Ao entender a psicologia do dinheiro você percebe que finanças é mais do que poupar e investir. É predominantemente sobre psicologia e comportamento. 

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

O livro "A Psicologia Financeira", de Morgan Housel, desafia pontos de vista ao oferecer uma ampla gama de insights sobre o comportamento humano e a psicologia em relação ao dinheiro.

O livro é leitura obrigatória para quem deseja entender e explorar a mentalidade de investidor.

Segundo a psicologia do dinheiro, as finanças estão muito ligadas ao comportamento. Sua mentalidade lidera suas ações que, por sua vez, ditam o rumo de seu sucesso (ou insucesso) financeiro.

Entender como os humanos se comportam com o dinheiro, pode ajudar a evitar os possíveis erros que você pode inconscientemente comete.

Aqui estão 15 lições poderosas sobre a psicologia do dinheiro que mudarão para sempre a maneira como as finanças são vistas:

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Lições sobre como sustentar a riqueza:

Há um milhão de maneiras de ficar rico e muitos livros sobre como fazê-lo. Mas só há uma maneira de permanecer rico: uma combinação de frugalidade e paranóia.

Morgan explica que o sucesso financeiro tem tudo a ver com sobrevivência. Permanecer rico requer um conjunto de habilidades diferente de se tornar rico:

Ganhar dinheiro requer assumir riscos, ser otimista e se colocar lá fora.

Mas guardar dinheiro requer o oposto de assumir riscos. Requer humildade e medo de que o que você fez possa ser tirado de você com a mesma rapidez.

1. Se sair bem com o dinheiro tem pouco a ver com o quão inteligente você é e muito a ver com a forma como você se comporta.

2. Ganhar dinheiro é uma coisa. Mantê-lo é outra.

Lições sobre liberdade financeira:

Ser independente financeiramente é poder cuidar de todas as necessidades de sua família e fazer o que quiser na hora que quiser.

3. Use o dinheiro para controlar seu tempo.

4. Controlar o seu tempo é o maior dividendo que o dinheiro paga.

5. Independência não significa que você vai parar de trabalhar. Isso significa que você só faz o trabalho de que gosta com pessoas de quem gosta, nos horários que deseja e pelo tempo que deseja.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Lições sobre hábitos de consumo:

Cada decisão que tomamos com dinheiro é justificada por pegar as informações que temos no momento e conectá-las ao nosso modelo mental único de como o mundo funciona.

Provavelmente você já foi vítima de compras por impulso. Tantos objetos que queria e não precisava, de que se arrependeu de gastar dinheiro com eles. 

Quando agimos assim, vamos contra o melhor julgamento para satisfazer um desejo rápido.

Entender a psicologia do dinheiro nos faz compreender a origem dos nossos gastos e que é preciso mudar o comportamento e o modelo mental a partir de agora, para que os próximos 20 anos sejam financeiramente melhores do que os 20 anteriores.

6. Gastar dinheiro para mostrar às pessoas quanto dinheiro você tem é a maneira mais rápida de ter menos dinheiro.

7. Você pode pensar que quer um carro chique ou um bom relógio. Mas o que você provavelmente quer é respeito e admiração.

8. Seja mais legal e menos chamativo. Ninguém fica tão impressionado com suas posses quanto você.

9. A poupança é a lacuna entre seu ego e sua renda.

Lições sobre gerenciamento de riscos:

Como tudo que vale a pena, o investimento bem-sucedido exige um preço. Mas sua moeda não são dólares e centavos. É volatilidade, medo, dúvida, incerteza e arrependimento – todos os quais são fáceis de ignorar até que você esteja lidando com eles em tempo real.

10. Risco é o que sobra quando você pensa que já pensou em tudo.

11. Tudo tem um preço, mas nem todos os preços aparecem nos rótulos.

12. O otimismo soa como um discurso de vendas. Pessimismo soa como alguém tentando te ajudar.

13. O progresso acontece muito devagar para ser notado, mas os contratempos acontecem muito rápido para serem ignorados.

14. O planejamento é importante, mas a parte mais importante de todo plano é planejar se o plano não está indo de acordo com o planejado.

15. Planeje sobreviver à realidade. Um futuro cheio de desconhecidos é a realidade de todos.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.