acionistas, Buffett explicou a má decisão, admitindo que custou aos investidores US$ 3,5 bilhões. 

“O que eu avaliei como vantagem competitiva durável desapareceu em poucos anos”, pois logo, a empresa de calçados entrou em colapso com a pressão de importações estrangeiras mais baratas.

“Até hoje, Dexter é o pior negócio que já fiz. Mas cometerei mais erros no futuro – você pode apostar nisso ”, escreveu Buffett.

A pior escolha de Warren Buffett revela uma lição importante: uma empresa só é boa se tiver uma vantagem competitiva viável. Se não houver um motivo sólido, é provável que ela esteja destinada ao fracasso.

5- Usar ações da Berkshire para comprar a Dexter Shoe Co.

Além de lamentar a compra da Dexter Shoe Co., que ele considera seu pior negócio de todos os tempos, em sua carta de 2014 aos acionistas, ele expressou frustração sobre como pagou o preço de compra de US$ 433 milhões. 

Em vez de dar dinheiro aos vendedores, ele usou ações da Berkshire para financiar a compra.

“Eu dei 1,6% de um negócio maravilhoso … para comprar um negócio sem valor”, disse Buffett.

“Como um desastre financeiro, este merece um lugar no Guinness Book of World Records”, escreveu ele.

O que podemos aprender com o erro de Buffett é garantir que os recursos sejam alocados corretamente. 

Se seu portfólio atual está apresentando um bom desempenho, não retire dinheiro de investimentos sólidos para se arriscar no desconhecido.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

6- Assumir dívidas de ativos futuros de energia

Em 2007, a Berkshire Hathaway comprou US$ 2,1 bilhões dos títulos da Energy Future Holdings que eram necessários para financiar a aquisição alavancada da TXU. 

Os títulos eram chamados de “alto rendimento”, o que significa que eram arriscados e estavam abaixo do grau de investimento. Buffett deve ter concordado com a tese de investimento de que os preços do gás natural aumentariam.

Em sua carta de 2013 aos acionistas, Buffett explicou sua derrocada com a Energy Future Holdings. 

“Cerca de US$ 2 bilhões da dívida foram comprados pela Berkshire, de acordo com uma decisão que tomei sem consultar Charlie”, escreveu Buffett, referindo-se a Charlie Munger, vice-presidente da Berkshire Hathaway.

Devido à queda significativa nos preços do gás natural, a Energy Future Holdings enfrentava dificuldades financeiras e não conseguia lidar com seu enorme endividamento. 

Buffett previu corretamente que a Energy Future Holdings pediria concordata. 

Em 2013, a Berkshire Hathaway vendeu suas participações por US$ 259 milhões, sofrendo um prejuízo de US$ 873 milhões antes dos impostos. 

Buffett admitiu que “calculou totalmente mal as probabilidades de ganho / perda quando comprou os títulos”. 

A Energy Future pediu proteção contra falência em 2014. Foi a maior falência de uma empresa apoiada por capital privado desde a crise financeira de 2007-2009.

7- Não comprar a estação da NBC de Dallas-Fort

Nem todos os arrependimentos financeiros de Warren Buffett resultam em perdas. Um de seus pesares é não ter comprado a estação Dallas-Fort Worth da NBC por US$ 35 milhões e ter deixado de ganhar dinheiro.

Em sua carta de 2007 aos acionistas, Buffett explicou que perdeu a chance de comprar a estação na época em que comprou o See’s Candies em 1972. 

Ele recusou a oferta apesar de confiar de todo o coração na pessoa que a fez, sabendo que havia excelente potencial de crescimento e não exigiria essencialmente nenhum investimento de capital.

Relembrando a oportunidade perdida, Buffett apontou que a estação ganhou US$ 73 milhões antes dos impostos em 2006 e, na época em que escreveu a carta, estava avaliada em US$ 800 milhões.

A moral da história é aproveitar uma oportunidade quando ela bate à porta.

8- Emissão de ações extras da Berkshire Hathaway para comprar a General Reinsurance

A compra de 1998 da General Reinsurance (Gen Re) inicialmente não foi o melhor movimento para a estratégia de investimento de Warren Buffett. 

Buffett conseguiu reverter as coisas, mas ele ainda tem alguns arrependimentos.

“Depois de alguns problemas iniciais, a General Re se tornou uma ótima operação de seguros que valorizamos”, escreveu Buffett em sua carta de 2016 aos acionistas. 

“Foi, no entanto, um erro terrível de minha parte emitir 272.200 ações da Berkshire ao comprar a General Re, um ato que aumentou nossas ações em circulação em espantosos 21,8%. Meu erro fez com que os acionistas da Berkshire dessem muito mais do que recebiam (uma prática que – apesar do endosso bíblico – está longe de ser abençoada quando você está comprando negócios). ”

A lição aqui é consertar seus erros da maneira certa e aproveitar as recompensas do sucesso.

Como Selecionar as Melhores Ações? Baixe Grátis o Checklist dos 5 Critérios Analisar uma Ação.

9- Não realizar a devida diligência adequada ao comprar General Reinsurance

Várias dicas de investimento podem ser obtidas com a aquisição da General Reinsurance por Warren Buffett.

Em sua carta aos acionistas de 2001, ele ofereceu mais informações sobre o motivo pelo qual a Berkshire Hathaway teve um impacto inicial tão grande na compra. 

Isso incluía perdas de subscrição duradouras, negligenciando a possibilidade de ataques terroristas e deixando de perceber que a Gen Re não tinha reserva suficiente para pagar as perdas de apólices antigas. A Berkshire Hathaway teve perdas de US$ 800 milhões com o último em 2001.

A lição aqui é verificar os números e executá-los por vários consultores confiáveis. Você sempre deve saber o que o pior cenário pode custar a você.

10- Comprando uma grande quantidade de ações da ConocoPhillips

Em sua carta aos acionistas de 2008, Buffett escreveu: “Sem insistir com Charlie ou qualquer outra pessoa, comprei uma grande quantidade de ações da ConocoPhillips quando os preços do petróleo e do gás estavam perto do pico. Eu não previ de forma alguma a queda dramática nos preços da energia que ocorreu na última metade do ano. ”

Buffett gastou pouco mais de US$ 7 bilhões em 85 milhões de ações da ConocoPhillips, mas seu valor de mercado na época da carta era de apenas US$ 4,4 bilhões.

Erros como este de Warren Buffett enfatizam novamente a importância de consultar pessoas em quem você confia antes de fazer um grande investimento. 

Às vezes, obter uma perspectiva diferente é a melhor maneira de ver o quadro geral.

11- Falha ao pesquisar as ações da Lubrizol Corp.

Em 2011, Warren Buffett e Berkshire Hathaway foram criticados depois que foi revelado que David Sokol, então presidente de várias subsidiárias da empresa, apresentou a Lubrizol Corp. a Buffett como uma possível aquisição. O problema era que Sokol possuía ações da empresa de produtos químicos.

A Berkshire comprou a Lubrizol por cerca de US$ 9 bilhões e a Sokol obteve um lucro de US$ 3 milhões. Como ele não havia revelado sua propriedade de ações a Buffett, isso violava as regras de negociação com informações privilegiadas.

Buffett não percebeu seu erro imediatamente, mas na reunião anual da Berkshire Hathaway de 2011, ele admitiu que deveria ter investigado mais a fundo com Sokol.

O conselho de investimento aqui é não confiar demais. Faça mais perguntas do que você acha que são necessárias, porque você não pode ser muito cuidadoso quando sua reputação está em jogo.

12- Não comprar ações da Amazon

Em uma entrevista de 2017 para a “Squawk Box”, Buffett foi questionado por que ele nunca comprou ações da Amazon (AMZO34). O megainvestidor admitiu que não tinha uma boa resposta.

“Obviamente, eu deveria ter comprado há muito tempo, porque eu o admirava há muito tempo”, disse ele. “Mas não entendi o poder do modelo à medida que avançava. E o preço sempre pareceu mais do que refletir o poder do modelo naquela época. Então, é um que eu perdi muito. ”

Os investimentos de Warren Buffett nunca incluem negócios que ele não entende. Isso é bom, mas também pode representar a perda de boas oportunidades.

Apoiar as empresas cegamente não é uma jogada inteligente, mas fugir delas também não é sábio.

Ele ficou de fora da Amazon justamente por não entender o modelo de negócios.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

13- Compra de ações da US Airways

A US Airways não se juntou às ações falidas de Warren Buffett, mas ele lamenta sua compra em 1989 de US$ 358 milhões em ações da agora consolidada companhia aérea.

As ações nunca valorizaram, mas depois de resistir à turbulência, a Forbes informou que Buffett provavelmente recebeu todo o seu principal e dividendos de volta. 

Buffett creditou a recuperação da companhia aérea à saída dele e de Munger do conselho e à chegada do CEO Stephen Wolf. Ele elogiou este último por economizar o que poderia ter sido um investimento muito caro.

A moral da história é pesquisar cada investimento antes de comprar, para saber exatamente no que está se metendo, seja você um investidor iniciante ou um profissional de longa data.

14- Perdendo a chance de investir no Google

O portfólio de Warren Buffett não inclui ações do Google, e isso é algo que ele lamenta. Na assembleia anual de acionistas da Berkshire Hathaway de 2017, ele disse aos investidores que cometeu um erro ao não comprar ações da gigante da tecnologia anos atrás, quando ela recebia US$ 10 por clique da Geico, uma subsidiária integral da Berkshire.

Buffett evitou ações de tecnologia no passado porque não entendia seus modelos. 

Ainda assim, ele disse que deveria tê-los descoberto porque ele era efetivamente um cliente do negócio de anúncios do Google.

O que você pode aprender com esse erro é não ignorar as oportunidades de investimento bem debaixo do seu nariz.

Como Selecionar as Melhores Ações? Baixe Grátis o Checklist dos 5 Critérios Analisar uma Ação.

15- Superestimando investimentos em manufatura, serviços e varejo

Em sua carta aos acionistas de 2015, Warren Buffett destacou a profundidade das operações de manufatura, serviços e varejo da Berkshire, observando que alguns negócios no portfólio da empresa têm retornos fracos. Ele considera esses erros graves.

“Na maioria desses casos, errei em minha avaliação da dinâmica econômica da empresa ou do setor em que ela opera, e agora estamos pagando o preço por meus erros de avaliação”, escreveu ele. 

“Em outras ocasiões, tropecei em avaliar a fidelidade ou a capacidade dos gerentes em exercício ou daqueles que mais tarde indiquei.”

O que você pode aprender com Buffett aqui é não mergulhar cegamente em investimentos. 
Ao invés disso, faça uma boa análise fundamentalista de ações e a refaça de tempos em tempos para ver se os fundamentos se mantêm.

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE